Resenha: Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock


Autor: Ka Hancock
Páginas: 336
Ano: 2013
Editora: Arqueiro
Adicione: Skoob

Sinopse: Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.
Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.
Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

Resenha: Dançando sobre cacos de vidro é um livro brutal, realista e, ao mesmo tempo, mágico e sonhador.

Lucy e Mickey se apaixonam a primeira vista e, apesar de todos os contras que eles possuem (ela tem câncer, ele é bipolar), decidem apostar em um relacionamento mágico, porém, baseado em um acordo bem real escrito em um papel e exposto onde sempre será visto e jamais esquecido.
É esse acordo que torna possível a eles conseguirem manter um casamento por onze anos. Um dos acordos estabelecidos por ambos, devido ao câncer de Lucy, é o fato de decidirem nunca ter filhos. Porém o destino decidiu outra coisa e eles se vêem, após uma ligação nas trompas de Lucy, com um bebê a caminho.

"Um bebê. A ideia me alçou a um lugar totalmente desconhecido. Um lugar onde eu quase podia imaginar o pequeno peso de um bebê nos braços de outra pessoa, qualquer um, menos eu. Cabecinha, mãos e pés minúsculos, tudo novo para mim. Um bebê. Uma família. Nossa tentativa de imortalidade."

E é então que todas as bases “seguras” que mantinham seu casamento no eixo, caem por terra e eles se veem colocando seu relacionamento à prova.
Junto a tudo isso, Lucy ainda tem que lutar para manter sua decisão, visto que todos estão contra ela. Mas qual será o preço pago por sua escolha?





Lendo a sinopse, minha primeira impressão foi a de estar prestes a ler uma história com uma dose pesada de ficção daquelas presentes apenas em filmes, sabe? Minha reflexão sobre a sinopse começa me perguntando qual a probabilidade de uma pessoa com câncer se casar com um bipolar? E, ainda mais que essa união dure onze anos? Não que eu tenha algo contra, de forma alguma. Mas sabemos que ambos os diagnósticos trazem um peso considerável para o paciente, família e amigos.
Imagine a pessoa ter que conviver com seus medos, escolhas e a instabilidade física/emocional próprias de sua condição, e, somando-se a isso,  ter que lidar com uma carga emocional e afetiva adicionada pelo seu cônjuge?

Toda essa especulação sobre a sinopse se confirmaram em minha leitura. Sim, uma pequena chance entre muitas de isso acontecer, porém, me fez refletir sobre escolhas na vida. E eu consegui sentir na pele, através de minha leitura, o que  esse casal sentiu. E digo mais... me surpreendi ao perceber que muitas das escolhas que Lucy fez eu também faria.

Acredito que são momentos delicados e escolhas difíceis, porém a vida é uma só. Eu deixaria a oportunidade do amor passar apenas porque a pessoa tem um transtorno que, muitas vezes, assusta a sociedade? E se eu deixasse, conseguiria conviver com o peso dessa decisão? Perguntas e mais perguntas que só podem ser respondidas vivendo na pele.

Literalmente viajei na trama. Ri de alguns combinados entre eles que, já de cara, sabia que não iriam se cumprir, me emocionei com a força com que lutaram para manter esse relacionamento tão atípico, senti a insegurança frente à temida possibilidade de um bebê que traria consigo as doenças genéticas, me revoltei com algumas decisões dos familiares, e chorei e muito! Mas sem spoilers rsrs.

“Dançando sobre cacos de vidro” com certeza se tornou um de meus queridinhos! Um livro emocionante, com certa pitada de polêmica sobre preconceitos e controvérsias na família e, acima de tudo, um livro sobre o verdadeiro amor e suas adversidades, amor conjugal e amor materno.

Super indico a leitura e espero que gostem assim como eu. E não se esqueçam de ter sempre por perto uma caixa de lenços, vocês vão precisar!

20 comentários

  1. Opa! Primeiro comentário, e confesso que adorei esse livro, premissa é tentadora. Gosto de livros que de certa forma tem um lado polêmico e deixa o leitor com aquela vontade em ler. Excelente resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeee primeiro lugar hein rsrs
      Obrigada Rafael!
      Também tenho uma quedinha por esse gênero e principalmente quando nos fazem refletir sobre temas polêmicos que parecem estar longe de nossa realidade, mas pode acontecer com qualquer um...

