Coraline - Neil Gaiman

10 de março de 2021

Título:
 Coraline
Autor: Neil Gaiman
Páginas: 224
Ano: 2020
Editora: Intrínseca 
Gênero: Aventura, Fantasia, Ficção, Horror, Infantojuvenil, Literatura Estrangeira, Suspense, Mistério, Terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Certas portas não devem ser abertas. E Coraline descobre isso pouco tempo depois de chegar com os pais à sua nova casa, um apartamento em um casarão antigo ocupado por vizinhos excêntricos e envolto por uma névoa insistente, um mundo de estranhezas e magia, o tipo de universo que apenas Neil Gaiman pode criar.
Ao abrir uma porta misteriosa na sala de casa, a menina se depara com um lugar macabro e fascinante. Ali, naquele outro mundo, seus outros pais são criaturas muito pálidas, com botões negros no lugar dos olhos, sempre dispostos a lhe dar atenção, fazer suas comidas preferidas e mostrar os brinquedos mais divertidos. Coraline enfim se sente... em casa. Mas essa sensação logo desaparece, quando ela descobre que o lugar guarda mistérios e perigos, e a menina se dá conta de que voltar para sua verdadeira casa vai ser muito mais difícil ― e assustador ― do que imaginava.


Resenha:

“Porque coragem é quando você sente medo de fazer algo, mas faz mesmo assim, é quando você enfrenta o medo.”

Olá pessoal, hoje estou trazendo a resenha de um dos meus livros favoritos do Neil Gaiman. Coraline é uma jornada sombria e divertida, que ganhou uma edição de luxo este ano pela Intrínseca, com capa dura, corte colorido seguindo a paleta de cores escolhida para o livro (roxo, branco e preto) e ilustrações belíssimas de Chris Riddell.

Coraline é um livro escrito para o público infanto-juvenil, porém, tem elementos que tornam sua leitura uma aventura tanto para todas as faixas etárias.



Vamos acompanhar a jornada de Coraline Jones, que acabou de se mudar para uma nova casa com seus pais, que apesar de trabalharem em casa, estão muito ocupados e não conseguem dar a atenção que ela gostaria para ela. Que com isso fica um pouco magoada e muito entediada. Afinal, está de férias em um lugar novo, mas não há muitas opções de diversão além de ficar explorando sua nova casa, os arredores e os vizinhos muito excêntricos.



Em uma tarde chuvosa, sua exploração a leva seguir um misterioso gato e acaba encontrando uma porta que a leva a uma nova realidade. Onde tudo parece ser perfeito e exatamente o que ela deseja. A realidade é como um espelho do mundo de Coraline, todos os personagens da realidade original de Coraline estão lá, uma outra mãe, um outro pai, outros vizinhos etc... só com algumas mudanças cruciais: Pais com olhos de botões, que fazem todas as vontades de Coraline, brincadeiras e comidas gostosas o tempo todo...

“... Então a mulher se virou. Seus olhos pareciam grandes botões pretos...”

Aos poucos, Coraline começa a perceber que apesar de todos nesse mundo secreto se esforçarem para agradá-la, algo não está completamente certo. Neil trabalha uma transição de emoções e pensamentos nesse livro, que tornam a leitura importante para as crianças, que podem ver uma personagem com quem se identificam amadurecer, compreender que nem tudo pode ser sempre como elas querem e principalmente, verem que é possível sim enfrentar seus medos e ser corajosas.

“... Ela roubou nossos corações e nossas almas.”

Apesar do tom sombrio, Coraline não é um livro de terror, mas existem temas no mínimo delicados e com o estilo de escrita já habitual de Neil Gaiman, ou seja, é um livro com toques sombrios, as utilizações de elementos fantásticos possam sim, despertar certo temor para os mais jovens, porém, não acredito que seja uma leitura difícil.



Uma indicação de leitura para quem gosta de livros de fantasias curtos e livros com protagonistas crianças. E é claro, para os fãs da escrita de Neil Gaiman é claro.



Eu já li algumas vezes esse livro, e posso dizer que todas às vezes eu gostei. Existe certa beleza em ver como Coraline aprende a importância da compreensão, da lealdade, amigos e da família que aquecem meu coração.

Espero que tenham gostado da indicação e até a próxima.



Curiosidades

💜O livro foi lançado em 2002 e em 2009 estreou uma adaptação cinematográfica realizada em stop-motion (um processo de filmagem extremamente caro e elaborado, onde as cenas são gravadas quadro a quadro e os personagens feito de massa de modelar, tudo isso passando ainda pelo processo de animação) que foi um grande sucesso e concorreu ao Globo de Ouro e ao Oscar como melhor animação. Para quem ainda não viu, eu indico com todas as forças.

💜 Neil Gaiman começou a escrever ele para a sua filha mais velha Holly, quando ela tinha cinco anos e finalizou alguns anos depois. Para essa edição temos o próprio Neil contando sobre o processo de criação desse livro e algumas curiosidades.

💜A edição atual passou por uma nova tradução, e o que mais me chamou a atenção foi sumirem com o termo Bela Dama, que era como a outra mãe era chamada na primeira edição em português. Uma tradução do termo original Beldam, que no inglês arcaico significa bruxa, se não me falha a memória. Senti falta do termo original, que agora está como velhaca...




8 comentários

  1. Eu fiquei lendo a sua resenha e olhando meu exemplar ali na estante. Foi meu primeiro contato cm Neil e tenho um carinho imenso por essa edição maravilhosa e claro, um amor incondicional por Coraline e sua curiosidade e vida!
    Ler as curiosidades que levaram o autor a escrever essa estória que vai para o lado do gótico foi maravilhoso e espero que todos possam ter a oportunidade de ler esta obra atemporal!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Eu li essa historia pela primeira vez ano passado e gostei bastante. Acho que eu iria amar mais ainda se eu lesse mais jovem, mas gostei mesmo assim. Foi cinco estrelas. Ainda nao vi a adaptação, to bem atrasada nisso rsrs mas quero muito ver!

    ResponderExcluir
  3. Um dos meus livros favs. E uma das adaptações preferidas também.
    É infantil mas tem partes bem darks não é?
    A Intrínseca arrasou nessa edição

    ResponderExcluir
  4. Até hoje nunca vi uma resenha que não traga 5 estrelas pra essa história. E é incrível que um livro tão pequeno seja tão forte né? Que lindo! Adoro histórias que são para as crianças, mas os adultos tiram tantos conhecimentos... As imagens dos livros são adoráveis.

    ResponderExcluir
  5. Vivian!
    Já tive oportunidade de assistir a adaptação, porém ainda não li o livro, mas tenho muita vontade, as lições passadas são importantes, principalmente para a faixa etária que é o público alvo, mas que serve para todos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá Vivian
    Apesar do livro ser super comentado eu nunca senti aquela vontade de ler .
    Eu náo gosto muito desses tons sombrios em uma narrativa que é destinada ao público infantil.
    A edição é linda

    ResponderExcluir
  7. Olá! Primeiro de tudo que essa edição está simplesmente maravilhosa e por si só já dá uma vontade imensa de ter na estante (meu lado consumista escrevendo), mas para ficar ainda melhor a história é incrível e mesmo que seja voltada mais para o público infanto-juvenil, tenho certeza que muitos adultos vão se emocionar e refletir muito com a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Sempre quis ler esse livro, mas ainda não tive a oportunidade. A escrita do autor é única e diferente dos demais. Mesmo que fantasia não seja meu estilo preferido, quero ler Coraline e os outros livros do autor.

    ResponderExcluir