Luz, Câmera, Ação - Resenha do filme: A Teoria de Tudo

Diretor ou produtor: James Marsh
Ano (filmes): 2015
Gênero: Biografia, Drama
Elenco: Eddie Redmayne, Felicity Jones, Tom Prior
Nota:  
Sinopse: Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.






Resenha: Esse filme eu assisti ano passado e estava muito curiosa pelo fato de ser uma biografia de um astrofísico que conta sobre sua doença degenerativa e sua brilhante mente.

Não poderia esperar menos dos personagens. O filme conta não só a doença que o escritor tem, mas também que isso não o impossibilitou de fazer nada, ou seja, ele se apaixonou por uma aluna de Artes e mesmo ela sabendo que a doença motora degenerativa ia evoluir ela continuou com ele.

Muitas vezes com uma simples briga ou menos que isso o relacionamento termina. Mas aqui não, para você ver que ainda existe amor real! Ela namoram, noivaram e casaram. Tiveram filhos e ele continuou sendo astrofísico, estudando e escreve até hoje livro de sua área e esse é uma biografia da sua vida.




Trailer: A teoria de tudo





Não estou dizendo que foi fácil para ele. Longe disso, mas, com certeza, se as pessoas pensassem mais em como melhor não só a si o mundo iria melhor muito em todos os sentidos.





Foto do casamento deles e no filme. E a arte imita a vida... 
Se você se colocasse na vida da pessoa  e o que poderia ela estar pensando, pois ele tinha toda a vida pela frente e aos 21 um anos essa doença o acometeu, porém ele não desistiu de continuar sendo um estudioso e está vivendo bem mais que a medicina imaginava. 




Que tal parar para ver esse filme. Se encantar, saber mais sobre esse astrofísico e sua história de perto e real, verdadeira e brilhante. 

Espero que gostem. Até a próxima!


Nenhum comentário

Postar um comentário