As Sete Irmãs - Lucinda Riley

22 de dezembro de 2017

Título: As Sete Irmãs - A História de Maia As Sete Irmãs, 1
Autor: Lucinda Riley
Páginas: 480
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Gênero: Drama, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Em As sete irmãs, Lucinda Riley inicia uma saga familiar de fôlego, que levará os leitores a diversos recantos e épocas e a viver amores impossíveis, sonhos grandiosos e surpresas emocionantes.

Filha mais velha do enigmático Pa Salt, Maia D’Aplièse sempre levou uma vida calma e confortável na isolada casa da família às margens do lago Léman, na Suíça. Ao receber a notícia de que seu pai – que adotou Maia e suas cinco irmãs em recantos distantes do mundo – morreu, ela vê seu universo de segurança desaparecer.

Antes de partir, no entanto, Pa Salt deixou para as seis filhas dicas sobre o passado de cada uma. Abalada pela morte do pai e pelo reaparecimento súbito de um antigo namorado, Maia decide seguir as pistas de sua verdadeira origem – uma carta, coordenadas geográficas e um ladrilho de pedra-sabão –, que a fazem viajar para o Rio de Janeiro.

Lá ela se envolve com a atmosfera sensual da cidade e descobre que sua vida está ligada a uma comovente e trágica história de amor que teve como cenário a Paris da belle époque e a construção do Cristo Redentor.

Resenha: 

“O amor não conhece distância; não se divide em continentes. Seus olhos são como as estrelas.”
Com o livro As Sete Irmãs, teremos o início de uma série de sete romances baseados em volta da lenda de um agrupado de estrelas muito brilhantes designado por “sete irmãs”. Cada romance conta a história de uma das seis irmãs, todas nascidas de pais diferentes e adotadas ainda bebês por um homem rico, inteligente e muito misterioso chamado de Pa Salt. Pa Sal nomeou suas filhas adotivas com os nomes das estrelas na constelação: Maia, Alcyone (Ally), Asterope (Star), Celeano (Cece), Taygete (Tiggy), Electra e Merope. No entanto, a sétima irmã, Merope, jamais foi levada para casa, porque segundo Pa, ela nunca foi encontrada.

Quem estréia esse romance arrebatador é Maia, a primogênita. Todas cresceram na propriedade de Pa Sal chamado de  Atlantis - um esplêndido castelo isolado às margens do Lago Lérman na Suíça. Maia e suas irmãs tiveram uma infância feliz e foram muito amadas pelo pai adotivo e sua governanta Marina.

Adultas, todas seguiram suas vidas e carreiras, no entando, quando Pa Sal morre repentinamente de um ataque cardíaco as irmãs se reúnem em Atlantis para rememorar o homem que tinha sido um pai para todas elas. Para espanto das irmãs, elas descobrem que Pa Sal tinha deixado para cada uma delas um envelope contendo pistas sobre suas origens e na esfera no jardim do castelo, sete anéis - uma para cada irmã, com uma inscrição e com uma localização

Maia fica surpresa ao descobrir que sua própria origem começou na cidade do Rio de Janeiro no Brasil. Decidida a descobrir mais de si e do seu passado resolve viajar para o Brasil.
" - Acredito firmemente que, quando alguém nasce criativo é como se sua alma fosse um céu cheio de estrelas cadentes, ou um globo que gira constantemente em direção a qualquer musa que capture sua imaginação."
Já no Brasil e com a ajuda de um romancista brasileiro, Floriano Quintelas, Maia começa a se deparar com a história de uma jovem mulher chamada Izabela. Ela viveu no Rio durante os anos de 1920 e executou uma função importante na criação da estátua do Cristo Redentor. A partir do momento que Maia descobre mais e mais sobre Izabela, sua confiança em seguir em frente e segurar as rédeas de sua própria vida viram uma constante. Ela sabe que precisa ser firme se almeja atingir a felicidade antes que seja tarde demais.
“Se eu pudesse mudar as coisas, mudaria, eu juro. Lembre-se, estou livre para amar você, é você quem não está livre para me amar.”
Com uma narrativa que intercala presente e passado, a história é absolutamente absorvente e arrebatadora. A obra é um convite claro e eminente a horas de leitura. Achei singular e atual a idealização dessa série de livros e com certeza indico a leitura.
"[...] E acredito que os poderes superiores nos colocam certos obstáculos para nos obrigar a ficar completamente cientes de nossa situação. Cabe a nós tomar a decisão sobre o que fazer."


10 comentários

  1. Sou apaixonada pelas letras da Lucinda e este livro em especial, é maravilhoso!!! O amor entre as irmãs, sendo muito superior a todas as diferenças. O passado, batendo à porta a todo momento e essa maneira toda da autora de mesclar passado e presente, sem fazer com que o leitor se perca, fazem deste livro uma obra prima!
    A parte do Floriano também é perfeita e só veio a dar mais docilidade à história!
    Super recomendado!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse livro por toda a história que deu sobre o Rio de Janeiro e o Cristo Redentor. Foi aquele tipo de livro que me faz querer buscar mais sobre um lugar e por ele fiquei sabendo muita coisa que nem sabia daqui.
    Acompanhar a busca da Maia é bem interessante e dá aquela curiosidade boa pra entender as coisas com ela sabe? Ah gostei demais disso. Até a relação com o Floriano foi bem legal e só queria mais xD
    Ainda não li os outros da série, mas sou doida pra pegar e ler tudo. Dessa autora sempre acabo gostando.

    ResponderExcluir
  3. Livros que envolvem o presente e o passado, não me agrada. Principalmente quando temos que desvendar algum mistério. Mas, parece ser um livro surpreendente!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, parece encantador. Estou muito curiosa para ler os livros da Lucinda Riley, me agrada livros que tem mistério do passado dos protagonistas.

    ResponderExcluir
  5. Interessante observar o Brasil por uma perspectiva estrangeira, adorei essa história e a associação da constelação com o nome das meninas. É uma série muito grande, mas adoro livros que acompanham a história de cada personagem. A capa também é muito linda! Espero que a ambientação e descrição sejam precisas, caso um dia eu leia a história.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Nao sou muito fan dos livros da Lucinda Riley. Vou deixar a sugestão passar. Apesar de ter lido varias obras dela eu nunca me agradei em nenhuma

    ResponderExcluir
  7. Nádya!
    Simplesmente foi um dos melhores livros lidos por mim durante esse ano.
    Fico impressionada como a Lucinda consegue criar duas histórias dentro de um único livro e no final faz com que se complemente e torne tudo entrelaçado ao final.
    Uma semaninha abençoada na paz do Senhor e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. A história com certeza é única. Setes garotas adotadas, pai morre, deixa cartas sobre a origem de cada uma? O que me chamou a atenção foi isso da sétima irmã nunca foi levada para casa, nunca foi encontrada... oi?
    Curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Já li tantas resenha sobre esse livro que tenho muita curiosidade sobre ele. A trama é muito envolvente, uma historia intrigante com mistérios. Gostei muito!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Oi, Nádya!
    Ainda não li nada da Lucinda Riley mas algumas amigas me indicaram esse livro. E pelo jeito esse série promete muitas reviravoltas e descobertas espetaculares?!! Já quero!!
    Bjos

    ResponderExcluir