Resenha: Malícias e delícias - Tara Sivec

Autor: Tara Sivec
Páginas: 304
Ano: 2015
Editora: Valentina
Adicione: Skoob



Sinopse: CUIDADO: Esta história de amor pode matar você de tanto rir. Ah, e está escandalosamente lotada de porres homéricos e, hummm, sexo da melhor qualidade!
Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas...) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate. Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!
Resenha: Hey pessoas! Tudo certinho? Sim? Ótimo, então, eu não ia ler esse livro, achei a capa ridiculamente horrível. Fiquei pensando, quem em sã consciência coloca uma boneca inflável na capa de um livro?
Enfim, estava em grupo do Facebook, vendo indicações e esse livro estava lá, sendo muito bem falado, e todas as leitoras dizendo que quem ainda não havia lido estava perdendo tempo.
Resolvi então, esquecer a capa e me jogar nele, e não é que o livro é bom ? Não, é muito bom mesmo, de longe é uma das melhores leituras de 2016.

Claire aos 21 anos estava no primeiro semestre da faculdade de Administração, e sua única preocupação era perder a virgindade, então em uma festa conhece um lindo e fofo carinha e perde a virgindade, ela foge na manhã seguinte, sem ao menos saber o nome dele. Semanas depois, descobre que está grávida, e não encontra nem o tal carinha, nem o amigo dele, é como se eles não existissem. Ela acaba desistindo de procurá-lo e volta para sua cidade natal, para arrumar um emprego e terminar sua gestação. Anos depois , adivinhem? Vem confusão, claro. Pois Claire parece não conseguir se manter longe dela.

Claire apesar de muito atrapalhada, é engraçada ao extremo, ela me cativou desde a primeira linha, com suas ironias e piadas de muito bom gosto. Ela passa cada vergonha, gente sério, em alguns momentos fiquei com pena dela. Ela não paga mico e sim um King Kong.

" Quatro anos se passaram depois do parto. Ralei muito, de sol a sol, para guardar alguma grana para o meu futuro negócio, ao mesmo tempo que criava meu filho e tentava, a cada dia, não vendê-lo para os ciganos."

 Carter, por sua vez é uma fofura só, adorei ele com todas as minhas forças, pois a autora conseguiu criar um personagem muito real. Com medos, inseguranças, como todo ser humano. Temos o amigo de Carter, Drew é que é tipo ... Oi? Sem noção em todos os níveis. Temos a Liz, a amiga louca de Claire, que a convenceu de que deveria perder logo a virgindade. Que a ajudou não somente na gravidez, mas também na realização do sonho de Claire. E juntas elas abrem o Malícias & Delícias. O filho de Carter e Claire Gavin tem quatro anos e  é a criança mais louca que já tive o prazer de ler, sério, na verdade aquele menino não é normal, e quando Claire fala que tenta não vendê-lo aos ciganos, entendo completamente. Ele é adorável (as vezes) e é impossível não ficar completamente apaixonada por ele. Uma criança inteligente, boca suja (sim, Claire tenta controlar, mas é impossível), cheia de manias e fofo, como toda crianças de quatro anos é.

Pois muito bem, eu adorei a leitura, ainda não me conformo com essa capa, mas até que faz algum sentido, ou não, eu teria colocado um coelho. Sim faz sentido, não achem que sou louca! Leiam, eu garanto muitas lágrimas de felicidade claro! Uma leitura deliciosa e leve !
Beijos ;*


11 comentários

  1. Oie Yo, como vai? Eu tinha visto uma outra resenha em um blog do mesmo livro e já tinha me encantado pela narrativa, mas não fazia ideia que ela tinha um filho. Oi? Acho que não prestei muito bem atenção na resenha ou não falaram realmente nisso. Eu também não me encantei muito pela capa, quando a vi, a detestei, não é algo que chame a nossa atenção, né? Ele já está na minha listinha de livros a serem lidos e espero começar logo! Beijos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Estou encantada com esse livro, além de mega curiosa para ler...

    Agora sendo sincera, detestei a capa. Não compraria nunca pela capa, mas a resenha e a sinopse são ótimas, já coloquei na lista.

    Bel Góes

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Desde que vi o lançamento desse livro, eu achei essa capa muito feia. A história pode ser ótima, e a capa pode até estar ligada com a trama, mas que escolha de mal gosto rsrs Eu ainda não li esse livro, mas tenho boas referências dele, só preciso não ligar tanto para a capa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Olá !
    Também achei a capa meio estranha, poderia ter deixado apenas o morango estava de bom tamanho , Não conhecia o livro porém fiquei muito interessada e é o tipo de livro que eu adoro ,é tão bom quando não damos nada para um livro e eles nos surpreende , é o famoso ditado " Não julgue o livro pela capa " Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sua resenha apresenta muito bem o livro e a forma como você fala a respeito o torna ainda mais interessante. Só o fato de trazer um assunto que faz parte do nosso cotidiano já cativa o leitor.

    ResponderExcluir
  6. Essa capa estranha foi o motivo que me fez desanimar da leitura, apesar de eu ter adorado a premissa dele. Agora que ando lendo algumas resenhas bem bacanas sobre a história, pretendo vencer esse obstáculo e aproveitar ao máximo o que a história tem.


    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura - Participe do top comentarista de maio, serão dois ganhadores!

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Nossa nunca vi uma capa tão feia!!! Confesso que se não tivesse lido sua resenha nunca pensaria em ler esse livro, a editora poderia fazer uma nova edição com outra capa!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  8. Oi Yo!!!
    Que nem você achei a capa desse livro horrível e bem não tentei nem dar chance há ele, porém assim que vi sua resenha achei que a história pode ser bastante interessante então quem sabe qualquer dia desses leia esse livro =)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, tenho muita curiosidade de ler essa obra, deve ser muito divertida, mas essa capa...afffff, ela deve causar muitas impressões ruins a respeito do conteúdo e acredito que aqueles que desconhecem acabam fugindo da leitura.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Quando vi a capa achei que seria totalmente diferente, nem queria ler! Hahaha
    Mas lendo a resenha vi que não era nada do que eu tinha imaginado, ainda bem! Fiquei com muita vontade de ler!
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Ridiculamente horrível foi a melhor definição que já encontrei para essa capa. Não só pela boneca, mas porque a capa é muito feia mesmo. Ainda não li o livro, mas pelo que tenho lido e ouvido sobre ele, arriscaria a leitura (apesar da capa), pois parece bem divertido e agradável.

    Tatiana

    ResponderExcluir