A Garota Marcada para Morrer - Millennium, 06 - David Lagercrantz

9 de dezembro de 2019

Título: A Garota Marcada para Morrer - Millennium, 06
Autor: David Lagercrantz
Páginas: 334
Ano: 2019
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Ficção, Romance policial, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  

Sinopse: 
No livro que encerra a saga eletrizante da hacker Lisbeth Salander e do jornalista Mikael Blomkvist, a garota com a tatuagem de dragão vai acertar contas com sua irmã gêmea e arqui-inimiga.
Um homem é encontrado morto num parque no centro de Estocolmo. Parece se tratar apenas da morte trágica de um sem-teto, mas, apesar de ter características muito distintivas, ninguém é capaz de identificá-lo. A médica legista Fredrika Nyman suspeita que haja algo de errado e contacta Mikael Blomkvist.
O jornalista se interessa pelo caso, ainda que com relutância. O mendigo foi ouvido muitas vezes murmurando coisas sobre Johannes Forsell, o ministro da defesa da Suécia. Haveria uma conexão genuína entre eles?
Blomkvist precisa da ajuda de Lisbeth Salander. Mas depois do funeral de Holer Palmgren, ela saiu do país sem deixar qualquer rastro. O paradeiro que ninguém conhece é Moscou, onde ela está para acertar contas com sua irmã Camilla de uma vez por todas.
No sexto e último volume da série Millennium, criada por Stieg Larsson e assumida por David Lagercrantz a partir do quarto livro, estão interligados escândalos políticos e jogos de poder internacionais com tecnologia de DNA, expedições nos Himalaias e fábricas de trolls que espalham ódio e notícias falsas.

Este livro foi cedido pela Editora Companhia das Letras, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 




Resenha:

“- Você foi à maior vítima em sua casa. Todos te traíram...”

A Garota marcada para Morrer, é o sexto livro da série Millennium, publicado no Brasil pela Companhia das Letras, Millennium cuja trilogia inicial foi escrita pelo brilhante e talentoso Stieg Larsson, escritor sueco que infelizmente faleceu antes de ver sua obra conquistar o mundo, após sua morte e sucesso da série, seus herdeiros escolheram também autor sueco David Lagercrantz, para dar continuidade à escrita das aventuras do jornalista Mikael Blomkvist e da hacker Lisbeth Salander. 

É dele a autoria então a segunda metade da série, que se encerra neste livro.

E para conhecer as resenhas dos livros anteriores basta clicar nas imagens abaixo: 



Lisbeth e Mikael são protagonistas que é impossível não nos encantarmos, suas aventuras: primeiro desvendando um segredo que atormentou uma família por mais de 40 anos e garantindo que um serial killer implacável de mulheres fosse parado no primeiro livro, as tramas mais políticas e acertando contas com o passado de Lisbeth nos livros seguintes, foi realmente um prazer ler essa dupla que juntos ou separados cada um em um ponto da Europa, possuem uma ligação e química inegável.

Porém, chegou à hora de dizer adeus as aventuras dele, e pelo que li dos últimos livros, foi uma decisão acertada.

Lisbeth decidiu que era a hora de resolver de uma vez por todas as contas com aquela que por muitos anos ela decidiu que era a sua pior inimiga, sua irmã gêmea Camilla – lado a lado com seu pai, Zalachenko, ex espião russo, psicopata e que causou uma grande desgraça na vida de Lisbeth e de sua mãe – que herdou o império mafioso de seu pai de certa maneira.

Camilla é o oposto de Lisbeth em alguns pontos e muito parecida com ela em outros, se Lisbeth tem um visual andrógino, punk e assustador, Camilla é uma beldade, se Lisbeth é uma hacker talentosa com zero habilidade sociais, Camilla, com um sorriso pode dominar e manipular quem ela deseja, contudo, ambas são muito inteligentes, e desde o ultimo livro, ficou claro que o embate entre elas só era uma questão de tempo.

