Resenha: Jovens de Elite - Marie Lu

Autor: Marie Lu
Páginas: 304
Ano: 2016
Editora: Rocco
Adicione: Skoob

Sinopse: Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.
Resenha: Nem sei bem como começar, dizer que esse livro me deixou frustrada é pouco! Fui dar uma pesquisada e descobri que o segundo é muito melhor, espero mesmo que "The Rose Society" seja melhor, porque esse aqui prometeu e não cumpriu...na minha opinião! A sinopse faz referência à filmes ótimos! Não consegui ver nada desses filmes na obra.
"Alguns nos odeiam, pensam que somos fora da lei a serem pendurados na forca. Alguns nos temem, pensam que somos demônios a serem queimados na fogueira. Alguns nos adoram, pensam que somos filhos dos Deuses. Mas todos nos conhecem."
A história começa com Adelina e sua irmã, que foram criadas pelo seu pai, depois de uma febre que aniquilou grande parte da população, no mundo distópico criado pela autora, quem não morreu com a febre, teve seu DNA modificado e assim, passou a desenvolver "poderes", só que eles também desenvolveram marcas que os diferenciava dos ditos "normais", tais como uma pele manchada, cabelo que muda de cor, e assim por diante, eram chamados então de Malfettos. Todas as crianças que contraíram a febre e desenvolveram certa habilidade têm mais ou menos a mesma idade, são marginalizados e humilhados. Muitas vezes assassinados devido à sua condição. Começou e ser criado um grupo, conhecido por Jovens de Elite, a princípio eu achava que seriam justiceiros que devolveriam a liberdade de viver entre a população normal e tal, mas não ( e não é spoiler, isso se dá já no início).

Adelina é uma Malfetto que sofre constantes humilhações do seu pai, até que um dia, farta de tudo o que vive, decide fugir. Seu pai então vai atrás dela e acaba morrendo, dando início então a saga da menina. Ela é condenada a morte, e é resgatada pelos Jovens de Elite, vai viver com eles, e treinar suas habilidades, que não são nada bonitas.

Adelina foi concebida pela autora para ser uma vilã. Os Jovens de Elite são de certa forma vilões, seus sentimentos não são os de uma mocinha salvadora, porém eu achei isso meio forçado, o lado vilão dela aflora claro, mas parece que o lado coitadinha, indecisa e sofredora está mais presente do que o outro.
"Cada uma das memórias dela está entrelaçada em escuridão. É uma infecção em sua mente. Há algo muito errado com ela. Ela deveria ter se manifestado antes, quando criança, mas só agora ela começou a encontrar seu poder. Ele se acumulou dentro dela, e essa energia me parece anormal de um jeito que me incomoda. Ela ainda não sabe disso, mas ela está ávida, sedenta, para usá-la."
A história é ambientada em um futuro distópico que meio que remete à idade medieval, roupas, comportamentos e modo de viver nos levam a essa era, porém a doença e a vida que nos mostram é de um futuro de algum modo arruinado. Achei isso meio confuso e mal (ou nenhum pouco) explicado.

Os personagens são bem construídos, de certa forma, senti falta de mais explicações dos personagens secundários, mas depois que vi o título do segundo livro, percebi que isso ficou para depois de propósito mesmo...
"Sou o líder da Sociedade dos Punhais, um grupo de Jovens de Elite que busca outros como nós antes que a inquisição os encontre. Mas não somos os únicos Jovens de Elite."
Apesar de a leitura ter me frustrado por tudo o que falei, a leitura é dinâmica...ela flui com facilidade, acho que por estar esperando uma mudança de comportamentos eu ficava ansiosa pela próxima página e acabei lendo rapidinho. Talvez por ter criado tanta expectativa eu não tenha aproveitado tanto...vais saber...

Mesmo dizendo que eu não gostei da história apresentada, e muito menos do final, que teve um desfecho, mas não foi satisfatório (pra mim), eu recomendo a leitura para quem não criar expectativas e sabe que a leitura só vai melhorar lá no segundo livro...isso dizem né...

Espero mesmo que o próximo saia logo e que realmente seja melhor!


19 comentários

  1. Olá,
    Jovens de Elite foi um livro que me deixou bastante curiosa por conta da sinopse. Achei que seria um livro excepcional, de tirar o fôlego, mas depois da sua resenha não estou pensando mais assim. Eu ainda quero ler o livro e tirar as minhas conclusões, mas vou esperar dele bem menos do que eu esperava. É bom que evita decepções.
    Beijos Denise,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise, tudo bem?
    Eu já conheço a escrita da autora e adoro muito seu estilo de descrever a ambientação e os personagens também. E é por isso mesmo que estou muito ansiosa para conferir mais essa trama. É um dos meus gêneros favoritos, assim espero ter a oportunidade de ler o mais rápido possível.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. É uma pena que o livro te frustrou :/ Não sou fã de distopias então para mim não iria fazer diferença.
    Se o segundo livro for melhor, acredito que dar uma chance a mais pode valer a pena.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Olá Denise
    Sei como é isso de ler super rápido um livro que não está gostando muito, estou passando por isso na minha atual leitura.
    Nossa a sinopse promete um livro tão legal, é uma pena que tenha se perdido, fiquei com um pouco de receio com a leitura, isso sem falar que ando com birra de livro sem final.
    Amei sua resenha, você mostrou sua opnião de forma bem clara, com os pontos que não te agradou isso nos ajuda a baixar a espectativa, ler livros com a espctativa muito alta é uma porta aberta para a decepção, né?
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não conhecia o livro, mas já que você disse que a leitura não foi prazerosa por causa de detalhes não trabalhados pela autora, então dificilmente eu lerei a obra. Gosto de livros que não tenham pontas soltas. E acho que foi esse caso.

