Resenha: Pseudônimo Mr. Queen - Loraine Pivatto

Autor: Loraine Pivatto
Páginas: 404
Ano: 2015
Editora: Edição do autor para divulgação
Adicione: Skoob


Sinopse: 
O ano é 2012,
Dia 21 de dezembro,
E a temida profecia maia acaba de se cumprir.
Cidades devastadas,
Ruas vazias,
A população mundial bruscamente reduzida,
E a história dos sobreviventes começa a ser contada.
Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.
Agora serão 2 vidas: 
A primeira até os 70 anos,
A segunda, a partir dos 20 e até os 100.
150 anos no total.
Nenhum segundo a mais.
A nova sociedade começa a surgir:
Sem desigualdade,
Sem dinheiro,
Sem doenças,
Sem possibilidade de mortes prematuras,
Exceto por uma maneira.
Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada.
Um segredo que precisa ser guardado.
Para salvar a sociedade de si mesma.


Resenha: Pois bem, eu nem sei por onde começar! Esse livro é uma loucura completa e eu fico pensando que a autora deve ser completamente pirada, excepcionalmente inteligente eu percebi que ela é!

"Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos.
Agora serão 2 vidas: A primeira até os 70 anos. A segunda, a partir dos 20 e até os 100. 150 anos no total. Nenhum segundo a mais. A nova sociedade começa a surgir: sem desigualdade, sem dinheiro, sem doenças, sem possibilidade de mortes prematuras, exceto por uma maneira."

A premissa é exatamente a da sinopse: 2 vidas! A primeira começava no momento que o mundo acabou, em 2012. A segunda imediatamente após os 70 anos da primeira vida encerrarem, a pessoa ressurgia, na outra vida, com 20 anos e toda uma bagagem da vida anterior. Sim ela carregava consigo as memórias da vida passada.
No dia, e na hora exata que completaria 70 anos....bummm....a vida ali acabava, e recomeçava em outra "dimensão", já que ocupava o mesmo lugar da vida anterior.

" Sonhei com minha falecida avó me contando que não haverá mortes. Nem suicídios, nem homicídios, nem acidentes e nem doenças fatais. Mas, convenhamos que é estranho isso, não?"

Em princípio eu achei que fosse uma distopia, já que o mundo tinha acabado e tal, mas não, classificaria mais como um romance, já que trata da vida das três mulheres da família Brandão.
Regina, que tinha quarenta e poucos anos quando o mundo acabou. Se vendo sozinha logo após surpreender seu marido com outra, sua amiga Vanessa. Esta logo de cara encontra Maria Eduarda, filha da rival, então criança, ela a cria, mas a menina só dá desgosto à ela, em dado momento têm uma briga tão feia que Regina se cansa e a manda embora. Esta aparece mais de um ano com uma filha nos braços, lhe entrega a menina e cai no mundo, Larissa Brandão então é criada como neta de Regina. O tempo passa, coisas acontecem, Larissa dá a luz à Vitória Brandão.

Estas três mulheres fortes, cada uma à sua maneira enfrentam desafios, na sua maioria amorosos para Larissa e Vitória.

Para Regina é mais difícil, pois ela "cai de para-quedas" em um mundo completamente diferente onde dinheiro já não existe mais, não tem moeda de trocas e todos são iguais.
As casas, os carros, tudo é igual parar todos, tanto que no novo mundo muitos apartamentos e casas somem, poucos lugares ficam em pé.
As casa devem ser iguais para todos, mas como o ser humano é por natureza ganancioso, alguns resolvem fazer para si casas mais majestosas, só para no outro dia, a casa ter sumido. E assim seguiram a vida com apenas uma certeza...Ninguém poderia morrer!!! Isso mesmo, todos, sem exceção  teriam uma vida plena até os 70 anos. Não haveriam mortes, não haveriam doenças, nada. E no dia do aniversário de 70 anos a pessoa morreria, ou seja, sumiria daquele plano e reaparecia no outro, com 20 anos de idade, tendo mais 80 para viver, nenhum dia a mais nem a menos.

