Quase um Romance - Megan Maxwell


Título: Quase um Romance
Autor: Megan Maxwell
Páginas: 232
Ano: 2016
Editora: Suma de Letras
Gênero: Erótico, Chic Lit, Ficção, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Saraiva
Nota:       
Sinopse:
Desde a perda dos pais e o fim de um relacionamento complicado, Rebecca tem levado uma vida solitária. No entanto, quando esbarra em Pizza – uma cachorrinha abandonada que parece precisar tanto de afeto quanto ela –, a jovem pressente que sua vida está prestes a mudar. Paul Stone é campeão de Moto GP, e pai de Lorena, uma menina encantadora que ele cria sozinho. Administrar a carreira e a família não é um trabalho fácil, ainda mais quando as mulheres em seu redor parecem interessadas apenas no piloto famoso, e não no homem real. Quando os dois se esbarram – com uma ajudinha de Pizza e Lorena –, Paul tem certeza de que encontrou o que vinha procurando há muito tempo. Já Rebecca não está assim tão disposta a abrir espaço em sua vida para uma nova relação, mas como resistir à amizade, aos sorrisos e aos olhares de Paul?
Resenha:

Numa divertida e envolvente história de amor, a autora Megan leva o leitor para passear por alguns pontos turísticos de Madri enquanto conhecemos Rebecca e Paul. O enredo  tem  como tema principal a relação deles, porém, todos os personagens dessa história cheia de emoções  me cativaram demais!

Como já disse, tudo acontece em Madri e nossa mocinha da vez é Rebecca, uma jovem advogada de futuro promissor, que trabalha a serviço de um chefe machista e despeitado, que sem a menor razão não explora seu potencial dentro da empresa simplesmente por ela ser mulher! Se não bastasse ter que lidar com a rotina de trabalho hostil, Rebecca acaba de sair de um relacionamento conturbado e tudo o que mais quer da vida é distância de homens! Mas as coisas seguem na contra mão desse desejo…

Do outro lado da história temos Paul, que também não deseja ingressar em uma relação, pois ser conhecido tem lá suas desvantagens. Uma delas é a forma que as mulheres agem com ele, todas igualmente interesseiras. Sendo assim, Paul é um cara dedicado a filha e a sua carreira de competidor da MotoGP. Mas isso não significa que o jovem filósofo por profissão não note Rebecca, pelo contrário, além de notar, faz de tudo para ter sua amizade... 😍

Ambos com passados duros e uma bagagem de sofrimentos que a vida tratou de providenciar, envolvem-se, sem dar títulos ao que a relação dos dois é. E eles têm tudo para viver a história de amor mais linda que já se viu. Mas um desfecho negativo na vida de Rebecca os acerta em cheio e é preciso parar, pensar e ponderar o que se quer e o que é preciso ser feito. Será que a razão vence o amor?

Leitora e fã da trilogia Peça-me, entrei nessa história achando que sabia tudo sobre a escrita da autora e acabei me surpreendendo positivamente. Apesar de ser fácil identificar algumas características da autora, como personagens femininas fortes e personagens secundários marcantes, esse livro não é nem de longe uma cópia, ou releitura da trilogia que marcou o nome de Megan. E não posso, nem direi que esse livro não possui clichê, pois ele tem todos os pontos de romance clichê de casal que se separa por força de algo maior, mas pára por aí.

Em Quase um Romance, o pano de fundo é o que fez esse Livro  ser agradável e “devorável”. Até agora esse é o clichê mais leve e independente que já li. Porém, o que me fez gostar foi o mesmo que fez muita gente não gostar: a história não é óbvia, não segue o rumo que parece que seguirá. Como adoro ser surpreendida, isso me agradou muito!

Temos aqui mais uma obra capaz de arrancar suspiros do leitor! Uma história que está além de cenas quentes! Ou seja, geralmente as histórias circulam de acordo com as emoções dos personagens, aqui não, aqui Tudo  segue seu próprio curso e os personagens vivem. Claro que tem aquela magia literária de coisas serem resolvidas, o que não minimiza nem tira o peso dos acontecimentos externos.

Megan se manifesta nesse enredo como uma verdadeira deusa definindo o ruma da da vida desses personagens cativantes, dentro de sua escrita ímpar, de um contexto bem elaborado  que possui personagens singulares, a autora conseguiu me fisgar e conquistar do início ao fim mais uma vez!

E se você pensa que a Quase um Romance só fala de mocinhos, amores não correspondidos ou inveja, está muito enganado! Nesse livro temos uma pequena prova do que a ambição é capaz de fazer e é basicamente a maldade movida pela ambição/grana que movimentam o rumo da vida dos personagens. E você vai achar graça quando identificar no livro a razão pro título ser "Quase um Romance" (ainda que o fato seja um tanto trágico).

Além disso tudo, Quase um Romance  também consegue ser sexy (menos quando Paul chama sua moto de “Bichinha”, isso soou brega demais), explora a força do amor entre irmãos e nos dá provas de amizade de emocionar e aquecer o coração. E não digo só amizade entre seres humanos, que também são um ponto alto dessa leitura, a amizade a que me refiro é a do cachorro com seu dono, e é impossível não se apaixonar pela cadelinha Pizza.

