Dez Coisas Que Eu Amo Em Você - Trilogia Bevelstoke, 03 - Julia Quinn

30 de junho de 2020

Título: Dez Coisas Que Eu Amo Em Você - Trilogia Bevelstoke, 03
Autor: Julia Quinn
Páginas: 288
Ano: 2020
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Annabel Winslow está em uma grande enrascada. Ela acabou de chegar a Londres para participar de sua primeira temporada e já chamou a atenção do conde de Newbury, que está atrás de uma mulher que lhe garanta um herdeiro.

Com seus quadris largos, Annabel parece especialmente fértil, o que faz dela a candidata ideal. O problema é que o conde tem no mínimo 75 anos e ainda por cima é um grosseirão inveterado.

Certamente ela não tem nenhuma vontade de se casar com ele, mas sente que não tem escolha. Seu pai morreu há pouco tempo e deixou a família inteira, incluindo os sete irmãos e a mãe de Annabel, praticamente na miséria.

Então, durante uma festa, ela conhece Sebastian Grey, o charmoso sobrinho do conde. E de repente se vê cortejada não apenas pelo velho assanhado, mas também pelo irresistível e misterioso jovem.

Agora ela precisa decidir entre se casar com um homem que acha repugnante, e com isso garantir o futuro de sua família, e seguir o próprio coração, dando a si mesma a chance de um final feliz.



Primeiro, se você quiser ler as resenhas dos livros anteriores, clica na imagens abaixo: 


                                            

Resenha: Agora sim, vamos falar sobre Sebastian e Annabel!

Conhecemos Sebastian no segundo livro, ele é primo do Harry, nosso mocinho anterior, lá em O Que Acontece em Londres, Harry usa um livro para se aproximar de Olivia. Este livro traz situações bem divertidas e aparece bastante.

"Um pé bateu na sua panturrilha esquerda e ele abriu os olhos bem a tempo de ver uma mulher caindo.
Diretamente em seu cobertor.
Ele sorriu. Os Deuses ainda o amavam."

Bem, vamos descobrir que Seb tem muito a ver com o tal livro, mas isso vocês só vão descobrir, lendo Dez Coisas Que Eu Amo Em Você, eu confesso que me surpreendi!


Então, aqui conhecemos Annabel, a filha mais velha de oito irmãos, que, ao perderem o pai, viram seu sustento deixar de existir.

Com isso a menina vai para Londres, para a temporada. Ela vai para a casa dos avós, que ela nem conhecia, pois sua mãe casou com alguém que eles não aprovavam.

" - Ah, meu Deus - retrucou ela. - Você está com ciúmes.
- Não estou, não.
- Está, sim. - Os olhos dela se iluminaram. - Isso é maravilhoso...e uma tragédia - acrescentou Louisa, como se tivesse acabado de se dar conta. - É uma maravilhosa tragédia."

Então, o avô dela lhe arruma um noivo. Alguém que vai prover o sustendo da sua família, os estudos dos irmãos e talvez até o dote das irmãs, ela só precisa casar com ele, que tem idade para ser avô da garota.

Ela até que está conformada. Não que seja o que ela quer, mas como negar o sustento da família, que segundo lhe contaram, está todo nas suas costas agora, já que ela é mais velha? Sério, uma situação inconcebível para mim, a mãe dela é alguma idiota? e os irmãos idiotinhas? Porque jogar toda a responsabilidade nas costas de única pessoa de uma família de 9...para conseguir o sustento através do casamento é no mínimo, exploração!


Mas enfim né, é a Londres que nos mostram nos romances de época...vamos em frente...Annabel está conformada com o casamento com o nojento do conde de Newbury, até que numa festa ela conhece um rapaz completamente irresistível, Sebastian e é óbvio que ele tinha quer ser justamente o sobrinho odiado do conde de Newbury!

Claro que a confusão está declarada, já que ela precisa casar, mas não quer, o conde quer casar porque precisa de um herdeiro para não deixar a sua herança para o sobrinho e Sebastian quer Annabel, mas não precisa casar...até descobrir que precisa muito mais dela do que imaginava!

"É preciso - disse Annabel, dando de ombros, resignada. - Se não podemos encarar tudo com bom humor, aí... - Ela suspirou, incapaz de terminar a frase. Era triste demais."

Enfim, gostei muito do livro. Já havia simpatizado com Seb lá no segundo livro e aqui ele só se mostrou ainda mais divertido do que antes. A avó da Annabel é outra que eu gostei, algumas vezes, e odiei em outras. A velhinha é meio doida e bipolar, só pode, mas ajudou bastante a neta, depois de quase atrapalhar e a Annabel é a típica mocinha que faz tudo o que a família quer, e quase estraga sua vida por isso!

É um livro bem divertido, de uma leitura bem rápida e muito agradável, gostei bastante  e recomendo!

