Resenha: O Rebelde - Jack Whyte

Autor: Jack Whyte
Páginas: 400
Ano: 2012
Editora: Fantasy - Casa da palavra
Adicione: Skoob



Sinopse: Algumas horas antes do amanhecer do dia 24 de agosto de 1305, na prisão Smithfield em Londres, o fora da lei William Wallace, prestes a ser executado, recebe a visita de um padre escocês para ouvir sua última confissão- a declaração de uma vida emocionante, violenta e surpreendente.
Neste relato, William Wallace apresenta suas várias faces – como fora da lei e fugitivo, herói e patriota, rebelde e lenda. Ele foi mais que um guerreiro. Toda a sua coragem, bravura e perseverança, assim como seus ideais e seu patriotismo o levaram a abandonar as pessoas que amava para salvar seu país. Ele lutou pela união, paz e prosperidade da escócia até se tornar prisioneiro, entregue pelo seu próprio povo.
William Wallace foi a primeira figura heroica das guerras da Independência da Escócia e traz vida para a trilogia de Jack Whyte, seguido por dois compatriotas: Robert Bruce – o rei dos escoceses e o verdadeiro Coração Valente, e Sir James Douglas, que carregou o coração de Bruce em um recipiente de chumbo em direção à Terra Santa.
O comportamento desses três guerreiros, suas atitudes lendárias e narrativas de fuga, empenho, honra e selvageria medieval formam a alma e o conteúdo de uma romance épico sobre homens dispostos a tudo para colocar novamente de pé um país ajoelhado.

Resenha: O Rebelde nos apresenta através da perspectiva do Padre James Wallace, primo de William Wallace, a história de como ele se tornou uma lenda, um dos rebeldes mais ferozes da Revolução Escocesa contra os ingleses.

A história começa nos mostrando um William Wallace ainda criança, porém, já consciente de toda a maldade que há no mundo, fugindo junto com seu primo de soldados ingleses que, além de assassinarem toda sua família, os estupraram.

Ao fugirem, acabam conhecendo um homem chamado Ewan, que os toma sob sua proteção, levando-os para a casa de seu tio, onde os três são acolhidos e passam a viver.

O livro narra, então, desde a infância deles, passando pela adolescência, até chegarem à idade adulta. Logo de cara, percebemos, pelo desenrolar dos fatos, que os dois primos vão trilhar caminhos bem diferentes entre si. Enquanto Will possui habilidades para o uso do arco e flecha e luta com bastões, Jamie demonstra maior inclinação para os estudos e, por fim, se torna padre.

O livro conta também, de forma um tanto breve, o início do romance entre Will e Mirren e o consequente casamento.

Devido a frágil situação entre os ingleses e escoceses, os ânimos ficam agitados em toda a Escócia. E, por mais que Will tente com todas as forças se abster de ter qualquer contato com os ingleses que tanto odeia, alguns acontecimentos inesperados acabam por arrastá-lo para a luta, fazendo com que ele se torne um fora da lei. Ele e sua família são obrigados a viver escondidos na floresta de Selkirk.

Lá, Will acaba por se tornar o líder de um bando de foras da lei intitulados: Os Verdes. Liderando diversos saques aos carregamentos dos ingleses, como retaliação por atrocidades cometidas contra os escoceses.

Desde o começo, ele é requisitado como um líder na guerra que se aproxima, mas, com a chegada de seu primeiro filho, ele jura permanecer nos bastidores, apenas orientando seus homens, porém, sem lutar.

As primeiras partes do livro nos apresenta um Will mais tranquilo, pai e marido amoroso e com um humor contagiante. Porém, nos momentos finais do livro, uma tragédia sem proporções acorda a fera adormecida dentro dele, fazendo com que o William Wallace sanguinário, violento e vingativo venha à tona.



Não sabia da existência deste livro, e, quando o comprei, ao ler a sinopse e saber que retratava a vida de William Wallace, o guerreiro escocês do filme Coração Valente com Mel Gibson, me senti duplamente empolgada e ansiosa para lê-lo. E não me decepcionei, o livro me fez mergulhar de cabeça em uma Escócia medieval, com cavaleiros e guerreiros, uma terra cheia de intrigas políticas, lutas pelo poder e traição por todos os lados.

Gostei muito da forma como Will foi retratado, um jovem culto que falava latim, mas, que trazia dentro de si uma selvageria instintiva que ameaçava escapar a todo o momento. Sendo assim, vi a dualidade que há no ser humano, onde o bem e o mal andam sempre lado a lado.

