Luz, Câmera, Ação! Resenha do filme:The Spirit of Christmas

Direção: David Jackson
Gênero: Romance
Origem: Estados Unidos / Reino Unido
Duração: 1h 31min
Tipo: Longa-metragem
Ano: 2015
Elenco: Jen Lilley, Thomas Beaudoin, Kati Salowsky
Nota:   
Sinopse: O Natal esta chegando, do e a advogada Kate Jordan viaja para Vermont para cuidar da venda de uma pousada, onde se apaixona por um lindo, mas amaldiçoado, fantasma.





Resenha: O filme começa com um assassinato, bem no dia do natal. Num momento muito aguardado por Daniel e Lilly, sua amada esposa. Daí o filme dá um salto e já mostra a advogada Kate recebendo uma estranha incumbência. Vender uma antiga pousada, que é considerada mal assombrada. E é aí que a magia acontece. Ela sai de uma cidade grande e vai ao local da dita casa, onde encontra um avaliador de bens fugindo do local, muito assustado e pálido! Kkkkk... É até hilária a cena.

Kate é obrigada a dormir na pousada sozinha, já que todos foram liberados pelo gerente. A intenção dela é ficar e avaliar a imóvel, porém é surpreendida por um lindo e atraente fantasma. Daniel. O verdadeiro dono da casa, e que não quer que a mesma seja vendida. Eles travam uma briga engraçada e ela não o leva a sério. Seu único objetivo é vender o lugar e receber uma promoção no escritório de advocacia ao qual ela trabalha.

Daniel tenta de tudo para expulsá-la da pensão, porém ela é persistente e não sucumbe às suas ameaças. Quando vê que nada adiantará ele a conta um segredo sobre seu estado fantasmagórico. E ela o promete ajudar a descobrir porque ele não consegue sair da casa. O tempo vai passando e eles passam a se conhecer melhor. Ela descobre que durante todo o período do natal ele toma a forma humana e pode fazer qualquer coisa de humano. Comer, tomar banho, socializar como uma pessoa comum, eu já falei comer? Kkkkk.

Em sua pesquisa para descobrir o porquê de Daniel não seguir o curso dos fantasmas, Kate descobre que rolava uma trama entre irmãos, os dois amavam a mesma mulher. E Daniel, claro, foi o escolhido por ela. E para dar a ela uma vida melhor, e manter a pousada funcionando Daniel se mete com pessoas ruins, contrabandeando bebida alcoólica e se pondo em perigo. Correndo risco de pegar uma gripe ou pior, ser assassinado. O filme é todo praticamente duas historias em uma. Ele conta a historia do fantasma antes, sua vida há 95 anos, e hoje, sua insistente teimosia em assustar as pessoas que se interessam em adquirir a pousada. Rsrs.

Aos poucos Kate e Daniel vão se aproximando, se conhecendo... Se apaixonando. Neste ínterim ela precisa retornar a sua cidade e deixar a pensão. E é aí que eles percebem o quanto sentem a falta um do outro, e quanto se gostam.

E na esperada véspera de natal, tudo se esclarece. Kate volta a pensão para passar as festividades, e num dado momento Daniel e ela se beijam. Selando assim seus sentimentos. Daí Daniel tem umas visões do dia de sua morte, e descobre como morreu, e por quem ele foi morto. E mais, descobre que sua amada esposa após sua morte teve que tomar medidas extraordinárias, para não ter que enfrentar certas pessoas sozinha.

O filme é lindo, tem todo aquele climinha de natal, com pessoas felizes e tentando resolver problemas do passado. Perdoando e seguindo em frente. Amei, comédias românticas sempre me tocam e esse fez o seu papel. Com uma pitada de mistério e drama, ele nos prende do inicio ao fim. Recomendo-o a todos que gostam de uma boa dose romance com pitadas espírito natalino 😊.

Um comentário

  1. Vc sabe me dizer se tem o livro deste filme ?
    Assisti ao filme e adorei !
    Se tiver o livro , deve ser mil vezes melhor . O filme prendeu minha atenção do início ao fim.
    Obrigada !

    ResponderExcluir