Aqui no Blog tentamos reproduzir a capa do livro, mas com um gato...
Não deu certo né, Gato só faz o que quer. :D

Um livro leve, com capítulos curtinhos e conclusivos, com palavrões e cenas de sexo moderadas, que aborda levemente assuntos sérios, que é cheio de surpresas, ao mesmo tempo que é direto e com tiradas cômicas. Esse é um livro que, com toda certeza,  é capaz de causar amor e ódio no leitor, principalmente pra quem está acostumado a delongas para conclusão de questionamentos levantados durante a leitura. Porém, pra mim, foi um chick lit fofo, que entrou pra minha listinha de favoritos e provou que a autora vai do Hot ao Light sem deixar de ser quem é! <3

Bjs e boa leitura :*

15 comentários

  1. Li um livro dessa autora e depois não tive vontade de ler mais nada dela. Não me agradou. Maaas, esse é bem diferente do que o que li. Adorei que seja clichê e uma história mais fofa e leve de acompanhar. Mesmo que não seja tão clichê no fim das contas. Deve ser legal por ter algumas coisas ali que surpreendem e gostei que siga o curso da vida e não só de sentimentos dos personagens. Pode acabar ficando mais real assim.
    Parece um bom livro.

    ResponderExcluir
  2. Olá Jéssica! Achei a capa muito fofa! Eu adorei a sinopse do livro, principalmente por envolver o amor de animais, além do casal principal. Estou apaixonada pelo seu gato <3. Não gostei muito dessa repressão machista que Megan sofre no trabalho mas a magia suave que permeia o casal é bem envolvente e fiquei com vontade de ler. Eu adoro viajar pelos livros também e não posso perder a oportunidade de conhecer Madrid através das palavras de Megan Maxwell. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Jéssica!
    Devo concordar com você em relação as protagonistas femininas criadas pela autora.
    Não li esse livro ainda, mas como gosto do tema onde a família é inserida, ainda mais quando tem criança, quero conferir.
    E espero não me incomodar com as ressalvas que fez em relação ao livro.
    Semaninha alegre e feliz!
    “No fundo, morrer não seria nada. O que não suporto é não poder saber como terminará.” (A. Amurri)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nem um livro da autora Megan Maxwell, mas leio diversos comentários referentes aos livros dela.
    Como gosto de histórias divertidas e de romance, acabei me interessando em ler Quase um Romance, parece uma leitura bem leve, sem dúvidas pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá, a obra parecer ser ótima para quem quer ler algo simples mas sem personagens estereotipados. Aqui, além de nos transportamos para a elegante Madrid, ainda nos vemos torcendo para o casal. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Jéssica.
    Eu adoro a escrita da autora, li um romance de época de sua autoria e adorei.
    Eu também gosto quando os livros não tomam o rumo que é devido, e acaba nos surpreendendo, eu gosto desses romances rápidos e fofos, essa capa é linda e estou curiosa para ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Já li vários livro da Megan, adoro Peça-me o que quiser foi o primeiro livro que li dela. já tinha ouvido falar desse mais ainda não conseguir ler, parece uma ótima história, bem leve e diferente do que estou acostumada a ler dela, mais com certeza deve valer a pena.

    ResponderExcluir
  8. Oi Jessica.
    Não li nenhum livro da Megan e estou bastante curiosa para conhecer a sua escrita.
    Gostei bastante da premissa de Quase um Romance. Adoro um bom romance, mas o que mais me chamou a atenção foi que o desenrolar não é tão óbvio. Também gosto de boas surpresas!
    Espero ler esse livro em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu também já toda a série Peça-me o que quiser, e gostei muito da série. Eu comprei esse livro, mas fui perdendo a vontade de ler ele, e até agora está parado na estante. Mas voltei a ter vontade de ler ele. Essa história parece ser bem diferente de Peça-me o que quiser, realmente parece ser bem mais light. Os personagens parecem ser bem apaixonantes, mas também achei bem podre o Paul chamar a moto de Bichinha kkkkkkk
    Gostei muito da resenha, e acho que vou dar uma chance a esse livro sim :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Hahahah verdade, gato só faz o que quer. Amei o gatinho. <3
    Mas infelizmente não me interessei muito pela leitura porque esse não é o gênero que eu gosto de ler, não sou muito chegada a romances. Achei lindo que tenha animaizinhos na história, mas não me atraiu.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um amorzinho esse livro, e um romance bem levinho daqueles que adoro. E o melhor pude ver que dá pra se surpreender! Como sou fã de romances já está anotadíssimo!

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nenhum livro da autora, por eu estar em uma vibe de livros menos clichês, acho que se lesse esse agora, não gostaria muito, mas com certeza vou deixar na minha listinha para quando precisar de livros mais leves.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu não li nada ainda da autora mas esse livro me encantou muito pela capa. A história é interessante, bastante juvenil. Eu já tenho esse livro é minha lista e estou desejando ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  14. Oi, Jéssica!!
    Gostei bastante da resenha e sou apaixonada por livros de romance e quando é um livro que tem uma estória clichê é melhor ainda!! Mas pena que nunca li nada da autora!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  15. ooi!
    não sou muito de chick lit e não vai ser esse ue vai me convencer a gostar, parece bom, mas não pra mim.

    ResponderExcluir