"Ah! Os sobreviventes continuam os mesmos homens e mulheres da vida antiga, cheio de empáfia, arrogância e presunção. Ou talvez ainda piores. Mesmo com o mundo maravilhoso que tinham recebido, sem mortes prematuras ou doenças graves, sem discriminações e diferenças sociais, um mundo de fartura, no qual podiam dispor de todos os produtos e serviços existentes da natureza exuberante, as pessoas ainda se sentiam entendiadas, desvalorizadas ou aborrecidas"

Só que não esqueçamos que o ser humano é insatisfeito por natureza e o que deveria ser um coisa para esquecer, para viver plenamente, acaba se tornando a obsessão de alguns, a competição toma um lugar absurdo na vida de algumas pessoas além disso, descobrir como morrer é fundamental para outras. E até isso foi impressionantemente bem amarrado.
Não há como morrer, ou melhor, só há uma maneira de morrer e um pequeno grupo de amigos luta para manter esse segredo a salvo.

O enredo é todo amarrado de uma forma impressionante, as idades, os cálculos, tudo foi arranjado com maestria pela autora. Confesso que no início eu não gostei da leitura, pois ela é muito rápida...Assim como Regina tinha 40 anos ela já tinha 70 e ia morrer e eu me apeguei aos personagens...mas que droga Loraine!!!!
O interessante é que, haveria tempo para consertar ou reviver algo, sendo certo ou errado. Tinha a outra vida afinal...

"Pois é, vó. Cinquenta e cinco anos após o nosso primeiro beijo, resolvemos, finalmente, morar juntos - Larissa anunciou, aos risos, em um dos almoços na casa de Regina. - Não somos o casal mais rápido do mundo, mas acredito que após tantos desencontros, agora vai deslanchar."

Então rapidamente o tempo passa e Regina se vai e aí começou a filha dela e as histórias da Larissa, mas então já estava na hora da Vitória, que também já ia morrer....sério...fiquei furiosa, mas eu tinha esquecido da tal segunda vida e a iminência de um encontro. Tudo isso em meio à uma traição jamais descoberta, até que o livro termina....então vemos como e com que riqueza de detalhes tudo se encaixa perfeitamente bem, e então eu, depois de tudo isso, novamente eu digo...a inteligência da autora é algo a considerar!!!!



O livro faz parte de um Book Tour promovido pela própria autora, as folhas são brancas e o livro é sem orelhas mas como sei que ele foi confeccionado para esse fim,  não incomodou.
Não encontrei nenhum erro ortográfico ou de qualquer natureza.
Enfim, é uma leitura prazerosa e que te lava a pensar a vida, em como mesmo tendo todas as oportunidades o ser humano não deixa de querer o que não lhe é permitido. Mas que também mostra que nem todo ser humano é assim, uma grande parte quer conservar o que há de bom.

Pessoas...o livro ainda está  viajando. E a autora é  um amor. Tenho certeza que se alguém  se interessou é  só  chamá-la no skoob ou face.






18 comentários

  1. Meus sais.. só de ler a resenha me deu um nó com todas essas datas e idades todas... Não sei se leria o livro pela capa, mas confesso que a originalidade da obra me deixou bem curiosa... To boquiaberta com a sua resenha!
    Que loucura, cara!! Muitas 'dorgas' na cabeça (brincadeirinha viu?)... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk oi Raíssa, te aguardo no book tour, me mande um e-mail com o seu endereço que te coloco na lista. A fila já está por fevereiro/março, então é bom reservar um lugarzinho, aí qdo chegar a sua vez eu entro em contato antes do livro ser enviado para confirmar o envio ou, se não for uma época boa, passar outro leitor na frente ;-) Vc pode me enviar o seu endereço pelo e-mail lorainepivatto@gmail.com ou face ou skoob. Bjoss

      Excluir
  2. Olá, eu estou participando desse book tour e o livro vai chegar aqui pra mim em poucos dias, nem preciso falar que surtei ao ler a tua resenha kkkk estou morrendo de curiosidade para ler.

    ResponderExcluir
  3. Nossa que premissa intrigante e interessante, sua resenha só me deixou ainda mais curiosa para ler o livro que parece ser uma leitura bem promissora, enfim, adorei a resenha, parabéns.
    Estou seguindo e amando o blog <3
    Beijos.
    Tenho um blog sobre filmes, series, cultura no geral. Se puder dar uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  4. Amiga olha o livro me pareceu bastante interessante e me deu a impressão também de ser uma distopia, mas tu disse que não, que ele é mais voltado para o romance certo? Mas seilá se eu pegaria para ler agora, porque ando meia de ressaca literária =x Mas mesmo assim eu achei um livro interessante e gostaria SIM de conhecer, até porque posso também me surpreender com a estória. A gente nunca sabe =x