👽🧟‍♀️🧟‍♂️☠️ Leitura Coletiva: O Vale dos Mortos - As Crônicas dos Mortos, 01 - Rodrigo de Oliveira ☠️🧟‍♂️🧟‍♀️👽

29 de junho de 2020


Pois não é que começamos outra Leitura Coletiva aqui no blog?
Desta vez a gente apelou!  Zumbis...mortos vivos...hahaha...adoro! Estamos comprando esta série já tem meses para enfim tê-la completa e poder ler!
A Vivian e o Rodrigo compraram os livros físicos e eu os ebooks!
Tinha o problema que os dois últimos livros não existem em ebook, mas, já que o Rodrigo é meu filho e não pode me dizer não...problema resolvido!

Bom, vamos lá?


Vivian: 🧟‍♀️🧟‍♂️🧟‍♀️🧟‍♂️🧟‍♀️🧟‍♂️🧟‍♀️🧟‍♂️🧟‍♀️🧟‍♂️ 

Aqui está uma série de livros que eu tenho ficado de olho já tem alguns anos. Nos últimos meses vocês viram que começamos a comprar os livros para essa LC muito esperada.

E estou dividida na minha opinião após ler o primeiro livro.

De um lado, como já consumi muitos livros do tema, não teve nada de novo, e umas descrições de início não prenderam a minha atenção. De outro lado, o livro é bem escrito e foi divertido ver cenários que eu conheço pessoalmente sendo o palco de cenas no livro. E para minha alegria a trama foi se tornando melhor no decorrer da leitura. 

Não sei se gosto muito dos protagonistas, mas eles me surpreenderam.

Em meio à luta pela sobrevivência, mais uma vez, temos a noção que o pior inimigo da humanidade são eles mesmos! Ação e drama bem equilibrados e ainda um suspense interessante no final! Recomendo demais esse livro. Persistam ao começo mais lento!

Um livro de zumbis, que se passa no Brasil e repleto de mistérios do que causou o Apocalipse Zumbi?!
Nem preciso dizer que estou ansiosa para ler os próximos livros, já que várias dicas do autor mostram que os sobreviventes ainda vão enfrentar muitos terrores.  E nem todos serão causados pelos mortos vivos!!!



Denise: Será que estou relendo? Pois é, minhas LCs são quase sempre releituras! Isso é bom, significa que eu gostei dos livros!

Acho que eu já li praticamente tudo que o Rodrigo já escreveu. Adoro a escrita dele. É gratificante saber que temos autores nacionais com uma capacidade de escrita e uma imaginação tão bons.

Eu adoro livros de zumbi (e filmes, e séries....) então, não tinha como eu não gostar, já li vários e posso dizer que essa série é muito superior à vários livros bem conhecidos viu.  Vamos correndo para o segundo porque, como a Vivian disse, deixou algumas dicas que me deixaram bem curiosa!


A Noiva Amaldiçoada - As Damas da Sociedade, 2 - Julie Lopo

28 de junho de 2020

Título: A Noiva Amaldiçoada - As Damas da Sociedade, livro 02
Autor: Julie Lopo
Páginas: 146
Ano: 2019
Editora: Independente
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Amazon (Box com os dez livros)
Nota: 
Sinopse: A única coisa que Katherina Threston queria era se casar. Sua primeira tentativa quase foi concluída com sucesso se não fosse o fato do noivo cair morto ao saírem da igreja. Um ano depois, ela estava de volta aos salões de baile onde conhecera Carter, herdeiro do Condado de Eglington. Os dois se apaixonaram à primeira vista e tudo garantia que, dessa vez, o casamento aconteceria, mas infelizmente Carter morrera um dia antes do casamento.

Uma vez que seu sofrimento pela morte do noivo é demais para suportar, Katherina se refugia na casa de campo do cunhado, até que, quase dois anos depois, ela volta para Londres para uma última temporada. Ela sabe que não será cogitada para casamento, por isso está determinada a aproveitar uma última vez os bailes, antes de se tornar uma acompanhante de alguma nobre ou então uma tia dedicada aos filhos de sua irmã mais velha.

Aiden Lavely não é um nobre, não possui títulos, mas tem muito dinheiro. Dono de uma loja de departamentos de sucesso em Londres, onde coloca a mão vira ouro. Apesar de ser um solteiro convicto, aos poucos se pega desejando encontrar alguém com quem ele possa dividir seus dias. Ao socorrer uma jovem que se machuca em sua loja, ele se depara com olhos penetrantes e um sorriso de tirar o fôlego. Para sua surpresa, a jovem dama não só é linda, mas também talentosa, e ele está determinado a criar uma parceria vantajosa para os dois.

O único problema é que a bela dama é ninguém menos do que a Noiva Amaldiçoada.

Resenha: Antes de mais nada, preciso muito dizer que essas capas são muito lindas! Do livro anterior, e do próximo, também! Aliás, para ler a resenha do primeiro livro, clica na imagem abaixo:

                                                                                

Pronto, agora vamos falar de A Noiva Amaldiçoada! Você pode baixar os ebooks na Amazon, deixei os links acima, eles estão no Unlimited, tanto os livros separados quanto o box com os dez livros.

É um livro relativamente curto, cento e poucas páginas. Está mais para um conto...

