Palácio de Mentiras - Erin Watt

8 de julho de 2018

Título: Palácio de Mentiras – Série The Royals – Livro 3
Autor: Erin Watt
Páginas: 384
Ano: 2018
Editora: Essência
Gênero: Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: De inimigos mortais a aliados improváveis, dois adolescentes tentam proteger tudo o que mais importa para eles. Ella Harper foi capaz de superar cada um dos obstáculos que surgiram em seu caminho. Forte e resiliente, ela está disposta a fazer o que for preciso para defender as pessoas que ama. Mas lidar com o retorno do pai desaparecido e com o namorado cuja vida está por um fio pode ser demais para a jovem. Reed Royal tem um temperamento afiado e punhos ágeis. Mas sua habilidade para resolver problemas com violência já não é mais o bastante. Se ele quiser salvar a si mesmo e a sua garota, ele terá que superar o passado e sua reputação manchada. Ella precisa ser forte para lidar com os Royal... Isso se Reed não destruir sua própria família antes.
Resenha:

Para quem vem acompanhando a série sabe que ao término do segundo livro Reed foi acusado de assassinar Brooke e as provas que pesavam contra ele eram contundentes. Enquanto a polícia aprisionava Reed, o pai de Ella, Steve O'Halloran, tido como morto, passa pela porta da frente da família Royal chocando a todos, principalmente Ella que via seu mundo desabar progressivamente.
“Eu amo Reed, de verdade, mas seu gênio forte é seu pior inimigo. Se não conseguir se controlar, as coisas podem ficar um milhão de vezes pior para ele.”
Alternando entre as perspectivas de Reed e Ella a trama ganha corpo enquanto o amor do casal é abalado golpe após golpe. Ella sabe que o comportamento agressivo do namorado seria um fator negativo contra sua defesa e ela precisava descobrir a verdade que envolvia o assassinado de Brooke para tentar ajudá-lo enquanto procurava mesmo que a contragosto, familiarizar-se com seu pai.
"Eu não demonstro fraqueza. Nunca. A única pessoa com quem consegui baixar a guarda foi Ella. Aquela garota tem o poder de quebrar minhas barreiras e me ver de verdade."
Supostamente preocupado com a vida da filha, Steven impõe seu direito como pai e a pressiona, fazendo com que ela vá morar com ele e sua odiosa esposa Dinah enquanto Reed reconhece que sua falta de controle e atitudes egoístas antes e após a morte da mãe só prestou para arrasar ainda mais com sua família.
Mais uma vez, a autora nos arremessa num intricado jogo de interesses, mentiras e busca por respostas. Revelações são feitas e finalmente a família Royal parece tirar a venda que os enlouquecia. O julgamento de Reed acaba por unir finalmente a família, e foi um acontecimento que eu esperava desde o início.
"Mesmo com todos os defeitos (e os Royal têm muitos), minha declaração é totalmente verdadeira. Eu nunca tive nada melhor. Nos primeiros dezessete anos da minha vida, vivi com minha mãe volúvel, que mantinha um pé na sarjeta e uma das mãos tentando alcançar o céu. A todo momento, eu não sabia se teríamos o que comer durante o dia e um teto sobre nossa cabeça à noite".
A inserção de personagens secundários é uma crescente na narrativa, auxiliando na conclusão das pontas soltas e desfecho final, e embora esses acontecimentos complementares tenham logrado papel de protagonistas, Reed e Ella amadureceram profundamente.
“Mas são tenho mais medo, e encontrei alguém que me vê. Que me vê de verdade. E eu também a vejo. Ella Harper é tudo que vou ver, porque ela é o meu futuro. Ela é meu aço e meu fogo e minha salvação. Ela é tudo.”
A despeito de a série ser tipicamente adolescente, a abundância de dramas, segredos, tragédias, aflições e muito romance me mantiveram cativa por todos os livros. O final foi bem inesperado e embora tenha terminado com um “final feliz” sei que podemos esperar muito mais da família Royal.

9 comentários

  1. Oi, Nádya.

    Vemos aqui, que, esse momento conturbado, pôde fortalecer os laços e o relacionamento da Ella e do Reed.

    A chegada do Steve, de uma certa forma, é uma maneira de apimentar mais ainda a trama. Eu, particularmente, gosto disso.

    Só li o livro 1. Gostei, mas achei o desenvolvimento dos sentimentos do casal um pouco corrido. Espero que nesse livro, que é decisivo para ambos, eu possa ver melhor a exploração dos mesmos.

    Analisando bem, acho esse mistério todo desnecessário. O foco do livro fugiu completamente...

    ResponderExcluir
  2. Olá Nadya! Fico feliz com o desfecho positivo da série, isso me deixa mais propensa a iniciar a leitura. São muitas reviravoltas que acontecem nessa história, não? Me agrada bastante essa perspectiva de uma nova série da família Royal. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, essa série é famosa por dividir opiniões, visto que alguns julgam os livros que a compões como romantizantes da agressão (física e moral). Mas vejo que o volume em questão não desaponta ao entregar uma maior profundidade dos personagens e revelação de alguns segredos que ficaram pendentes no livro anterior. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Tão bom quando a gente consegue encerrar uma saga e ver que a autora,neste caso,conseguiu cumprir muito bem a proposta desde o início.
    Eu acabei não lendo nenhum dos livros, mas é nítido o amadurecimento do casal e a chegada de novos personagens contribuiu muito para isso.
    Vai tambem para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Nádya!
    Não li ainda nenhum dos livros da série e até tenho o primeiro aqui, mas li tantas resenhas negativas, principalmente falando do comportamento de Reed e da submissão de Ella, que acabei deixando para depois. Mas, se nesse livro Reed se torna um crush, cheio de amor e capaz de abrir mão de sua herança por Ella, fica mais interessante.
    Desejo uma ótima semana!
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Oi Nádya,
    Sendo sincera, não li a série e nem pretendo (como já disse por aqui), e acho bem chato o romance criado entre Reed e Ella. Ela mesmo percebe o babaca que ele é, não consigo ver romantismo nisso, maaas, o enredo é bem escrito, mas não me convence.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Nádya!
    Não consegui ler os livros ainda, estou acompanhando resenhas e cada vez mais curiosa pra conhecer os enredos, ainda bem que as resenhas que já acompanhei foram bem positivas, espero curtir a leitura.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Nádya,
    Confesso que não sinto vontade de ler essa série, fiquei bem desanimada com os tantos comentários negativos de Princesa de Papel, que os mocinhos dessa família são arrogantes, intimidadores e manipuladores demais. O fato de ser uma trama adolescente não é o que me decepciona, pelo contrário, adoro histórias com personagens mais jovens e dramáticos. Mas esse romance não me convence, são muitos altos e baixos do relacionamento desse casal, os protagonistas têm atitudes muito imaturas. Mesmo que no terceiro livro é nítido o amadurecimento dos dois, ainda assim, não irei ler essa série.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu li o primeiro livro sem saber que seria uma trilogia, e fiquei bem chateada com aquele final, depois disso, preferi aguardar o lançamento dos demais livros para prosseguir com a leitura. Ainda não retomei a leitura, mas continua na minha lista. Pelo que eu havia pesquisado a autora lançará livros dos irmãos, só espero que a Editora não demore em publicar aqui no Brasil.

    ResponderExcluir