O Retorno de Izabel - J.A. Redmersk

Título: O Retorno de Izabel (Na Companhia de Assassinos, 2)
Autor: J.A. Redmersk
Páginas: 232
Ano: 2015
Editora: Suma de Letras
Gênero: Romance, Suspense e Mistério
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Saraiva | Submarino
Nota:    
Sinopse: Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então, não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.
Resenha: Sarai não passou por bons bocados nos últimos tempos. Teve uma vida de traumas e abusos, e quando finalmente conseguiu o que sempre sonhou, a liberdade e uma vida normal, ela simplesmente não consegue se adaptar. Amigos, faculdade, um lar e até uma mãe não a fizeram esquecer seu passado e as pessoas que nele a torturou e fez sofrer. Ela tinha uma ideia fixa: se vingar daqueles que faziam mal a mulheres indefesas como ela foi um dia.
"Parece que fomos feitos um para o outro, como duas peças de um quebra-cabeça que de início parece não se encaixar, mas que se adaptam perfeitamente quando vistas pelo mais improvável dos ângulos." 
E é com essa ideia que ela bola um plano de se vingar de um cara poderoso, que se diverte com o sofrimento dos outros, a alegria dele é ser voyeur enquanto uma mulher é subjugada por algum homem dominador. Sarai tem horror a isso, ela o conheceu com Victor em uma de suas missões. E agora sozinha, já que o Victor sumiu ha 8 meses de sua vida, ela quer ser uma justiceira. Aquela que ajudará varias mulheres abusadas de homens como Arthur Hamburg, a se livrarem deles.
Mas os seus planos não saem exatamente como o planejado, e ela se vê em perigo e quase morrendo não fosse a interferência de Victor.

E é aí meus amigos que minhas entranhas se reviram de alegria, pois uma grande parte do livro e fica sumido, querendo dar a ela a chance de viver sem ele, um assassino perigoso, que vive rodeado de perigos. Mas a louca não consegue de adaptar e vive triste pelos cantos com saudade do cara. Bom até eu sentiria mas... Enfim a vida dela vira de ponta cabeça novamente, porque ô mulherzinha pra atrair perigo viu. E depois se acertarem, voces já podem imaginar do que estou falando né?!💗 Fica decidido que a Sarai fará um treinamento, com o intuito dela não passar por apuros semelhantes a sua trágica atuação na primeira tentativa de matar Hamburg.
"Enfim encontrei meu lugar na vida. E estou com Victor, o que para mim é mais importante do que tudo."
O livro é todo sobre a Sarai se tornar uma assassina, e como que ela se torna Izabel Seyfried, a fria, calculista e atraente assassina. Uma mulher capaz de deixar até o mais cruel dos assassinos aos seus pés. Nesse livro Sarai está mais madura, convicta do que quer, e é capaz de tudo para conseguir o que quer. Inclusive passar por um teste para lá de difícil. Não foi só sobre resistência física, mas também e talvez o mais importante, sobre inteligencia e frieza. Sem sentimentalismo e apegos, apenas execução do trabalho, sem deixar marcas para traz, algo que ela teria que trabalhar mais, já que não resiste um toque pessoal em cada assassinato.

Sobre o envolvimento de Izabel e Victor, é a coisa mais gostosa de se ler. Eles vão se apaixonando mais e mais durante a trama, mas eles ficam sem querer admitir, amei isso. Mas ele deixou bem claro em um momento, que se ela fosse embora ele viveria para encontrá-la e protege-la. Um vive para satisfazer o outro. Sem mimimi, Victor mesmo longe sempre cuidou para que Izabel fosse protegida, seja por ele, ou por seu amigo e aliado Fredrik Gustavsson, outro assassino cuja a especialidade é fazer com que os criminosos falem, ou por tortura ou livre e expontanea confissão.

E foi na companhia desses assassinos que Sarai, agora a misteriosa Izabel Seyfried, se tornou uma matadora de indivíduos que adoram maltratar mulheres e indefesos. Principalmente aqueles que no passado fizeram parte do mesmo esquema ao que ela foi obrigada a fazer parte.
Ficar um passo a frente da morte é o nosso estilo de vida. É o meu estilo de vida, e acredito que era para ter sido assim desde sempre. Contudo, por mais estranho que pareça, me sinto perfeitamente segura na companhia de assassinos.
Espero que tenham gostado, bjs e até a próxima resenha💋💋

Nenhum comentário

Postar um comentário