A Grande Rainha - Marion Zimmer Bradley

13 de junho de 2018

Título: A Grande Rainha - As Brumas de Avalon, 2
Autor: Marion Zimmer Bradley
Páginas: 229
Ano: 1982
Editora: IMAGO
Gênero: Fantasia Histórica
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Em AS BRUMAS DE AVALON, Marion Zimmer Bradley reconta a lenda do rei Artur, descrevendo os seus esforços para unificar a Bretanha contra a invasão saxônica, a partir da perspectiva das poderosas mulheres do reino de Avalon e Camelot. Mesmo aqueles que normalmente não gostam das lendas de Artur irão se enantar com as mulheres por trás do trono. Morgana e Guinevere lutam pelo poder, usando Artur para promover as suas respectivas visões do mundo. As intrigas e a política do reino de Camelot descritas em AS BRUMAS DE AVALON se passam quando o cristianismo começa a dominar a ilha-nação da Bretanha estabelecendo o conflito com os cultos pagãos.

Resenha:

Todos se lembram de onde paramos em A Senhora da magia? Acho que sim ne?! Morgana fugindo de Avalon para Lot carregando o filho de Artur em seu ventre. Um final bombástico de arrancar os cabelos. Então ela fica lá em Lot e gera aquela criança que é descendente pura da linhagem real de Avalon. Revoltada com seu destino, porém, Morgana esconde a verdade sobre a origem de seu filho e após o nascimento o deixa sob os cuidados de sua tia e parte. Durante seu percurso pelo mundo ela tem diversas experiências e vai parar na corte de Artur, fazendo dela sua residência por longos anos.

Então, para aqueles que queriam Artur, agora vocês o tem. Ao retratar a vida de Morgana na corte conseguimos conhecer mais sobre seu irmão e sobre como ele se tornou o Grande Rei, amado e respeitado por todos. Conhecemos também Guinevere, a mulher cristã de Artur. Ela é outra das mulheres por trás do Grande Rei e o grande foco desse livro. Como cristã devota, consegue colocar Artur ao lados padres e o fazer se afastar cada vez mais do seu juramento perante Avalon. Esse é um ponto muito importante no livro, que acredito que ainda vai render muita coisa, porque retrata a luta entre pagãos e cristãos mostrando que a influência dos últimos crescia exponencialmente e quando fazem o rei abandonar a bandeira do Dragão e adotar a Cruz do cristo conseguem avançar ainda mais na conquista das terras pagãs.

Mas, apesar de Guinevere conseguir passar Artur para o seu lado ela esconde um segredo que a seus olhos a faz a maior das pecadores do mundo. Ela está apaixonada por outro homem. E adivinhem: é ninguém menos que Lancelote, o arrasador de corações que também possui o de Morgana. Honestamente, não sei como ela consegue olhar para outro homem tendo Artur ao seu lado, mas fazer o que. E o pior é que Lancelote retribui o amor de Guinevere e os dois ficam sem saber como agir: ou dão voz ao sentimento e traem a confiança de alguém tão caro aos dois como Artur, ou procuram negar e matar o que há entre eles.

E assim acontece o segundo livro da série As Brumas de Avalon. Acompanhamos a relação entre esses personagens e como isso afeta o curso das coisas na Bretanha. Guinevere não consegue dar um filho a Artur e a sucessão do trono é por muitas vezes questionada. Em outros momentos, o Grande Rei acha que o problema está com ele por não gerar filhos (nós sabemos da existência de seu filho, mas ele não) e por isso toma medidas bem radicais para seu tempo a fim de solucionar esse problema.

Os anos vão se passando, a Bretanha vai ficando mais em paz e entra em um estado adormecido de “mesmice”. Os cristão tomando cada vez mais espaço e Artur se distanciando de suas obrigações perante Avalon. Nesse meio tempo, Morgana se habitua tanto à vida na corte que perde um pouco de suas habilidades de sacerdotisa. Por vezes, ela se olha mais como a irmã do rei do que como sacerdotisa de Avalon. O fato de ter fugido de lá, abandonado suas obrigações como futura Senhora do Lago a fazem acreditar que Avalon já é um reino que não a pertence mais, que jamais a aceitaria de volta. Em seu íntimo, ela se envergonha por ter fugido, mas à medida que o tempo passa, esses sentimentos se enterram em seu coração e ela deixa de remoer e se preocupar.

