Resenha: A Ilha dos Dissidentes - Bárbara Morais

Autor:  Bárbara Morais
Páginas: 304
Ano: 2013
Editora: Gutenberg
Adicione: Skoob

Sinopse: Ser levada para uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.

Resenha: Sabe aqueles livros que a gente compra por impulso, porque achou a capa bonita? Bem esse foi um deles! passeando pela Amazon certo dia o vi e comprei...simples assim...Acontece que eu não lia nada de autor brasileiro e nem vi que a autora era daqui. Isso foi em dezembro do ano passado e  somente depois de terminada a leitura eu vi quem era a autora!
Enfim, li os dois primeiros e esperei até agora pelo terceiro, trouxe a resenha porque reli para clarear as minhas lembranças...

Então, vamos lá!
O fato de eu não ter percebido que a autora era Nacional tem uma explicação bem simples...não há uma única passagem no livro que traga um referência ao Brasil...nada...nadinha...é um daqueles livros americanizados onde até mesmo os nomes dos personagens são assim. O que é uma pena. Uma distopia ambientada no Brasil seria muito legal!!!

Estamos em uma mundo em guerra, onde os humanos normais habitam e ditam as regras, porém existe uma parte não muito pequena da população que tem seu DNA modificado, tornando-se assim Anômalos, uma referência à anomalias, podemos perceber assim, que são marginalizados não é?
Vivem em sua própria comunidades de Anômalos e quando saem dela precisam vestir amarelo, para se diferenciar dos humanos normais.

Sybil vive numa zona horrível e sonha em sair dali, para ela não há nada de diferente já que nenhum dos "poderes" anormais se manifestaram, mas então quando ela finalmente consegue, o navio naufraga, todos morrem, mas ela não, porque um poder se manifesta. Ela é mandada então para viver em Pandora com outros Anômalos e para uma escola na qual vai estudar com seus iguais.

"Penso em minha nova habilidade e afundo na banheira para ver se eles não se enganaram. Por melhor que seja a casa e por pior que seja a alternativa, uma parte de mim deseja mostrar que se enganaram e eu sou normal. Abro a boca, tento engolir água e me engasgar e... nada. NADA! É como se eu estivesse fora da água, respirando normalmente. Procuro no meu pescoço por guelras, mas obviamente não as encontro. Se soubesse de alguém com uma habilidade dessas diria que é impossível."

Ela é adotada por uma família maravilhosa. Tudo parece perfeito, porém ela não sabe o que seus novos poderes podem lhe trazer...Faz alguma amizades logo de cara na escola, e essas amizades serão fundamentais no decorrer da leitura. Aos poucos ela descobre que a escola para onde ela foi não é uma escola normal...

"São três regras muito simples: você não diz para ninguém o que se passa por aqui. Você não faz alarde que é parte desta turma. E você sempre respeita os outros membros. Se você descumpri-las, sua vida vai virar um inferno, certo?"
"– Sybil, Andrei, Leon e Ava: vocês vêm comigo. Acabaram de ser escolhidos para uma missão ultrassecreta do governo."

A escrita da autora é bem legal, porém é o máximo que posso dizer pois o livro por enquanto é  apenas "mais do mesmo", uma distopia com adolescentes rasos. Eu não posso dizer que não gostei do livro, gostei...só que esperava mais dele. Parece uma mistura de X-men com jogos vorazes. Eu gosto disso, tenho que confessar, mas no momento está meio batido não é?

De qualquer forma, lá vou eu para o segundo, vou dar uma relida rápida e ler o terceiro logo! Vai que eu finalmente me surpreenda???

17 comentários

  1. Olá, Denise.
    Eu li esse livro e nem desconfiei que era nacional também hehe. Só depois mesmo que fiquei sabendo. Meu sobrinho que comprou esse livro, infelizmente ele não gostou da história e não vai comprar os outros hehe. Eu gostei bastante, mesmo sendo mais do mesmo. Vou ver se convenço ele a comprar hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho que uma distopia no Brasil seria interessante. Se bem que eu não posso dar muitos palpites já que não curto muito distopia e lendo sua resenha acho que entendi o motivo... É que o básico em uma distopia é a luta contra o sistema e essa normalmente tem como peça central um adolescente raso ou mais preocupado em escolher o melhor parceiro. Isso me cansa e me entristece saber que esse é assim também. E isso sem nem entrar no detalhe de ser autora nacional...
    Interessante o fator x-men. Isso eu curti e me fez querer saber mais, mesmo assim por enquanto eu passo.