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/luz-camera-e-acao-12.html

    ResponderExcluir
  5. Vi várias pessoas se inscrevendo para o book tour, mas na época não me inscrevi simplesmente por ser muito apegada aos livros e ter desistido de participar de book tours por esse motivo... rs... e ainda bem que nem tentei porque não curto folhas brancas, mas livros sem orelhas me deixam muito mais enlouquecida! hahaha... A história parece interessante demais, mas com o livro nessas condições eu preferiria ler em ebook mesmo. Achei uma coisa muito louca isso de duas vidas, e com idades pré-definidas ainda, fiquei curiosa para saber qual é esse único jeito de morrer. Que bom que o enredo é todo bem amarrado, com certeza eu leria o livro.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  6. Oláaaa
    Acho que eu teria que ler esse livro pelo menos duas vezes para entender essa história.
    São muitas mulheres e muitas vidas, fiquei perdida kkkkk
    Fato que entendi e gostei foi da bondade de uma delas em criar uma criança que não gerou, mesmo depois de ter passado por uma grande decepção.
    História confusa, mas parece bem interessante.
    beijos
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Quando comecei a ler sua resenha fiquei um pouco confusa. 70 anos, 20 anos, 40 anos, morre, renasce. Mas durante o texto, entendi o enredo do livro e o que você achou da leitura. e adorei quando você disse que tudo se encaixa. Com tantos detalhes, seria muito fácil deixar uma peça solta durante a narrativa. Fiquei bem interessada pela leitura.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  8. Oiii!

    Acredito que esse é o enredo mais original que eu já li até agora. Pelo menos não li nada parecido. Eu gosto de livros com jogadas rápidas porque consigo ler em um dia só, mas concordo. é horrivel se encantar com um personagem e ter que se despedir ><
    A resenha tá linda!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Já tinha visto a capa do livro que achei muito interessante e futurística. Pela resenha o livro parece ser um pouco confuso mas interessante. Interessante este book tour promovido pela autora e gostaria muito de fazer parte de uma das parada dele kkk.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  10. Olá, nossa adorei a sua resenha a história parece bem diferente e inusitada, confesso que tenho numerofobia ( se é que existe) então corro de livros que tenham muitos números e datas, mas desejo de coração que a autora consiga ser um sucesso.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro, mas adorei a proposta. Com certeza iria ser muito estranho ter uma idade definida para morrer e retornar em outro plano com a carga da outra vida. Fiquei muito curiosa em saber qual a outra maneira para morrer. Com certeza irei ler o livro se tiver oportunidade.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  12. Olá! Estou louca para ler este livro, é o próximo da lista, estou com ele! Realmente, de cara, pensamos que é uma distopia, mas também acho que é um romance/drama. Eu achei a pegada psicológica super bem feita e pelo que já li dele, a autora é hiper inteligente! v Beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. A primeira vez que eu li a sinopse do livro eu fiquei curiosa e esperando ler uma resenha para saber um pouco mais. Terminei de ler sua postagem completamente confusa... sério! Fiquei com um monte de perguntas e pensando que o livro deve ser uma piração só - mas, pelo que percebi não é no sentido ruim da palavra. Ainda não sei se o livro entra ou não em minha lista de leituras, mas que ele chamou minha atenção, isso com certeza!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Flor
    Adoro esses livros pós-apocalípticos.
    Lembro da profecia e fiquei curiosa com um livro que se passa pela sua concretização.
    Achei a trama bem inteligente e pelo que você nos mostrou, é uma bola leitura com mulheres fortes e diferente contexto.
    Fiquei curiosa.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    Menina, que resenha! Foi bom lê-la, pois tive um gás a mais para ler a trama, já li o início, assim que o livro chegou, mas estava em uma maré ruim e não quis estragar a leitura com meu mal momento, por isso o deixei de lado, mas como é BT preciso ler logo, mas Jesus, rs. Bom, como já li outra obra da autora, sei que ela escreve super bem e amarra todas as pontas do livro e espero amar essa obra como gostei da anterior.

    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  16. Oiie,

    Gente que estória é essa? Quando li a sinopse pensei que era uma distopia, muito parecido, mas como você disse é um romance. Sabe que não sou chegada em essa estória que falam do fim do mundo, eu fico com pena dos personagens, tipo, como será que é viver sozinha? Nossa deve ser mega triste. Parabéns pela resenha e para a autora.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  17. Que livro mais doido, adorei! Gosto muito de livros que mexem com essa questão da morte (ausência de morte). Esse parece ser um livro bem original! Gostei mesmo!

    Erica Regina
    parado-na-estante.blogspot.com.br
    facebook.com/paradonaestante

    ResponderExcluir