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Que pena que o livro foi uma decepção, não me animou, não tenho paciência para ler o primeiro e esperar pelo segundo para conseguir entender. Adorei a resenha sincera!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Oii
    Tava louca pra ler esse livro, por ser tão exaltado por algumas pessoas criei uma expectativa muita alta, mas já vi que é melhor baixar a minha expectativa e ir com um pouco mais de cautela pra não me decepcionar tanto. Adorei sua resenha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Denise!
    Poxa, é tão chato quando isso acontece, quando criamos muita expectativa e o livro nos frustra... Eu não leio muita distopia, esse tipo então, mais fantasioso, eu prefiro filmes e séries, não sei pq. E olha que a sinopse cita Game of Thrones que eu AMO, mesmo assim, não leria.
    Um beijo!
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu já tinha escutado falar do livro e até tinha ficado curiosa com ele, ainda pretendo lê-lo mas agora, como você falou, sem grandes expectativas. Eu acho o enrendo bem diferente e me deixa interessada mas sabendo desses detalhes eu vou dar uma segurada para poder ler, espero mesmo que o segundo livro seja melhor

    ResponderExcluir
  10. Oiee

    É um gênero que eu gosto. Mas fiquei com receio, eu crio expectativas rs. E não tenho paciência para "no segundo livro vai melhorar".
    Sua resenha ficou ótima, mas eu fiquei mesmo com receio de arriscar essa leitura. Vou deixar para uma próxima.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá linda,

    Eu fiquei animada com a sinopse porque é fantasia e é um dos meus gêneros favoritos, mas suas impressões me deixaram com medo de me decepcionar também.
    Não gosto de "ambientes" forçados e personagens que ficam "em cima do muro" da moral e acabam estragando toda uma história, porém darei uma chance à série.

    Beijos,
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oioi!
    Vi uma entrevista da Marie Lu e fiquei tao encantada com ela que fui procurar seus livros e achei Jovens de Elite!
    Ainda nao li, ms sabendo que é lançamento me animei a saber mais sobre o livro e sua resenha veio na hora certa!
    Uma pena que tenha te frustrado, ainda sim quero mtooo ler e vai ter outtros livros, é uma trilogia, entao pode ser que saia melhor.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Esse livro me chama muita atenção pela capa. Nunca cheguei a ler nenhum livro da autora, mas realmente não sei o que esperar dele.
    Sua resenha me deixou meio com o pé atrás, confesso. Além disso, não tenho o costume de ler romances medievais. Até já tive vontade de ler George R. R. Martin, mas num futuro talvez distante. Ainda assim, Jovens de Elite conseguiu chamar minha atenção de alguma forma.
    Prefiro não criar muitas expectativas, afinal, já aprendi na prática que não devemos fazer isso em cima de nenhum livro. Eu particularmente sempre me decepciono quando isso acontece rsrs Mas é um livro que eu leria sim. Espero que os outros sejam melhores.
    Abraços!
    http://blogladoescuro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Tem séculos que quero ler a Lu, e essa resenha me deixou ainda mais com vontade. A palavra demoníaca junto da palavra poderes foi o estopim haha Louca pra ler. Ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, eu achei interessante a história focar nesses jovens de elite, vilões ou anti-heróis, mas tomara que o segundo realmente seja melhor e traga respostas e mais explicações que o primeiro.

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Que pena este livro ter te frustrado, eu estou querendo ler este livro, já tenho o ebook e logo logo vou me aventurar. Amo distopias, e tenho curiosidade quanto a escrita da Marie Lu. Adorei a resenha.


    Abraços,
    www.isaaczedecc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Quando crio muita expectativa para um livro e me decepciono sempre fico sem ter certeza absoluta se a culpa foi do livro ou da minha expectativa excessiva. Porque tem isso também, as vezes o livro é bom mas esperamos tanto que ele seja perfeito que ficamos decepcionados.

    Pela sua resenha, a temática futurista e de alteração de DNA é até bastante interessante, mas no momento estou cansada de livros com continuação.

    ResponderExcluir
  18. Oi..
    Não conhecia o livro, mas sempre que crio muitas expectativas acabo me desapontando.rsrs
    Quem sabe não foi por ter lido rapidinho ne? Vou esperar resenha do segundo.
    abraços.

    ResponderExcluir
  19. esse livro está na minha lista porque gosto muito de sua premissa, mas fiquei bem desanimada com a sua decepção, pois estou com medo de me decepcionar com a leitura também. Acho que vou esperar mais um pouco, pesquisar um pouco mais sobre a obra antes de decidir se leio ou não. Acho bem chato quando criamos muitas expectativas sobre um livro e ele fica bem aquém. Mas talvez você tenha razão, se a gente já sabe que a leitura não é tudo isso, não cria expectativas, né? Gostei da sua sinceridade!

    Tatiana

    ResponderExcluir