O Labirinto dos Espíritos - Carlos Ruiz Zafón

Título: O labirinto dos Espíritos
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Páginas: 680
Ano: 2017
Editora: Suma de letras
Gênero: Ficção Espanhola
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Madrid, anos 1950. Alicia Gris é uma alma nascida das sombras da guerra, que lhe tirou os pais e lhe deu em troca uma vida de dor crônica. Investigadora talentosa, é a ela que a polícia recorre quando o ilustre ministro Mauricio Valls desaparece; um mistério que os meios oficiais falharam em solucionar. Em Barcelona, Daniel Sempere não consegue escapar dos enigmas envolvendo a morte de sua mãe, Isabella. O desejo de vingança se torna uma sombra que o espreita dia e noite, enquanto mergulha em investigações inúteis sobre seu maior suspeito — o agora desaparecido ministro Valls. Os fios dessa trama aos poucos unem os destinos de Daniel e Alicia, conduzindo-os de volta ao passado, às celas frias da prisão de Montjuic, onde um escritor atormentado escreveu sobre sua vida e seus fantasmas; aos últimos dias de vida de Isabella, com seus arrependimentos e confissões; e a intrigas ainda mais perigosas, envolvendo figuras capazes de tudo para manter antigos esqueletos enterrados.



Resenha:


  "As recordações que enterramos no silêncio são as que nunca deixam de nos perseguir."
     O que dizer do livro que estava esperando a alguns anos de um dos meus escritores favoritos? Que arrasa!? Com certeza, ele não poderia ter escrito melhor cada parte e principalmente as personagens tanto as antigas desde A sombra do vento até as novas que são cada uma com sua personalidade forte, decidida e que nos acompanha nessa trama.
"- Nada que vale a pena nesta vida é fácil, Daniel."
A principal personagem desse livro é Alicia Gris, que é uma sobrevivente da guerra, que vive nas sombras para poder sobreviver e que tenta não focar na sua infeliz história. É, teve uma vida bem ruim.

Quando criança morava com sua avó, pois sua mãe tinha falecido e seu pai tinha ido para guerra, mas não pára por aí, sua vida dará uma reviravolta e jamais voltará a ser a mesma. Algo irá acontecer e ela se deparará com Fermín. Lembram-se dele? Fermín tentará ajuda-la, porém a vida os afastará e ele não saberá se ela continua viva ou terá ido para sempre. A história dela é contada desde a infância, para que entendamos o quanto ela é importante para esse livro e ela é uma personagem que causa muitos efeitos.

Fermín continua o mesmo. Sabichão, gentil, sem-vergonha, e uma das personagens que eu mais gosto porque ele sempre tem uma boa sacada na ponta da língua.Frases de efeito que sempre me deixam refletir pelo menos por alguns minutos.

Daniel continua boboca, doce, ingênuo, mas com um lado obscuro.

Bea esperta, franca, quieta, mas sabe muito bem como agir e como se calar, pois há muitos momentos assim.

Juan, senhor Sempere culto, franco, gentil, sábio, calmo.
Julián, filho de Daniel de Bia está um pouco mais crescido e no decorrer de cada parte de capítulos ele irá crescer e virar um homem bom, assim como seu pai foi e continua sendo....


" - Por acaso as pessoas não escrevem para entender melhor a si mesmas e o mundo?"
A história, a narrativa, as tramas, as personagens, tudo , as próprias palavras e parágrafos contando a própria história por si só. Temos a impressão que elas se desvendam sozinhas e são contadas por elas e recontadas por elas. É como se a história se auto contasse. A própria história é um labirinto. É ela vai por vários lados e alguns acertos outros não e assim cada desenvolvimento dela nos sentimos dentro de um labirinto, da própria história, nas próprias palavras.

Eu marquei muitas, muitas mesmo, frases que descrevem uma parte ou a própria personagem.

Eu posso dizer que muitas ou quase todas as lacunas deixadas nos outros livros são solucionadas/ contadas sutilmente e de uma forma clara e precisa.

"O tempo, entendeu, sempre flui em uma velocidade inversa à necessidade de quem  o vive."
    Portanto, tenho que vos dizer que a espera valeu a pena e que espero que o Zafón não pare de escrever e continue desenvolvendo várias narrativas fantásticas. Foi uma espera muito aguardada e que me fez muito feliz e sentirei saudades de todas as personagens.