O livro descreve bastante as intrigas pelo poder entre os nobres, a realeza e a Igreja, enfatizando bem a dualidade da Igreja que usa a palavra de Deus para justificar atos de cobiça.

Achei emocionante a história de amor de Will e Mirren, mas, para uma pessoa romântica ao extremo como eu, gostaria que tivesse sido mais aprofundada. Porém, entendo que o foco do livro é a guerra e intrigas, ficando o romance como pano de fundo, mas nem por isso deixou de ser poderoso e arrebatador, mesmo breve.

Fazendo uma comparação livro X filme, digo que há poucas semelhanças. Mesmo o livro sendo escrito depois do lançamento do filme, houve uma preocupação do autor de ser fiel à verdadeira história, e não apenas produzir algo comercial. Jack Whyte fez uma investigação minuciosa, se dispondo a ir até a Escócia para vivenciar através de dados históricos e da cultura, que ainda permanece viva, para ser o mais fiel possível á extraordinária trajetória de William Wallace, que, até hoje, é tido como uma lenda.

São duas obras distintas, mas cada uma possui seus atrativos. Indico que conheçam as duas, pois não se arrependerão!

28 comentários

  1. Olá
    Nyaa que legal, adorei saber da existencia desse livro, não sou chegada ao famoso filme, mas me interesso demais pela história escocesa.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dani! Tenho certeza que vai amar! Ele traz detalhes sobre a guerra e a cultura da época que não foram expostos no filme e nos fazem ter uma melhor visão da história. Simplesmente amei!
      Espero que goste da leitura!

      bjinhus

      Excluir
  2. Nossa eu não sabia que esse livro existia, o filme eu juro que já tentei ver umas mil vezes mas não rola, não flui para mim. Mas irei tentar ler o livro quem sabe eu goste.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karine! Eu sou suspeita para falar... amo esse filme e choro litros rsrs... Porém, mesmo sem ter assistido ou não sendo fã do filme, é uma boa dica de leitura, por seus dados históricos e culturais.

      Espero que goste!

      bjinhus

      Excluir
  3. Olá,

    Não sabia da existência desse livro e preciso dizer que fiquei muito empolgada com a história. Além do fato de gostar de livros que retratam guerras e o mundo medieval, também gosto muito de personagens fortes, que passaram por maus bocados e aprendem a se virar por conta própria. Fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre o Will. Com certeza vou incluir esse livro nas minhas leituras. Fico feliz que a sua leitura tenha sido satisfatória.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vivianne!
      Se gosta desse gênero, super indico essa leitura! Pelo menos para mim, foi uma leitura que fluiu sem muitos esforços e, como já tinha assistido o filme, pude tecer em minha mente algumas críticas e comparações... Mas a história por si mesma já é cativante!
      Espero que também se encante com o livro e aguardo sua opinião!

      bjinhus.

      Excluir
  4. Eu não conhecia o livro mas sou fascinada por histórias com esse teor e fiquei muito curiosa para ler também. Não gostei muito da capa, mas após ler a resenha eu gostei mais dela, porque vi que é bem parecida mesmo com o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Beatriz!
      A capa também não me cativou muito, e sou mega fascinada por capas! rsrs
      Mas a sinopse me atraiu e o conteúdo correspondeu as minhas expectativas!
      Espero que leia e também viaje nessa história maravilhosa!

      bjinhus.

      Excluir
  5. Olá; acho que já havia visto falar do filme, mas não sabia da existência do livro (só a capa me chamaria a tenção se eu já tivesse visto ela). Pela sua resenha, parece uma história interessante, especialmente por trazer essa ambiguidade do personagem, presente em muitas pessoas. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marijleite!

      Sou suspeita para falar do filme... já assisti inúmeras vezes, rsrs. E fiquei muito feliz quando vi o livro, e, apesar das diferenças entre ambos, adorei a leitura e super indico!

      Obrigada!

      bjinhus.

      Excluir
  6. Oie!
    Eu gosto de livros que trazem a realidade misturada a ficção, pois sempre conhecemos mais do período que o autor pesquisou, e até mesmo conhece mais dos motivos das atitudes dos mesmos. Eu ainda não conferi esse livro, mas a história me deixou bastante curiosa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carla!

      Também curto isso! E o fato de o escritor ter ido mais a fundo na história retratada no filme, me cativou ainda mais! A leitura com certeza ficou mais rica!