      Bjinhus

      Excluir
  2. Oiee

    Eu tive os mesmos questionamentos com a sinopse desse livro.
    Durante a leitura tive um turbilhão de sentimentos, precisei dar algumas pausas para depois retornar a leitura. E sim, chorei muito. Esse com certeza foi um livro que trouxe uma carga emocional enorme para mim.
    Sua resenha ficou ótima!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fernanda!
      Com certeza esse livro ficará na história... o queridinho de muitos!!!
      Livro intenso,emocionante com uma grande lição!

      bjinhus

      Excluir
  3. Ooi! Eu lembro que quando li a primeira resenha sobre esse livro, me emocionei com a sinopse e com as palavras da resenhista, e agora lendo a sua,a emoção voltou com tudo. É um livro interessante e que fala sobre as próprias lutas, escolhas, superações... Espero um dia ter a chance de ler.
    Parabéns pela resenha <3
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ruhh!
      E só tenho uma coisa a lhe dizer: leia! rsrs
      Ele vai te prender do início ao fim, te emocionar, te ensinar muito... assim como sua lida na resenha.

      Boa leitura e bjinhus!

      Excluir
  4. Olá,

    Esse livro realmente parece ser tocante e fiquei com vontade de conhecer a obra.

    Grande Abraço
    oblogcaentrenos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Viviane!
      Ele é sim muito tocante e intenso... mexe com nossas bases! Não perca a oportunidade de lê-lo e já deixe à mão a caixinha de lenços!!! Vai precisar!
      Super indico que leia e sinta na pele todas as emoções que tantos leitores já sentiram com essa história maravilhosa!

      Bjinhus

      Excluir
  5. Oi, eu sou louca para ler esse livro, mas sempre fico com receio por causa da carga emocional que ele passa, parecendo ser um livro meio denso e reflexivo, mas lendo sua resenha, deu uma vontade louca de correr e ler esse livro, mas acho que ainda não estou preparada psicologicamente para ler esse livro. Num futuro com certeza lerei.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thatyane!

      este livro é bastante intenso e tocante! E super respeito o receio de lê-lo, afinal temos que estar prontos para receber todo o sentimento que a leitura passa! Mas indico a leitura e sempre indico que as pessoas não apenas leiam, mas consigam refletir sobre o que tirar de bom de todo o drama vivenciado... assim fica mais leve!
      Pelo menos funciona comigo ;)

      bjinhus

      Excluir
  6. Oiee ^^
    Eu sempre tive curiosidade de ler este livro, mas ainda não criei coragem para comprá-lo. Parece bem improvável mesmo que uma pessoa bipolar se case com alguém que tenha câncer, mas o amor é estranho e não parece se importar com isso, né? Parece ser uma história belíssima e emocionante, mas eu já estou com medo de lê-lo e alguém morrer...haha' acho que vou ter que lê-lo mesmo para conferir :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dryh!

      Sou amante do gênero, apesar de todas as lágrimas derramadas e das horas que passo refletindo após o término da leitura.
      Eu sofro deste mesmo mal, rsrs... vou lendo com o coração na mão, receando que algum personagem morra... mas enfrento o medo e vou! rsrs

      Super indico a leitura! Vai tirar muitas lições após refletir!

      Bjinhusss

      Excluir
  7. Ola Neide lindona eu confesso que estou sem coragem de ler esse livro, pela gama de emoção que passa ao leitor e sei que irei chorar rios de lágrimas e vai me abalar, escolhas difíceis imagino a carga emocional. Ainda estou adiando a leitura, fico feliz que gostou e apreciou o livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher... enfrenta esse medo e vai com a cara e a coragem, rsrs
      Vai chorar, com certeza, mas vai rir também e se emocionar com as reflexões que a leitura provoca!

      Super recomendo! Bjinhusss

      Excluir
  8. Oi.

    Parece ser um livro maravilhoso, por isso já entrou pra minha lista de futuras leituras. Acho que vou me apaixonar por esse livro, ele tem tudo que gosto em uma obra. Primeiro vou me preparar para as emoções que vou sentir ao ler, mas sei que vou gostar de cada momento.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniela!

      Leia sim! e não tema... apenas separe uma caixinha de lenços, rsrs
      É um livro lindo, intenso e cativante! com muitas lições de vida!

      Boa leitura! Bjinhusss

      Excluir
  9. Oiii! Eu fiquei super interessada quando li a sinopse. Com toda a certeza deve ser uma leitura para lá de emocionante e penso como você, não deixaria a oportunidade de viver um amor por causa de um distúrbio que a sociedade finge que não existe. E imagino como eles ficaram quando souberam da gravidez, fiquei louca para ler. beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, Suzana!
      Vai se apaixonar e com certeza vai se tornar um de seus queridinhos também!


      Boa leitura!
      Bjinhussss

      Excluir
  10. Oie
    eu sou louca para ler esse livro, parece ser uma leitura realmente emocionante e tocante, sua resenha me deioxu ainda mais com vontade e espero gostar tanto quanto você, gosto muito desse gênero e o enredo está lindo

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Catharina!

      Que bom que contribui para seu interesse na leitura...

      Acredite... você não sairá a mesma depois da leitura desse livro... é uma bela lição de vida!
      Leitura intensa, carregada de emoção, com quebra de preconceitos e acima de tudo superação!

      Boa leitura e bjinhusss

      Excluir