Ela é uma personagem intrigante e muito identificável porque ela reconhece e honra seus defeitos. Não é a típica personagem principal que é perfeita e se vê como a vítima salvadora da pátria em muitas ocasiões. Ela sabe que as vezes precisa sair um pouco da linha e assume sua posição de mulher poderosa sem pestanejar. Me encanto muito com o jeito como ela foi construída por Marion Zimmer Bradley e quero muito que ela mantenha esse fogo e essa astúcia que tem dentro dela.

Também quero Artur, porque não deixo de me encantar com ele e todo seu esplendor e bondade. Confesso que desde o início não fui com a cara de Guinevere e acho que ela pode ser uma pedra no caminho de Morgana. Mas ok, faz parte. Quero só ver como essa relação triangular vai se desenvolver nos próximos livros. Então deixe-me partir para o terceiro: O Gamo-Rei.

11 comentários

  1. Oi, Maíra.

    A religião continuar sendo o grande contraste do livro, é bem relativo.

    Fica evidente nesse livro, o controle que a Guinevere exerce sobre o Arthur. E, isso, pode não ser bom. Ao mesmo tempo, torna o livro mais dinâmico, cheio de possibilidades.

    Nesse caso, eu não iria de um triângulo amoroso como esse...

    ResponderExcluir
  2. Lanceloti e Artur! Um triângulo amoroso? Ou só delírios de Guinevere?
    Ainda há muito o que acontecer neste clássico e vou aguardar ansiosa a resenha do próximo.
    Li esta saga tem tanto tempo, que deu vontade reler!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Maíra, essa é uma série que tem muitos fãs e é bem falada, infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler mas a tenho entre os livros que gostaria de ler futuramente. A história de Arthur, Morgana, Lancelot e companhia já foi contada de diversas formas e várias vezes, é uma das que gosto de acompanhar independente da forma, filme, série, livro e assim acho que irei gostar de ler essa série quando surgir a oportunidade ;)

    ResponderExcluir
  4. Ouço falar muito bem desta série e já tenho interesse na leitura dela faz um tempo. O gênero é totalmente novo para mim, visto que ainda não havia lido nenhum livro parecido. Aguardarei a resenha do próximo livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá Maíra! Eu tenho vontade de conhecer a história de Avalon mas sempre coloco outras séries como prioridade de leitura. Gosto muito da Era Medieval, principalmente acontecimentos históricos. Sem falar que esse romance se assemelha muito a um romance de época. Vamos ver se consigo botar a leitura em dia e dar uma chance à trama. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oii Maíra,foi depois lançamento da nova edição dessa história que eu comecei a ficar interessada em conhecer. Amo esse gênero e com certeza vou gostar dessa trama!

    ResponderExcluir
  7. Maíra, infelizmente ainda não li o primeiro livro ainda. Mas lendo a sua resenha do segundo,percebo como a história é interessante.
    Segredos,amores impossíveis, traições... Tudo o que uma boa trama precisa.

    NaN vejo a hora de poder ler.

    ResponderExcluir
  8. Maíra!
    Já tive oportunidade de ler todos os livros dessa série da autora e já faz alguns anos, mas ainda tenho bem presente toda a 'magia' do enredo.
    Amo tudo ligado ao reino do Rei Arthur e por incrível que pareça, amo Morgana...kkkkkk
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto muito de livros sobre o Rei Arthur, mas ainda não tive a oportunidade de começar essa série. Fiquei bem curiosa também pra saber como que vai ser esse desenrolar do triângulo amoroso. Espero poder começar a ler a série.

    ResponderExcluir
  10. Gosto dessas histórias antigas e que envolvem romance e ainda mais em saber que a personagem tem uma posição de mulher poderosa, o que me instiga mais a ler o livro porque as vezes é bom sair do normal e ver personagens mocinhas mais fortes.

    ResponderExcluir
  11. Oi Maíra!
    Já ouvi flar dessa série mas é a primeira resenha que leio sobre, gostei da capa, e tbm da resenha, o enredo parece ser bom, me prendeu atenção, espero ler um dia.
    Vou add aos desejados essa série.
    Bjs!

    ResponderExcluir