Primeiras Impressões: Deixe-me Entrar - Letícia Godoy


Autor: Letícia Godoy
Páginas: 330
Ano: 2016
Editora: Arwen
Adicione: Skoob
 
Sinopse: Julianne Ipswich cresceu confinada no internato Le Rosey, afastada de sua família com o pretexto de receber uma educação de qualidade. Este fato sempre a incomodou e o maior desejo de Julianne era descobrir a verdade para que a família tenha a afastado, uma vez que não ficou convencida de que a preocupação com os seus estudos seria o único motivo.
Ao completar 15 anos, ela retorna para Stone Forest, a cidade de seus pais, e, aos poucos, acaba descobrindo mais do que gostaria de saber.
Cercada por muito mais perigos e desafios do que ela jamais pôde imaginar que surgiriam em sua vida, Julianne precisará desvendar os mistérios de seu passado e preparar-se para os desafios do futuro rapidamente se quiser sobreviver. As vozes se misturam, os olhos sedentos nunca param de espreitar e o perigo está onde ela menos imagina. Será que Julianne conseguirá enfrentar tudo isso?

Bom, vamos começar a surtar!!! Vampiros??? Sério??? Isso já está batido né gente?....Não...Não mesmo!!
Quando vi os anúncios da seleção para participar dessa empreitada da Lê, não tive dúvidas e mandei o email imediatamente para ela! Porque? A Letícia é um encanto de pessoa, um amor mesmo e eu queria participar dessa jornada dela, mesmo que não me agradasse da obra! O que não era impossível pois eu pedi os primeiros capítulos dela sem sequer saber do que se tratava o livro. Confiando apenas na capa e na autora!
E gente, como eu acertei!

O livro começa lá no passado bem distante, no dia 15 de fevereiro de 1462 no momento em que Gerard descobre que sua amada fora condenada a morte e seria queimada por ser uma bruxa, eles têm seu último encontro onde ela pede que ele a mate e a espere, porque Jeanne tem certeza que voltará, um dia, para os braços do seu amado vampiro! Contrariado ele aceita seu último pedido. Pelo que entendi, existe algo que as bruxas podem fazer para que os vampiros passam andar à luz do sol e isso em mãos erradas pode se tornar extremamente perigoso, então Gerard toma pra si a responsabilidade de guardar o diário da amada, que contém todos os seus segredos, até que ela retorne a vida.

Há um salto no tempo e agora nos encontramos no que me pareceu ser o tempo presente onde Julianne Ipswich vive confinada num internato, Le Rosey, na Suíça para o qual fora levada ainda criança. Sua família muito pouco a vê e nos últimos anos ela viveu sem receber a visita nenhuma vez deles. Cresce com um grande sentimento de rejeição. faz poucos amigos, na verdade ela tem apenas uma amiga na escola e um casal de amigos que a adotou como filha e que cuidam e protegem a menina.

Então finalmente chega o dia que seu pai resolve buscá-la no internato, nesse momento ela descobre que sabe muito menos das pessoas que vivem ao seu redor do que supunha, que a fantasia e a realidade podem se misturar e eu desconfio que ela descobrirá que sabe ainda menos sobre si mesma....e aí...acaba a minha prévia e a Letícia me deixou com um enorme gosto de quero mais!

Fico pensando, claro que a bruxa do passado é Julianne, mas ela está alheia a tudo, não sabe nem quem é sua família...quanto mais ela mesma, e agora? acertei? será ela a reencarnação de Jeanne? e como ela vai saber o que fazer com o diário? e como raios ela vai reencontrar Gerard? e se reencontrar como vai reagir??? muitas perguntas!!!!! Ai eu estou prevendo uma leitura maravilhosa!

Não que tenha sido uma surpresa, mas a escrita da autora me fascinou! Achei muito envolvente e pra lá de inteligente! A trama me parece ser recheada de surpresas e mistérios e eu mal posso esperar para ter o meu exemplar em mãos!

A pré venda começa no dia 13 de fevereiro e eu tenho certeza de que fará muitos fãs. Eu com certeza já sou...e confesso que estou ansiosa por concluir a leitura! Além de tudo o que já felei...o que dizer dessa capa gente???? Amei demais!!!!



A Autora

Letícia Maria de Godoy nasceu em 13 de fevereiro de 1994 na cidade de Curitiba, no Paraná, porém cresceu em Siqueira Campos, onde descobriu, sentada sob as sombras da casa onde morava, o seu gosto pela leitura. Aprendeu a ler e escrever aos 4 anos de idade, tendo como primeira professora sua mãe, e aos 8 anos começou a escrever seus primeiros contos em restos de cadernos escolares. Desde então nunca mais parou. Aos 17 anos passou no vestibular para ingressar na faculdade de Letras, um sonho que se tornou realidade. Aos 18 anos publicou três contos na antologia intitulada Pontos da Vida, sua primeira aventura no ramo da literatura. Atualmente dedica-se a escrita de romances e pesquisas no ramo da linguística aplicada. (Fonte: Skoob)

21 comentários

  1. Sério que vocês que me converter? kkkk
    Adorei sua resenha amiga, bem objetiva.
    Mas não será desta vez. kkkk

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, achei a capa muito linda. O livro parece ser ótimo, mas não da pra saber muito do livro pois a primeira impressão não despertou minha curiosidade. Vou esperar pra ler algumas resenhas.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie, eu achando que ia ter mais da resenha hehehehehe.
    Não gosto de vampiros, mas o fato dela estar num internato me pareceu bem legal.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    A Capa ficou linda. Gosto de vampiros mais clássicos, e pela prévia não deu para perceber muito, então irei esperar pela resenha completa, porque tenho medo de pegar um romance amoroso.
    Beijinhos.^^


    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Só do fato de se referir a vampiros já fico toda querendo ler,rsrs, resenha ótima Denise, como sempre :)

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Deee! Suas teorias são ótimas, mas... MAS... não sei, será que está certa? hahahaha e para os comentários acima, os vampiros que criei não são "romantiquinho", tanto que tive que criar um apêndice explicativo, dizendo todas as referências que fiz.

