Os Oito Primos - Louisa May Alcott

19 de janeiro de 2019

Título: Os Oito Primos
Autor: Louisa May Alcott
Páginas: 232
Ano: 2016
Editora: Pedrazul
Gênero: Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Rose é uma menina frágil e adoentada que, depois de ficar órfã, vai morar temporariamente com duas tias solteironas e ricas enquanto aguarda seu tutor legal, o tio Alec, voltar do exterior. A chegada do tio transforma completamente o ambiente sério da casa e, com seus ideais pouco convencionais sobre saúde e educação, ele, aos poucos, ganha a confiança da sobrinha e o respeito das irmãs. Criada apenas na companhia do pai, Rose se sente perdida em meio a tantos tios, tias e primos; mas é ali, cercada por sua numerosa e barulhenta família, que ela aprende a conviver com as diferenças, faz amizades e começa a ver o mundo com outros olhos.



Resenha:
“Rose, de fato, tinha alguns motivos para estar triste, pois não tinha mãe e também perdera o pai recentemente, o que deixou-a sem outro lar além desse onde passara a viver com suas tias-avós. Ela estava na casa há apenas uma semana e, embora as estimadas senhoras tentassem fazer o possível para deixá-la feliz, não haviam obtido muito sucesso, visto que Rose não era como nenhuma outra criança que elas conheciam, e as tias sentiam como se tivessem que cuidar de uma melancólica borboleta.”

Os Oito Primos é um romance de Louisa May Alcott conhecida pelo romance clássico Mulherzinhas, a primeira publicação de Os Oito Primos foi em 1875, agora, foi lançado no Brasil no formato digital pela Editora Pedra Azul em 2016.

Assim como seus demais romances, Alcott trouxe para Os Oito Primos uma história doce e cheia dos princípios de cavalheirismo, educação, devoção as pessoas próximas e lealdade familiar que ela valorizava tanto.

Rose é uma órfã, que se encontra em um triste momento de sua vida, após perder seu pai, (a mãe pouco mencionada nos dar a entender que faleceu anos antes) ela aguarda a chegada de seu tio e tutor, que ela infelizmente não conhece o suficiente. Morando com suas tias avós, ela é cercada de cuidados, porém todos a vêem como uma criança frágil e sem saúde para nada.

Por ter crescido com a companhia apenas de seu pai, que era alguém de saúde delicada, Rose, não cresceu tendo as aventuras comuns de outras crianças de sua idade, e isso se reflete em seus gostos e hábitos.

Porém, a chegada de Tio Alec seu tutor muda totalmente isso, ele é um médico que passou muitos anos viajando pelo mundo e tem opiniões diferentes dos habituais para época de como deveria ser a criação de uma dama da sociedade.

Com a chegada dele, ela começa ter mais contato com seus sete primos de quem tinha medo e certo receio, com a amizade deles, e sua presença ela vai desabrochando, começa a começa a ter uma vida muito mais saudável e ativa. Com muitas risadas e aventuras.

Um livro muito delicado onde podemos apreciar a beleza e inocência da infância tanto Rose como os primos tem suas vidas mudadas ao se conhecerem e se conectarem, os setes as aceitam como uma deles rapidamente e ensinam a ela a importância de um elo familiar com as crianças de sua idade ou aproximadas.

Rose também, não se aproxima somente dos sete primos, ela que tem uma personalidade gentil e educada, dá muito valor a suas tias e tios, devotando a eles seu tempo e sempre buscando trazer alegria a eles.

Com tio Alec, o vinculo vai ficando ainda mais forte, este homem, um solteirão e acostumado a sempre estar em movimento, a envolve com amor e carinho, porém de forma firme a educa para ser uma mulher independente.

“Minha criança, não espero que você me ame e confie em mim logo de uma vez, mas quero que acredite que colocarei todo meu coração neste novo dever; e, se eu fizer algo errado, e provavelmente farei, ninguém sofrerá mais amargamente do que eu por esse erro. É culpa minha que eu seja um estranho para você, quando o que eu quero é ser seu melhor amigo. Esse é um dos meus erros, e nunca me arrependi tão profundamente quanto agora. Seu pai e eu tivemos um desentendimento uma vez, e eu pensava que nunca fosse perdoá-lo; então, me afastei por anos. Graças a Deus, fizemos as pazes na última vez que o vi e, naquela ocasião, ele me disse que, se fosse obrigado a partir, deixaria sua garotinha sob meus cuidados como símbolo de seu amor. Não posso tomar o lugar dele, mas tentarei ser um pai para você; e, se aprender a me amar a metade do que amava aquele que você perdeu, serei um homem orgulhoso e feliz. Acredita nisso e está disposta a tentar?”