      Espero que leia e também se deleite com essa maravilhosa história!

      bjinhus.

      Excluir
  7. Meninaaaa, que livro!
    Sou apaixonada por histórias assim que nos proporcionam conhecimento de partes meio desconhecidas da história.
    Já assisti ao filme e adorei! Mas não sabia que havia um livro e é muito bom saber que o autor procurou ser mais fiel à realidade.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Gabrielle!
      Também achei muito legal a iniciativa do autor, assim não ficou muito "copia e cola" do filme, nos deixando mais empolgadas com a leitura! E para quem gosta desse gênero, este livro é um prato cheio! rsrs

      bjinhus!

      Excluir
  8. OIee Tudo bom??

    Eu também não conhecia a existência desse livro, mas se visse na livraria, eu compraria.
    Começando com essa capa, que realmente chama atenção. E o enredo? Que maravilhoso, adoro livros que contam mais sobre a vida de alguns personagens que já conhecemos de outros livros, filmes, ou mesmo da historia.
    Com certeza , vou lê-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lud!

      Fico muito feliz que tenha se empolgado! Não irá se arrepender!
      Confesso que a capa não me chamou muito a atenção, mas nem por isso deixei de lê-lo rsrs.
      Essa, com certeza, é uma ótima leitura não só pela história tocante, mas também pelo teor histórico!

      Espero que goste da leitura! Aguardo sua opinião.

      bjunhus.

      Excluir
  9. Oi..
    Ainda não conhecia o livro, mas ele não me chamou muita atençao..
    adorei sua resenha.
    um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Flávia!

      Se gosta de livros desse gênero, super indico a leitura! A capa não me chamou muito a atenção, porém, me atentei a sinopse e, confesso, que superou minhas expectativas!

      Te convido a ler e tirar suas próprias conclusões.

      Bjinhus!

      Excluir
  10. Oioi! Tudo bem?
    Ainda nao leio mtos livro da Fantasy e fiquei interessada no livro O Rebelde de Jack Whyte, depois de ler mais sobre a historia aqui.
    Já vi que é do jeito que eu gosto e vou ficar doida com a leitura hehe.
    Fiquei curiosa com as intrigas pelo poder entre os nobres, a realeza e a Igreja, sempre rende mta historia.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suzzy!

      Apesar de ser um livro extenso, é uma leitura prazerosa!E esses dados que citou deixam mesmo a história mais interessante e dão à história um enredo mais intrigante.
      E, se gosta desse gênero, tenho certeza que vai amar!

      Espero que goste da leitura! Aguardo sua opinião.

      bjinhus.

      Excluir
  11. Oie
    acho que não conhecia a obra, mas depois de tantos elogios fiquei bem curiosa, o enredo está interessante e gosto bastante do gênero, que bom que curtiu e indica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Catharina!

      Sou uma viciada em leitura! E, confesso, que livros desse gênero tem que me prender muito para ler até o fim, rsrs.
      Apesar de trazer dados históricos e culturais, não ficou cansativo de forma alguma!

      Super indico!
      bjinhus.

      Excluir
  12. Olá Neide!!!
    Juro que só ouvi falar desse filme, porque minha mãe já assistiu ele! Porém eu nunca tive muita vontade de conhecer o filme, mas esse livro parece ter um enredo tão bom que bateu uma baita curiosidade *-*
    Até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Antonia!

      Sou apaixonada pelo filme e, ainda mais pelo livro, rsrs.
      Indico os dois!

      bjinhus.

      Excluir
  13. Olá, não conhecia esse livro e não sabia da sua conexão com o filme. Não sou muito fã da temática, mas leria só pela curiosidade. Parabéns pela resenha.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Raquel!

      Eu também não era muito fã, mas confesso que a leitura fluiu, pode ser que por influência do filme, que particularmente amooo!
      Gostei muito pelo fato de não ser um livro cansativo onde tem que reunir forças para terminar, rsrs. O autor conseguiu amarrar direitinho a trama com dados históricos e culturais.

      Até a próxima, Bjinhus.

      Excluir
  14. O filme é maravilhoso, o livro eu não conhecia, mas já fiquei muito interessada. Este eu lerei em breve, certamente.

    Tatiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tatiana!

      Que bom que se interessou em ler o livro, será uma leitura muito rica para você. E pode, assim como eu, fazer uma comparação entre ambos.

      Bjinhus.

      Excluir