Diga Sim ao Marquês - Tessa Dare

Título: Diga Sim ao Marquês (Castles Ever After, 2)
Autor: Tessa Dare
Páginas: 288
Ano: 2016
Editora: Gutenberg
Gênero: Ficção, Romance, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon, Cultura
Nota:      
Sinopse:
Vossa Excelência está convidada a comparecer ao romântico castelo Twill para celebrar o casamento da senhorita Clio Whitmore e… e…?
Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade…
Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado.
Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo.
Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão.
Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.
Resenha: Noiva por oito anos, Clio Whitmore cansou de esperar por seu noivo Piers Brandon, que partiu para sua carreira diplomática e nunca mais deu as caras. Clio herda um castelo de seu padrinho, com isso resolve que irá romper o noivado com Piers e viver sua vida no castelo. Assim, ela procura Rafe, que é o  irmão mais novo de Piers e também o padrinho dos noivos. Ela precisa que Rafe assine a dissolução do noivado, para que enfim possa seguir sua vida.
 "Estou cancelando", ela disparou. " O casamento, o noivado. Tudo. Estou cancelando tudo."
Ele se soltou e pousou no chão. O ar pesou ao redor dos dois. E a expressão sombria dele contou para Clio, sem dúvida nenhuma, que ele não tinha previsto isso.
Mas Rafe não pode deixar que isso aconteça. Não quando ele que está responsável pelas coisas de seu irmão. Ele viveu sempre fora da sociedade londrina, é um lutador de boxe, temido por muitos, desde muito cedo, aprendeu a se sustentar vivendo do esporte.
Rafe e Clio, são incríveis, os diálogos são cheios de sarcasmo e química.




Clio foi criada para ser a esposa perfeita, isso não quer dizer que ela gosta disso, sua mãe era muito severa, agora ela só quer ter uma vida tranquila. Mas Rafe não vai deixar que nada seja fácil para ela. Ele vai atrás de Clio no castelo herdado. Eles fazem um acordo, Rafe precisa convencê-la a não romper o noivado, e ela por sua vez, tentará de várias formas fazer com que Rafe entenda seu ponto de vista, percebendo que ela pode sim viver sem um marido.
"Parece que acha. Pois acredita que um vestido bonito e uma festa grandiosa podem ser suficientes para me fazer mudar de ideia a respeito de algo tão importante quanto o casamento. Como isso pode não ser um insulto à minha inteligência?
Conforme Rafe e Clio passam os dias juntos, a atração entre eles ganha proporção. Rafe percebe, aos poucos claro, o quanto Clio sempre tentou estar presente em sua vida, mesmo Piers não estando por perto. Ele sempre a quis, e não sabe mais como se manter longe dela.
Sua própria tempestade particular e secreta.
(...)
Cada parte de seu corpo latejava de desejo. Sabia que nada poderia resultar daquilo, e ainda assim essa consciência não ajudava a acalmar sua imaginação. Pelo contrário.
Apesar da forte atração, Rafe está decidido a não deixar que Clio cancele o casamento, então planeja tudo, de flores , bolos e vestidos. Até mesmo músicos. Porém Clio está confiante em seus planos para o futuro, e por mais que queira tudo aquilo, ela não quer que seja com Piers.
Rafe não quer aceitar que Clio sente algo por ele, ela por sua vez sabe o quanto ele sofreu e entende quando ele nega sentir algo por ela.  As irmãs de Clio e seu cunhado dão um ar de sofrimento e drama ao livro, na verdade tirando sua irmã mais nova, achei Daphne e seu marido bastante deprimentes, sempre se importando com as regras da sociedade. Com o que as pessoas vão achar, como devem falar, se comportar. Eles são o casal típico da época.
O treinador de Rafe é um caso a parte, ele arranca várias risadas com seu jeito único e perturbador de ser. Depois de alguns percalços enfim Clio e Rafe se entregam à paixão, então é lógico que é nesse momento que Piers resolve voltar. Deixando Rafe inseguro.
Em algum momento, enquanto você viajava pelo mundo fazendo tratados e dividindo os despojos de guerra, eu declarei discretamente a minha independência. Agora sou a nação soberana de Clio. E não há rendição possível.
Piers por sua vez, é bastante tranquilo e acaba não interrompendo o casal. Os irmãos acabam conversando e percebem que precisam de fato se tornarem irmãos. Rafe percebe que desde muito tempo se sentiu atraído por Clio e não apensas atraído, ele sempre foi apaixonado por ela.
Deus. Ele não sabia até aquele momento, mas era isso que ele quis a vida toda. Não possuir, mas ser possuído. Irrevogavelmente. Sentir a liberdade de amar e ser amado, sem o medo constante de que algumas palavras impulsivas pudessem pôr fim a tudo.
Esse livro é muito romântico, adorei cada página. é lindo a forma que a autora trabalhou Rafe, um homem que jamais foi amado, não percebe que o amor sempre esteve por perto. A força de Clio é realmente um ponto forte, é difícil ter mocinhas assim em romances de época. Tessa escreveu lindamente as cenas eróticas, sem nada forçado, tudo na medida e proporção certa!

Não deixem de conferir esse livro! Recomendadíssimo!

Beeeeeeeeeeeeeeeeeijos :*

Um comentário

  1. Tessa Dare vem me surpreendendo a cada história. Sua narrativa é fluída e muito apaixonante, assim como sua linda resenha! Adorei Yoh

    ResponderExcluir