O livro se passa no espaço de um ano e já podemos imaginar como Rose será quando adulta. É impossível não torcer por sua felicidade assim como a de todos os Campbells

Um lindo e leve romance para quem gosta de romances de época e dramas familiares.

Uma nota importante, assim como em outros romances da autora, Rose é uma protagonista muito gentil e forte, ela tem um forte senso de moral e de certo e errado, mesmo quando erra, ela é a primeira a admitir sua culpa, e sempre busca agir corretamente. É em sua generosidade, um traço comum na escrita das heroínas de Alcott que vemos seu melhor lado. Ela não é afetada pelos preconceitos da época e está sempre desejando ajudar quem está ao seu lado. Notem a linda amizade entre ela e sua criada pessoal Phebe, a quem trata com amor e muito respeito.
“- A Senhorita me deu coisas mais doces que guloseimas, e não me esquecerei disso.”
Uma escrita tão doce de ler e que aquece nossos corações.


11 comentários

  1. Que resenha delicada e envolvente! Talvez se eu tivesse lido só a sinopse do livro não tivesse chamado minha atenção, mas sua resenha com certeza me convenceu! Este livro parece ter um enredo muito bom e a leitura parece fluir bem. Gostei logo de cara da Rose, do tio Alec e dos primos. Estou louca para ler e saber como tudo termina.
    Parabéns pela bela resenha!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite Bia, obrigada. E se livro foi uma leitura maravilhosa. Li em uma noite insone, eu adoro particularmente a escrita da autora, então fiquei muito feliz ao ver esse livro sendo lançado no Brasil.
      Espero que goste muito dele quando o ler.
      😄

      Excluir
  2. Olá! Tudo no livro despertou meu interesse, desde essa capa fofa, a sinopse e resenha que já mostram o quanto a história será fofa, açucarada e muito amorzinho, do jeito que eu amo. Fiquei bem empolgada em conhecer a história da nossa protagonista, que apesar de ter um começo bem triste, será de muito aprendizado, vai ser lindo e emocionante, já me apaixonei pelo Tio Alec e seus pensamentos e atitudes tão diferentes para época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Elizete.

      Este livro tem uma beleza ímpar, adorei o ler.
      Acredito que a autora tinha um modo de ver a vida que precisa ser resgatado.
      Espero que quando o ler tenha uma ótima experiência como eu tive.
      Bjs 😄

      Excluir
  3. Oi, Vivian
    Ainda não conhecia o livro, gostei da capa com essa menina meiga.
    Se não fosse sua resenha talvez só pela sinopse não me convidaria para ler.
    Gostei de como os tios e primos cuidaram de Rose, mesmo ela tendo liberdade e independência ainda dava atenção aos tios.
    Amei o último quote que tio Alec disse a ela, maravilhoso.
    Espero ter oportunidade de fazer essa agradável leitura.
    Beijos















    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luana,obrigada 😍
      Uma leitura muito agradável mesmo.
      Eu escolhi ele pela autora que já tive a oportunidade de conhecer saudades escrita, porém este livro foi um verdadeiro presente.
      Que possa o ler e ter essa experiência.
      Tenha uma ótima noite.
      Beijos.

      Excluir
  4. Oi Vivian,
    Uma história tão simples, e tão intensa ao mesmo tempo... É bem diferente do que costumo ler, primeiro por conta da época, ao mesmo tempo que a autora desconstrói alguns paradigmas, fica claro no começo que a própria protagonista tinha receio de algumas coisas, como se envolver mais com os primos.
    Já fico imaginando como o tio Alec é um personagem marcante e divertido, acredito que será um dos que mais vou gostar.
    Gostei bastante de como resenhou, me senti tentada a ler, a saber mais sobre essa família, e claro, sobre essa pequena protagonista!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória 😄
      Obrigada por ler, esse livro é um daqueles que te surpreende. Apesar de já conhecer a escrita da autora. Oito Primos me surpreendeu positivamente. Me apaixonei pela história e pelos personagens.
      Muito doce mesmo.
      Que ao ler ele tenha uma experiência tão agradável quando a minha.
      Beijos.

      Excluir
  5. Olá!
    A sua resenha me cativou pra ler essa história. Que parece ser tão fofo, gracioso e delicado.
    Adorei a personalidade da personagem principal e da família Campbells.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Breno. 😁
      Obrigada. Este livro foi uma leitura muito graciosa mesmo.
      Uma história simples e cotidiana, porém cheia de grande valor e doçura.
      Os personagens são cativantes
      Que ao ler você tenha uma experiência tão boa quanto eu tive.
      😉

      Excluir