    Sou super fã de Drácula e as crônicas vampirescas da Anne Rice, então, com certeza, não é só um romance e o fato do livro se basear nos meus jogos de rpg da adolescência também dizem isso rsrs

    espero que quando a Denise ler o restante, possa dizer tudo isso a vocês, porque a mãe falar do filho é duvidoso né? hahaha


    Obrigada mesmo, Deee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainnnn....me deixou ainda mais curiosa!
      Tuas inspirações não têm nada de romantiquinho né. ...ameiiiiii

      Excluir
    2. Ainnnn....me deixou ainda mais curiosa!
      Tuas inspirações não têm nada de romantiquinho né. ...ameiiiiii

      Excluir
  8. Olá!

    Primeiro, obrigada pelos elogios ao meu blog e às minhas resenhas, o seu também não fica atrás, conteúdo de ótima qualidade! Sobre o livro, eu não o leria, mesmo com sua resenha maravilhosa, porque vampiros não fazem meu gosto. Mas que bom que gostou da obra e espero a resenha completa!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu adoro vampiros, onde mesmo povo achando batido eu amo..rsrs. Não conhecia a obra, mas fiquei interessada.
    Eu gosto demais de livos sobrenaturais, então dica mais que anotada. Sucesso para a autora na pré-venda e que a leitura continua ótima.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Nossa, tão pouco do livro e já te conquistou! Fiquei muito curiosa para conferir essa história, mas vou esperar a publicação, assim leio tudo. Não consigo ler alguns capítulos e esperar a publicação, sou muito ansiosa rs
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  11. Nossa tem um filme russo com esse mesmo nome e tbm trata de vampiros. Quando vi o título até pensei se tratar da história do filme.
    Mas li a resenha e é bem diferente! Nossa gostei muito da premissa e quero esse livro tipo para ontem!
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem? Infelizmente não consegui um título que descrevesse melhor o tema da história sabe? Ele realmente é diferente, como vi que a tradução em português do livro que gerou este filme é DEIXE ELA ENTRAR, achei que poderia usá-lo. Também pesquisei o tal do copyright e vi que não teria problema. Seria muito feio se fosse plágio, ai eu poderia ser processada hahahahha e que legal que você gostouuu

      Excluir
  12. Hello! Tudo bem?

    Adoro conhecer livros novos e amei a capa do livro Deixe-me Entrar, achei ela misteriosa e com um ar sombrio.
    Despois com tantos elogios, acho que não ler seria um grande erro hehe.
    Ainda mais que a escrita da autora foi tao ressaltada, nada como um livro perfeito para nos fazer fãs.
    Desejo muito sucesso a Letícia Godoy!!
    Beijos!

    LIVROS E SUSHI - https://livrosesushi.wordpress.com


    ResponderExcluir
  13. A capa é linda, mas de arrepiar! Eu gosto muito de histórias de vampiros, e acho que esse tema jamais ficará batido, pois faz parte do imaginário coletivo da humanidade, sempre tocará as pessoas, de forma negativa ou positiva. O diferencial é se o livro é bem escrito, se envolve o leitor, aí funciona. Gostei da dica e já anotei!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  14. Oi! Que capa incrível! Amei! Já quero ler! Fiquei super curiosa, amo livros de vampiros e conhecer nacionais é sempre bom, né? Beijos.

    http://www.eicarolleia.com.br

    ResponderExcluir
  15. Estou começando a gostar de livros históricos e esse que ainda por cima é sobrenatural, me encantei.Amo histórias de vampiros por mais que as pessoas falem que já esta batido, sempre amarei!
    Beijos:*

    ResponderExcluir
  16. Uauuu com certeza adorei o livro, a resenha, a autora e a capa maravilhosa!!!

    Vou ficar na espreita aguardando ansiosamente a sua resenha!!! =)))

    Um super beijo
    Keyla Vilela (http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  17. A verdade é que sou meio preconceituosa com livros de vampiro. O único que li e amei foi A caçada. E isso porque a sinopse não dava dica nenhuma de ser vampiro, e o livro também não deixa transparecer de forma direta. Mas tá na hora de deixar o preconceito né? Parece ser um bom livro.
    Beijos. Ilau

    ResponderExcluir
  18. Putz, o que falar dessa capa, gente? <3 Confesso que sou fascinada por vampiros, portanto fiquei mais curiosa ainda quando soube que a obra possuía essa criatura no enredo. Também estou nessa empreitada com a Letícia (ainda não tenho intimidade para chamá-la de "Lê" rs) e também já não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos. Só com essa degustação a autora já me sugou para o universo de "Deixe-me Entrar". O layout do seu blog é lindo demais <3

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir