Flores para Algernon - Daniel Keyes

8 de abril de 2021

Título:
Flores para Algernon 
Autor: Daniel Keyes
Páginas: 288
Ano: 2018
Editora: Aleph
Gênero: Drama, Ficção científica
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Aos 32 anos, Charlie trabalha na padaria Donners, ganha 11 dólares por semana e tem 68 de QI. Porém, uma cirurgia revolucionária promete aumentar a sua inteligência, considerada gravemente baixa. O problema? Enxergar o mundo com outros olhos e mente pode trazer sacrifícios para a sua própria realidade. E resta saber se Charlie Gordon está disposto a fazê-los.


Resenha: 



“... inteligência e educação sem doses de afeto humano não valem droga nenhuma.”

Flores para Algernon é um livro de ficção científica considerado um clássico da literatura Americana, do autor Daniel Keyes, publicado primeiro como um conto, ele ganhou o prêmio Hugo em 1959, seu sucesso garantiu uma reformulação anos depois sendo lançado como um romance epistolar, que foi premiado com o Nebula. Ele é leitura obrigatória nas escolas Americanas e já foi adaptado para outras mídias como teatro e cinema, o filme de 1968 garantiu ao ator principal um Oscar de melhor ator!

Para aqueles que não gostam ou estão acostumado com o gênero de ficção científica, este livro seria um excelente primeiro contato com o gênero. Primeiro que a parte científica não é o ponto focal do livro. Existe e é bem explicada, provavelmente na época da criação do livro muito do que foi imaginado estaria totalmente distante, hoje em dia, com muitos filmes e muitos avanços tecnológicos, o que o autor sugere não seja tão estranho aos leitores, talvez! Mas mesmo se for, é tudo bem explicado, pelo menos o que importa no livro. 

A edição que eu li é a da editora Aleph, maravilhosa tanto a edição física como a edição digital merecem ser lidas. Para quem gosta de ler ebook ele está disponível gratuitamente para os assinantes da Amazon Prime no Prime Reading, mas pode ser comprado independente de assinatura.


O livro acompanha Charlie um adulto que possui deficiência intelectual, que é quando a pessoa possui entre muitos e amplos aspectos um baixo Coeficiente de Inteligência, sua mente possui dificuldade para memorizar novas informações, aprender técnicas novas, dificuldade no raciocínio, fala e escrita entre outros fatores. Em muitos casos não existe o desenvolvimento emocional pleno, tornando eles mentalmente e emocionalmente eternas crianças. 

Porém, com esforço é muito disciplina, sendo bem assessorados educacional e apoio familiar, os deficientes intelectuais, podem aprender de forma delimitada, mas adquirem conhecimentos e são capazes de trabalhar e viver em sociedade. Ler esse livro vai mostrar o quão importante são esses fatores que citei acima!


“Não mimporto muito em ser famoso. Só quero ser esperto como as outras peçoas para poder ter amigus que gostam de mim.”

Mas voltando ao livro.

Charlie possui mais de 30 anos e vive uma vida voltado ao trabalho de ajudante em uma padaria, sua casa e as aulas para educação de adultos com retardo mental (termo usado no livro) 


Ele deseja muito ser esperto, acredita que a sua falta de inteligência é tudo o que transforma sua vida em algo que ele não deseja mais.


Então surge a oportunidade de participar de um estudo científico, onde existe a possibilidade de arrumarem seu cérebro e o fazerem ser inteligente.


O livro é sob o ponto de vista de Charlie e iremos acompanhar através de relatórios desse experimento os resultados para ele.

“Se você é intelijente você podi ter muitos amigos pra conversar e você nunca fica solitário sosinho o tempo todo.”


Por ser Charlie que escreve prestem bem atenção na evolução de sua grafia do primeiro relatório ao último, que uso maravilhoso da escrita para nos mostrar a evolução de um personagem sutilmente enquanto Lemos o que ele pensa e vemos o que está ocorrendo realmente! Amei!



O livro por se tratar de um tema tão incompreendido muitas vez, se torna uma leitura importante e bem pesada em alguns momentos. Mas mesmo com as possíveis dificuldade para ler recomendo a leitura.

Algumas situações descritas por Charlie em sua vida pode passar despercebido as pessoas que não tem nenhum contanto ou conhecimento sobre as deficiências intelectuais.

“Que estranho é o fato de pessoas de sensibilidade e sentimentos honestos, que não tirariam vantagem de um homem que nasceu sem braços ou pernas ou olhos, não verem problema em maltratar um homem com pouca inteligência.”

É um drama então iremos ler além dos relatórios uma história de pano de fundo, eu senti em muitos momentos que não tinha um único ser humano decente no livro! (Tem!) E Charlie durante seu desenvolvimento não é isento de nos fazer passar raiva não! O que tornou a leitura para mim bem fluida e prendeu minha atenção, foi mais um livro que devorei em um noite insone! E na hora fui em busca de amigas que leram para debater alguns pontos do livro! Eu precisava ter com quem conversar.

Recomendo para todos, mas apenas para faixa etárias acima dos 16 anos, já que possuem gatilhos emocionais e temas como sexualidade!


Até a próxima!

9 comentários

  1. Fiquei lendo a resenha e olhando meu livro ali na estante rs Eu preciso muito ler, mas estou tentando, só tentando, desencalhar os mais antigos na estante,mas ele está na meta de ser lido este ano e assim espero fazer!
    Tudo que li até hoje, foi só positivo, mesmo com estes gatilhos citados na sua resenha e eu penso, ou melhor, sinto, que vou amar de todo o meu coração Charlie!

    Beijo
    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Pra ser bem honesta eu já assisti tantos vídeos de booktubers falando desse livro e já li tanta resenha, q me deixou sem vontade nenhuma de ler, parece q tudo o q eu precisava saber, eu já sei... Mas não estou surpresa pq esse livro não é nem de perto o gênero q eu gosto de ler, eu entendo o quão incrível ele é, mas eu me conheço mto bem, eu não conseguiria terminar ele se pegasse pra ler... as vezes eu torço pra ele ser escolhido no meu clube do livro, aí me forçaria a ler kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Olá Vivian
    Esse é um livro favoritado por muitos blogueiros e booktubers.ja vi relatos de booktuber que foi às lágrimas lendo esse livro
    A proposta do livro é muito interessante pois trata de um tema pouco explorado na literatura e olha que foi escrito há muito tempo .muito boa a sua recomendação sobre a faixa etária e os gatilhos que tem na trama .
    Desejo ler sim

    ResponderExcluir
  4. Eu nao sou muito de ler ficção cientifica mas essas que falam mais do ser humando me interessam bem mais. Flores para algernon quero muito ler, mas espero que a expectativa q eu tenha do livro nao estrague a experiencia da leitura, e que eu aproveita bastante.
    Espero conseguir ler esse livro e mais de ficcao cientifica esse ano.

    ResponderExcluir
  5. Li Flores Para Algernon em uma leitura coletiva e foi uma leitura emocionante e inspiradora, que fugiu muito do que curto ler

    ResponderExcluir
  6. Eu comecei a ler, não é uma leitura fluida e fácil, mas é extremamente cativante. Você realmente quer saber o que vai acontecer com o personagem, com as suas dificuldades.
    Fiquei curiosa depois de ver tanta crítica positiva sobre ele. Realmente, um clássico!

    ResponderExcluir
  7. Vivian!
    Nossa! Deve ser uma ficção com drama imenso. Senti falta de falar sobre o experimento, o que me leva a crer que ele não é bem como pensamos...
    Vou baixar lá para ler, porque gosto muito dos livros que trazem transtornos psixológicos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Oi Vivian!
    Gostei quando você mencionou que o livro não é tão ficção científica assim, pois não gosto muito do gênero, mas a história chama muito a atenção. Achei muito interessante o livro ser narrado pelo personagem e ter a escrita do jeito que ele acha que seja, o que nos aproxima muito de sua dificuldade e ao mesmo tempo nos mostra o quão perceptivo e humano ele é. Já adicionei na lista de leituras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Apesar do gênero não ser um dos meus favoritos, o enredo parece ser bem interessante, ainda mais por se tratar de um clássico. Vai ser bem interessante poder acompanhar essa evolução do personagem e a maneira como as outras pessoas lidam com essa particularidade do protagonista.

    ResponderExcluir