11 comentários

  1. Tenho alguns bons livros do autor e sem sombra de dúvidas, ele é um dos meus mais queridos! Pena que anda realmente escrevendo tão pouco :/
    A maneira como fala da Biblioteca e das ruas de Barcelona, sempre me encantou. Também acho Daniel bem devagar..rs mas talvez seja este o encanto dele.
    Ainda não tive a oportunidade de ler este novo livro do autor,mas ele já está na lista de desejados e espero fazer isso em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, mas também estava esperando esse livro na maior ansiedade e agora não vejo a hora de conseguir ler. Demorei muito pra pegar essas histórias do autor e que arrependimento. É uma das melhores séries que li na vida e quem ama leitura DEVE dar uma chance a eles.
    Achei muito legal a forma como ele cresce os personagens e vai mostrando novas fazes da vida deles. Agora o filho do Daniel já é adulto, olha só isso! E pensar que a gente começou esses livros com o próprio Daniel pequeno, mostrando o crescimento dele e as descobertas da Biblioteca e todas aquelas coisas...ah mas dá um aperto no coração só de pensar que isso vai acabar ali.
    Achei legal que a história tenha isso de refletir um labirinto também. A escrita do autor é linda e só posso imaginar o que ele fez com essa ideia.
    Rever personagens é outra coisa muito boa e preciso saber o que aconteceu com o Fermín, porque esse eu amo demais xD
    Quero saber se tudo deu certo com ele.
    Quero saber de tudo mesmo, tô é louca pra ver se consigo ler o livro até o fim do ano.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho um crush muito forte pelo Zafon desde que li A Sombra do Vento. Mas eu fiquei um pouco perdida no meio da historia e acabei interrompendo a leitura.

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Apesar da fama do autor e de conhecer vários livros dele, até agora não havia me interessado por nenhum. A sinopse me deixou um pouco confusa, mas acho que não porque as histórias dos personagens deve se conectar durante a leitura né? Como você disse, um labirinto ... Ele contar a história de uma personagem desde a infância, e ainda assim manter o leitor ávido é raro, o livro deve mesmo ser bom, se tiver oportunidade irei ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Adorei a resenha, eu qro mto conseguir ler livros do autor, têm me conquistado em resenhas não vejo a hora de conferir.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Fui apresentada a esse grande autor, pela minha professora na faculdade (tarde eu sei...mas OBRIGADA Professora Cristina), e foi uma grata surpresa , devorei seus livros e também estava ansiosa por essa continuação, não vejo a hora do meu chegar.

    ResponderExcluir
  7. Oi Raquel.
    Eu já tinha tanto visto falar do autor quanto do livro, porém ainda não li nada de sua autoria, gostei bastante da premissa , apesar de ter ficado um tanto que confusa em relação a história, foi dar uma pesquisada e se eu gostar, irei ler com toda certeza.
    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Raquel!
    Fiquei super curiosa, principalmente por ver que o livro não é nada do que parece, quando pensamos que é uma coisa, é outra e claro, os livros do autor trazem sempre um mistério policial que instiga.
    Ainda não li, mas bem quero.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “A poesia contém quase tudo que você precisa saber da vida.” (Josephine Hart)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Tenho essa imensa curiosidade de ler os livros desse autor. Já vi resenha dos livros dele é sempre positivas. A trama é bem inusitante, deixa o leitor bem curiosa com a história desses personagens. Gostei muito e desejo muito ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Oi, Raquel!
    Nunca li nada do Carlos Ruiz Zafón - por isso não conheço nenhum desses personagens que você citou - e confesso que a trama de O Labirinto dos Espíritos não me interessou... mas que bom que a sua espera valeu a pena, é muito bom quando isso acontece, né?!

    ResponderExcluir
  11. Sempre vejo muitos elogios quando me deparo com as resenhas do livro deste autor, mas confesso que tenho bastante receio de ler a obra e não curti. Pois me parece possuir uma narrativa um tanto quanto densa, já que tantas estórias de diversos personagens acabam se entrelaçando. Por enquanto não me interessei, mas quem sabe futuramente não resolvo dar uma chance.

    ResponderExcluir