“Ela estava luminosa como sempre, e os olhos de kuznetsov brilharam como os dos meninos no pátio da escola costumavam brilhar muitos anos antes. Camilla era capaz de fazer a vida parar. Ela havia nascido com esse poder.”

E essa trama principal do ultimo livro. Onde temos não somente um embate entre duas forcas da natureza, mas podemos ver o quão à ausência do amor, pode destruir uma pessoa.

Mas, David ainda criou uma trama secundária, como de costume ligada ao jornalista Mikael e sua eterna busca pela verdade. Nesse livro temos a morte misteriosa de um morador de rua, que horas antes estava proferindo palavras desconexas. Em seu bolso tinha o telefone de Mikael, então ele é tragado em direção ao mistério de sua morte que acaba por se desdobrar em algo mais complexo, e como já de costume, se liga de alguma forma mirabolante ao que está havendo na trama principal. Trama interessante, necessária? Não acho.

“Que diabos achava que estava fazendo? Não sabia direito, mas aquela era a sua maneira de lidar com uma crise: ele agia.” 

Nesse livro eu senti mais do que nunca a falta do estilo e talento da escrita de Larsson, foi um pouco difícil ver nos atuais atos de Lisbeth e Mikael, o estilo e personalidade da trilogia inicial. Em alguns momentos a leitura se arrastou, e quando ela engrenava, tinha uma mudança drástica para as outras tramas, que apesar de se entrelaçar com linha principal, não vi uma real necessidade de ela existir no livro. 

O que gostei foi à pequena trama pessoal de Mikael no livro, que respondeu algumas questões que eu como fã ficava imaginando para o desfecho de sua história.

Em sua jornada final, Mikael e Lisbeth precisam enfrentar alguns momentos fortes, Mikael sofre não somente fisicamente, mas tem uma grande mudança em sua vida, o que para os fãs que o acompanham era já algo se não esperado, desejado. E Lisbeth, precisa enfrentar não somente seu medo, mas a realidade sobre suas ações durante sua vida inteira.

“- Existem inúmeras palavras maravilhosas para classificar a maioria das coisas na vida. – prosseguiu o homem. – principalmente o amor, não é mesmo? Você deve ter lido Keats ou Byron, e tudo isso, quando era jovem, e na minha opinião eles captaram muito bem o amor. Mas para a dor infinita, Mikael, para ela não existem palavras. Ninguém conseguiu descrevê-la, nem mesmo os maiores artistas, e é para lá que estamos indo, Mikael. Para o mundo sem palavras.”

Ao encerrar a leitura, eu disse adeus a eles.


Um livro indicado para quem gosta da série escrita por David Lagercrantz, já que ao contrário dos demais livros que até poderiam ser lidos em separado sem grandes dificuldades, este livro, tem como principal encerrar a história e quem ainda não leu os outros livros ficaria muito confuso.

O livro tem uma edição muito bonita, eu adorei as cores utilizadas na capa e a diagramação é clean.

Espero que gostem da leitura.

Até a próxima.

11 comentários

  1. Bem, eu tomei uma decisão quanto a estes livros que saíram depois da morte de Stieg!
    Não os lerei. Sei lá, é chato e até feio dizer isso,mas eu quero continuar com a trilogia na memória e no coração.
    Quando comprei o Box da trilogia, foi um dos maiores orgulhos para mim e creio que o enredo tenha morrido com o autor, sua genialidade, suas letras. Tudo.
    Por isso, não consigo olhar estes livros com bons olhos. É feio falar isso? É horrível.rs Mas eu tô relutando demais para ler eles e ao menos por enquanto, não os irei ler não!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus essa série tá infinita kkkkkkkkkk
    Eu amo os filmes (todas as versões eu adoro), eu tentei ler o primeiro, apesar de não ser uma leitura que eu gosto, a narrativa era muito fácil e sempre me fazia querer continuar a história.. mas com o passar do tempo simplesmente não era pra mim, mal cheguei na metade quando comecei a ler outros livros e esse ficou de lado, acabei desistindo. Essa série é do tipo que "eu queria querer ler", porque nenhum momento eu cansei no primeiro livro, eu simplesmente não quis mais. E eu desanimei quando todo mundo começou a odiar os livros novos por esse novo autor.
    Boa sorte pra quem tá continuando pq tem q ter mta força de vontade kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já li resenha de alguns livros da serie e fiquei um tanto curiosa e ao mesmo tempo receosa por ela. A historia me parece ser bem interessante. Não sei se leria mais talvez em outro momento né.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Sabe Vivian, apesar da escrita de Larsson não ser como os originais, achei a trama interessante, inclusive a secundária com Mikael que traz à luz algumas respostas que eram necessárias.
    Ainda continuo bem na dúvida sobre essa segunda trilogia quanto a fazer a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Oi Vivian,
    Tem sido interessante acompanhar as resenhas dessa saga, mas fico feliz em saber que este é o último livro. Digo isso porque vejo aqui a criação de algo incrível e quanto mais se entende nas tramas, mais se corre o risco de perder essa essência tão bem construída. É sempre chocante saber sobre o passado e vida de Lisbeth e é ainda mais saber que a protagonista tem uma irmã gêmea. Em meio ao embate que será inevitável entre as gêmeas gostei de saber que o autor ainda manteve o plot como dos demais livros e inseriu Mikael em sua própria investigação na história. Talvez tenha faltado um pouco de tato na hora de explorar o que foi posto no livro ou ter dado foco naquilo que, realmente, importava. Mas, ao final, vejo nessa saga todos os elementos que adoro em livros do gênero e espero mesmo ter a oportunidade de ler essa história.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Ainda não li a primeira trilogia, mas já sei que é sucesso e estou com grandes expectativas para começar a leitura o quanto antes, o mesmo não posso dizer desses novos livros, que vêm se mostrando uma decepção atrás da outra, o que é uma pena. Definitivamente vou ficar apenas com os primeiros livros para não manchar uma história que têm tudo para entrar no meu top 10 de favoritos.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia os livros e nem os dois autores, mas a trama da série me chamou muito a atenção. Gostei da parte sobre investigação e dos casos que os personagens desvendaram nos livros anteriores.
    Só teve um porém na minha opinião, não gosto muito de séries tão longas, chega um momento que não consigo mais ler, mas apesar disso, eu daria uma chance para essa coleção.

    ResponderExcluir
  8. Olá! ♡ Preciso começar essa série o mais rápido possível, a cada resenha que leio sobre a mesma fico mais curiosa para saber mais sobre a trama da mesma.
    É uma pena que esse livro não se assemelha muito aos livros da trilogia inicial e que o livro conte com outras tramas que não eram necessárias, é triste quando isso acontece.
    Achei ótimo que o livro trouxe respostas a certas questões abertas anteriormente.
    Enfim, esse parece estar longe de ser o melhor livro da série, mas ainda assim espero um dia poder fazer sua leitura!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  9. Não estava me lembrando do nome da série, mas ao ver as capas lembrei de ter lido algumas resenhas. Gostei da resenha desse último livro, parece ser bem eletrizante mesmo. Uma série com 6 livros tem que ser uma leitura òtima e sem ser cansativa.

    ResponderExcluir
  10. Oiii ❤ Tenho muita vontade de ler essa série e ver as coisas pelas quais Lisbeth e Mikael passaram até a conclusão desse último livro e também conferir essa química que eles têm.
    É uma pena que o estilo não pareça mais tanto ao que era antes, da trilogia inicial.
    Mas mesmo assim gostaria de fazer essas leituras.
    A capa desse livro é realmente muito bonita, gostei que ela é simples e sua graça está nos detalhes.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente eu não li a postagem inteira pois eu estou no primeiro livro dessa série e estou tremendo de medo de receber Spoilers mas eu prometo voltar aqui assim que eu terminar a leitura do livro

    ResponderExcluir