Cretino Abusado - Penelope Ward e Vi Keeland

12 de fevereiro de 2018

Título: Cretino Abusado
Autor: Penelope Ward e Vi Keeland
Páginas: 272
Ano: 2017
Editora: Essência
Gênero: Romance, Romance Hot
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Romance das autoras best-seller do The New York Times Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida. Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos. Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.

Resenha:


Aubrey Bloom após uma lamentável separação resolve mudar de vida e recomeçar. Com destino a Temecula na Califórnia, ela para em Nebraska para abastecer e esticar um pouco as pernas. Nesse pequeno intervalo de tempo, ela se depara com um lindo, sexy e arrogante australiano, Chance Bateman.
"Você não me engana. Quanto mais você tenta ser boa, mais anseia por ser má."
Chance Bateman seguia para Califórnia a bordo de sua Harley Davidson e por ironia de destino acaba ficando no prego, tendo de pegar carona com a tempestuosa Aubrey.  De início ela se nega a ajudá-lo, mas por uma repentina necessidade ela permite que ele entre no seu carro e no decorrer da curta viajem em sua vida.
"Às vezes, aqueles que usam os maiores escudos são os que protegem os maiores corações.”
Uma forte atração surge e a puritana Aubrey começa a ceder aos encantos de Chance, que por sua vez tenta se manter afastado daquela loirinha detestável, mas completamente apaixonante. Após discussões engraçadíssimas, atropelamento de uma cabra inocente e um casamento de mentirinha em Las Vegas eles finalmente se entregam e passam uma noite inesquecível.
“Minha cabeça estava tentando lidar com o fato que ele tinha deixado implícito que essa viagem era o máximo que teríamos. De um jeito típico, sempre que Chance me dava um pouco de esperança de que algo estava rolando entre nós, ele a arruinava em seguida.”
Ao despertar Aubrey se encontra sozinha mais uma vez... Chance simplesmente parte sem nenhuma explicação quebrando seu coração, confiança e destruindo seus sentimentos. Mesmo sofrendo ela segue sua vida e dois longos anos se passam.
"Eu estava mais confusa do que nunca. A única coisa que me parecia cera era: ao final desta viagem, eu ia acabar machucada."
Para Chance o tempo parece ter congelado e o sentimento que nutria por Aubrey ainda se fazia presente. Ele retorna na ilusão de mais uma vez conquistá-la, porém encontra uma mulher disposta a ignorá-lo e manter-se afastada. Ela tinha aprendido a lição e a última coisa que desejava era aquele cretino abusado em sua vida.

"Sou seu amigo por enquanto, mas isso não é o suficiente para mim. Nunca será. Quero você na minha cama todas as noites e na minha frente todas as manhãs na mesa do café. Porra, quero você de café da manhã. E não ficarei satisfeito até que eu te tenha por completo."
A narrativa é contada do ponto de vista de Aubrey e Chance facilitando muito o entendimento. O início foi dinâmico e bem engraçado, mas a partir do momento que Chance retorna a relutância de Aubrey em aceita-lo tornou a história bem arrastada. Não discordo que ela estava no direito de não querê-lo, mas essa parte acabou não funcionando para mim tornando-se repetitiva.

A história é agradável, cheia de dramalhão e rola aquela vontade básica de socar alguém no decorrer da obra. No geral a leitura é excitante e divertida, ideal para quem procura um romance despretensioso.

8 comentários

  1. Achei legal pelo jeitinho clichê daqueles romances que a gente sabe pra onde vai. Pode acabar ficando meio arrastado mesmo essa relutância da garota, mas aí só lendo pra entender se isso fica chato ou dá pra simpatizar e essas coisas. É fácil entender os motivos e medos dela, fácil se envolver com a trama por isso e ver como tudo vai ficar fica interessante.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que livros com essa temática não são meus preferidos ( hot), e apesar já tentar ter lido livros com esta proposta ainda não me animo muito apara a leitura. Confesso que ainda não conhecia o livro,mas não fiquei com vontade pois pelo visto não iria gostar da personalidade dos protagonistas. Achei bem escrita a resenha, mas por questão de gosto mesmo, não teria vontade de ler ele.

    ResponderExcluir
  3. Nádya!
    Que malvadeza não nos deixar saber quem é o terceiro personagem do livro…
    Aventura com muita confusão é bom demais, gosto de livros assim.
    Bom ver que Aubrrey e Chance tentam reconquistar um ao outro, mesmo com tantos altos e baixos.
    Deve ser uma leitura delicinha!
    Um carnaval de alegria e moderação e desejo uma nova semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto demais de estórias assim.rs
    Esse termo "cretino" tem sido muito usado em livros assim e isso é fascinante!
    Já tenho namorado este livro faz um tempinho e mesmo parecendo bem clichê, já está na listinha de desejados.
    Espero ler em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já tô de olho nesse livro e pelo que acompanho o enredo tá bem escrito não vejo a hora de poder ler e conhecer mais detalhes da história.
    bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu gostei da leitura, apesar de clichê, é aquele tipo de história que apesar de já saber o final, ainda te faz suspirar. Eu no lugar da Aubrey também não aceitaria assim tão fácil a volta do Chance (afinal foram 2 anos).

    ResponderExcluir
  7. Oi Nádya!
    Cretino Abusado está na minha lista de desejados, apesar do nome indicar algo bem hot, eu achei a história toda mais fofa, principalmente por Chance querer tanto conquistar a Aubrey!
    Quero ler em breve..
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    Gosto desse tipo de livro por que leio bem rápido e é isso que me salva das ressacas literárias. Vou ler sim, adoro livros que despertam muita emoções mesmo que que sejam em forma de socos imaginários.

    ResponderExcluir