    Beijinhos,
    Lica
    amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ola Denise confesso que personagens rasos não me agradam, gosto de livros que nos levam emoções que os personagens passem isso a nós leitores, uma pena a autora não ter explorado nosso imenso país, li algumas resenhas sobre a trilogia, vou esperar as demais resenhas suas., Quem sabe eu me animo e leio. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Amiga olha sinceramente eu acho que se o livro não é passado no Brasil sinceramente não ligo muito mesmo sendo de uma autora nacional, mas lógico que seria bem legal se fosse como tu disse, mas tipo, eu comecei a ler as primeiras paginas desse livro e já gostei muito da narrativa da autora, mas eu ainda não li o livro todo entende? Espero gostar, pois todos que eu já leram comentaram muito bem. É uma pena o livro não ter alcançado tanto seus objetivos, mas mesmo assim espero que a trama seja envolvente, porque estou querendo ler assim que puder xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-segredos.html

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise!
    eu já tinha visto esse livro em alguns blogues, mas não sabia do que se tratava. Pelo que você falou não vi nada de novo e não me deu tanta vontade de ler. são poucas as distopias que me agradaram.
    Sua resenha está muito boa, mas não leria o livro nesse momento.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiiie,

    Sabe, acho que os autores nacionais deveriam dá total atenção ao Brasil, fazendo a que a estória pudesse ser voltada para o Brasil. Mas enfim, não gostei bem do livro, acho que por ser o terceiro e eu gostar de começar tudo pelo o primeiro. Mas adorei a sua resenha.

    Beeijos

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Eu não sei se leria este livro. As opiniões sobre ele são diversificadas, e tem o fator dele ser distópia, um gênero que goste, mas que li várias este ano.
    A Gutenberg lançou o box e com isso me animei a dar uma chance a trilogia. Mas, depois que li sua resenha fiquei na dúvida novamente.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Faz muito tempo que quero ler esse livro, mas acho que gostaria mais dele se fosse realmente ambientado no Brasil. Não curto muito quando americanizam livros. A propósito, tem uma distopia ambientada por aqui que é excelente, Rio 2054, leia! Que pena que achou mais do mesmo, e que achou os adolescentes rasos. Mas pelo menos você gostou, apesar de esperar mais.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi flor ainda não conhecia esse livro.
    Tenho que confessar que gosto muito de distopia, Porém pq todas as pessoas que escrevem distopia enveredam por escreverem série ou trilogia? Isso torna muito cansativo, Pois sempre tenho medo de me arrepender da Leitura depois. Passando esse momento desabafo, Eu acho que realmente a história deveria ser ambientada no território brasileiro daria mais intensidade para o livro. Parabéns pela resenha E tomara que você faça uma leitura boa do segundo livro.
    Beijos

    Giuliana

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    Eu não conhecia o livro e os autores, mas só confirma o que todos nós sabemos. Temos ótimos escritores, pena que eles são desconhecidos. Livros colocados na lista de desejos.

    Beijos
    Juci Pauda
    jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Também acho que uma distopia no Brasil seria interessante haha
    Beijos

    https://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já aconteceu isso de ler um livro e ter quase certeza que é estadunidense e no final descobrir que a escritora é brasileira, é até meio estranho. Acho que já tem algumas distopias brasileiras, mas não tenho muita certeza se se passam aqui também. Essa dos poderes me lembrou um pouco a Estilhaça-me, que me lembrou x-men.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Acho que esse livro era mais cool" quando não havia taaantos do genero. Depois de ler umas três distopias não tem como não comparar o que acaba sendo ruim. Essa foi a primeira critica negativa quevi para essa obra, mesmo assim quero ler. Mas beeem mais pra frente, distopias não funcionam muito comigo ><

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  14. Olá =)

    Esse livro está na minha lista há um tempinho, e pela sinopse já imaginava que seria bem parecido com as distopias que vemos por aí...
    Penso igual a você, que poderíamos ter mais livros ambientados no Brasil, principalmente escritos pelos nossos autores nacionais.. é realmente uma pena.
    Acho que lerei um dia essa série, mas não agora. Estou um pouco saturada de distopias rs

    Beijos!

    Every Little Book

    ResponderExcluir
  15. Oi, estou com esse livro para leitura e confesso pra ti que to com um certo receio. Sim, tem ótimos nacionais mas esse tema distópico está um tanto batido e tenho medo de me decepcionar e pra piorar minhas expectativas estão altas. Enfim, espero que os próximos títulos da trilogia te surpreenda.

    Beijos, Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  16. Olá Denise
    Tudo bom?
    Estava lendo sua resenha e fiquei super empolgada com a temática e o desenrolar da história, mas após ler suas considerações, fiquei em dúvida se leria, pois parece ser uma história bem parecida com outras e estou atrás de novidades.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Denise sua linda, tudo bem
    Eu sou super fã dos X-Men, se esse livro lembra um pouco da história deles, tenho certeza de que irei adorar, ainda mais se tratando de uma distopia. E fiquei curiosa para descobrir o que é que acontece dentro dessa escola que ninguém pode saber e essa missão para o governo deve agitar a história. Não vejo a hora de ler. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir