Resenha: A Arte do Jogo – Chad Harbach

Autor: Chad Harbach
Páginas: 406
Ano: 2013
Editora: Intrínseca
Adicione: Skoob

Sinopse: Henry Skrimshander, a grande aposta do time de beisebol da Westish College, parece destinado ao estrelato na grande liga, até que um arremesso de rotina sai desastrosamente do curso. Como consequência desse erro, o destino de cinco pessoas vira de cabeça para baixo. A luta de Henry contra a insegurança ameaça destruir seu futuro como jogador. Guert Affenlight, reitor da faculdade há muito tempo solteiro, se vê de repente perdidamente apaixonado. Owen Dunne, colega de quarto e de time de Henry, envolve-se em um romance arriscado. Mike Schwartz, o capitão do time, se dá conta de que sua dedicação a Henry custou a própria carreira. E Pella Affenlight, a filha do reitor, volta para a Westish decidida a começar uma nova vida depois de fugir de um casamento destinado ao fracasso. Com o fim da temporada se aproximando, os cinco são forçados a confrontar suas mais profundas esperanças, angústias e segredos. Nesse processo, eles criam novos vínculos e ajudam uns aos outros a encontrar seus verdadeiros caminhos. Escrito com acentuada inteligência e repleto da delicadeza da juventude, A arte do jogo é um caloroso romance sobre ambição, amizade, amor e compromisso. Um livro tocante, que fala diretamente ao coração dos leitores.

Resenha: O livro conta não só a história de Henry (jogador de beisebol), mas também das pessoas mais próximas dele, como Mike, Owen, Pella, Guert, enfim... Tudo começa quando Mike vê Henry jogar beisebol em um lugar simples e que ele não vai se desenvolver. Mike crê que ele tem o dom de jogar. Henry que é uma pessoa suscetível acata todas as ordens de Mike e vai estudar na Westish e também jogar no time, porém algo em uma das partidas o desestabilizará e ele se perderá no caminho.

Henry é um jovem frágil, simples, tímido e suscetível.
Mike é um jovem, forte, determinado, valente e solitário.
Owen é um jovem de extrema inteligência, gentil e carismático.

A narrativa no começo é muito, muito boa, porém conforme o escritor vai contando a vida de cada pessoa que de alguma maneira faz parte da vida do Henry. A história fica cansativa e a meu ver não flui tanto quando eu gostaria. O escritor conta exatamente tudo sobre a vida de cada um e achei desnecessário e não vi tanto essa coisa de amizade, amor, fraternidade e afins. Uma das personagens se vai e depois de tanto detalhe o autor simplesmente não relata de uma forma que eu poderia entender e refletir sobre o que houve.

Gostei do livro. É o primeiro romance do escritor, porém creio que futuramente, em outros livros ele será mais claro e preciso. Os acontecimentos para cada personagem, no livro, são diferentes, mas poderia ter diminuído e relatado de uma forma mais engajada.

20 comentários

  1. Ótima resenha, gosto quando a pessoa e sincera quanto ao que achou do livro e vi isso na sua resenha, isso e ótimo, mas acho que no momento eu não leria ele, quem sabe uma outra hora.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karine,

      Minha parente distante! rsrrsrs É possível "Fernandes"!!!
      Muito obrigada, tem que ser. Não consigo elogia quando não é o que eu senti.
      Deixa na lista, quem sabe...

      beijo

      Excluir
  2. Ooi! Eu já fico desanimada quando leio em alguma resenha que a leitura passa a ser lenta :c Mesmo que a gente goste do livro, às vezes a gente suspira de cansaço por causa da leitura lenta e parada.
    Parabéns pela resenha, mas o enredo em si não me atraiu.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ruhh,

      Obrigada flor, pois é tem pessoas que gostam. Eu gosto de evolução de personagens, de acontecimentos, ação...rsrsrs

      beijo

      Excluir
  3. Oiii Raquel, tudo bem?
    Fico bem chateada quando a obra é lenta, isso me deixa louca das ideais e brava sabe huahau porque poderia estar lendo outros. Em relação a essa obra, leria com toda certeza, ainda mais tendo um protagonista assim, tímido.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morgana, nome lindo!

      Tudo bem sim e aí?
      Também fico....quase desisti de ler, porém não consigo fazer isso.
      Tímido mesmo.... leia leia.

      beijos

      Excluir
  4. Oi, gostei da sua resenha, pois ela foi bem sincera e eu particularmente não gosto quando a escrita é lenta e o livro não cumpre o que promete, por isso, não leria esse livro, já que fica cansativo e eu acabo ficando entediada com narrativas lentas.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thatyane,

      Eu entendo! Quem sabe um dia...rsrs


      beijos

      Excluir
  5. Oi Raquel!
    Eu tinha visto a capa do livro, mas nunca me senti atraido por conhecer. Agora então. Acho que não teria paciencia para uma leitura arrastada, ainda mais com essa história do nivel ir caindo conforme ele vai contando a vida dos outros personagens :( A temática não despertou minha curiosidade.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. David,

      tudo bem?
      Pois é. ele poderia ter sido objetivo, mas não...rsrsrs


      beijo

      Excluir
  6. Oii,

    Já tinha visto esse livro por aí, mas não conhecia a sua história. E confesso que com a sua resenha, não me animei para ler esse livro.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem aí?

      Poxa tô desanimando a todos....É só minha humilde opinião.

      beijo

      Excluir
  7. Oi!
    Eu vi alguém falando desse livro tem algum tempo e lembro que não me interessei tanto. Eu tenho um certo problema com leituras que não se desenvolve naturalmente e ficam cansativas, por isso eu prefiro nem começar!
    Ótima resenha! =D
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vitor,

      Realmente esse é um defeito do autor.
      Quem sabe ele lance um outro que não seja assim...


      beijos

      Excluir
  8. Olá, já conhecia esse livro por nome, mas nunca tinha lido nada a respeito...gostei da resenha, mas confesso que a obra em si não despertou muito meu interesse e curiosidade.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel? Xará!!!

      Como está aí?
      Tudo bem!?
      Talvez o autor consiga fazer outro melhor, normalmente os autores evoluem em suas obras.


      beijos

      Excluir
  9. Oie!
    Poxa, pena que ele deixou a desejar, né... Livros com muitos personagens correm esse perigo, ou fica confuso e raso pq acaba falando um pouco de cada um sem se aprofundar em nenhum deles, ou foca só em alguns e outros ficam esquecidos. O autor tem que saber desenvolver harmoniosamente a história de todos, eu acho.
    Bjk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bianca, tudo certo!?

      Exatamente isso!!!
      Explico em um parágrafo melhor que eu!
      Gostei! Explicação simples e consistente...continua assim.

      beijos

      Excluir
  10. Oiii. Tudo bom?

    Te falar que não gosto muito de narrativas que não fluem, esse é o principal motivo que me leva a enrolar uma leitura. Pena esse ser assim ! :/

    Beijos, Thay.
    http://www.leitoranamoda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thay,

      Pena mesmo! Quem sabe ele escreva outra mais envolvente.

      beijos

      Excluir