Já no livro anterior, conhecemos Katherina. Chamada de noiva amaldiçoada por ter sido noiva duas vezes e seus dois noivos morrerem. Um logo após o casamento, outro pouco antes!

Depois de perder o segundo noivo em um acidente, se convenceu de que era amaldiçoada e que não se casaria mais, afinal, não ia querer causar a morte de mais ninguém.

Então ela conhece Aiden, que não é nenhum nobre, mas é um cara cheio do dinheiro. Ele é dono de uma grande loja de departamentos e numa visita à casa do cunhado e tutor da menina, vê seus quadros! Ela pinta quadros lindíssimos que ele faz questão de comprar para sua loja. Começa a vendê-los rapidamente, o que faz com que eles se encontrem com alguma frequência.



Tais encontros vão fazer com que os dois se aproximem e ele, claro, se interesse por ela, que está decidida! Não vai casar!

Mas se ela é teimosa, ele é mais! E com a ajuda e a bênção do cunhado da menina e dos amigos, ela enfim será convencida de que a tal maldição não existe!

Como eu disse é um livro curto, mas bem gostoso de ler. Como o anterior, não é muito elaborado. As coisas se resolvem rapidamente.

Os diálogos são simples e diretos, mas é uma trama bem construída, sobretudo quando percebemos que a autora amarrou muito bem os problemas desse livro com acontecimentos do livro anterior, achei perfeito e sinceramente, não esperava!

É uma leitura leve, rápida e bem fluída, vale a pena, eu li numa noite, rapidinho!

A Trama Perdida – Genevieve Cogman

27 de junho de 2020



Título: A Trama Perdida
Autor: Genevieve Cogman
Páginas: 384
Ano: 2019
Editora: Morro Branco
Gênero: Literatura Inglesa, Jovem Adulto
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Quando a própria Biblioteca está ameaçada, como equilibrar a disputa entre a ordem e o caos?
No quarto volume da série A BIBLIOTECA INVISÍVEL, Irene se vê em uma Nova York dos anos 1920, onde a Lei Seca impera, fedoras, vestidos de melindrosas e submetralhadoras Thompson estão na moda, e intrigas estão a todo vapor. Os intrépidos bibliotecários Irene e Kai encontram-se no meio de uma competição entre dragões e parece que outro jovem bibliotecário envolveu-se na disputa. Se não conseguirem tirá-lo desta situação, sérias repercussões políticas se abaterão sobre a misteriosa Biblioteca. E o equilíbrio deste jogo de poder entre grandiosas facções poderá desencadear uma guerra.
Irene e Kai se veem em uma corrida contra o tempo (e dragões) em busca de um livro raro. Eles enfrentarão gângsteres, chantagens e sistemas de segurança diabólicos. E, se essa missão não acabar bem, poderá ter implicações desastrosas para o trabalho de Irene. E, consequentemente, para sua vida...


Resenha: Esse é o quarto livro da série: A biblioteca invisível e pode conter spoilers de outros livros ou personagens. Para ler as resenhas anteriores, basta clicar nas imagens abaixo:

                      

Vamos começar com duas coisas, primeiro, recomendo que você leia os livros na ordem, pois um faz referência aos outros e as personagens volta e meia aparecem nos livros e a outra coisa é que na página 13 desse livro a personagem descreve com precisão quem ela é, e o que é ser ela. Não uma simples bibliotecária. A história é muito, muito mais que isso.


Cada início de livro Irene está em algum lugar diferente do anterior, então nesse ela está em Londres, precisamente norte da Inglaterra, um tanto diferente para fazer uma troca de livros, entretanto o que ela não contava era que foi fazer essa troca em uma casa cheia de vampiros, e a vampira não está querendo muito fazer a troca de livros e quer que Irene fique do lado dela como uma aliada, porém a aventura que ela passa e encontra para sair desse lugar é bem intrigante.

“- Você é ela? A Irene? Aquela que eliminou Alberich?
- A maioria dos nossos professores teria enxaqueca com uma frase tão imprecisa – disse Irene, se perguntando sobre sua própria reputação. ” Pág. 158

O que vem a seguir é ainda mais intrigante e desafiador. Ela volta para sua Londres que está como bibliotecária residente e acaba sendo interceptada por uma "dragoa" que tem uma informação bem interessante e ousada. Ela conta a Irene que ela e outro dragão estão disputando um lugar de prestígio na corte da rainha da terra do Sul e que o concorrente dela está trapaceando. Só que Irene fica com a pulga atrás da orelha, encontra Kai e juntos vão para a biblioteca central e acabam sendo mandados mandados para uma outra Nova York.

“Irene esperava que nenhum de seus inimigos jamais percebesse o quanto ela era impulsionada por um desejo de descobri como, o quê, onde, quando e, neste caso, quem.” Pág. 190

A cada capítulo ficamos instigados a saber: Será que a dragoa falou a verdade? Será que de fato um bibliotecário faria tal coisa? Se sim, porquê? Quando somos jogados em uma outra Londres, em outro lugar alternativo vemos que talvez as coisas precisem ser discutidas. Nem tudo pode ser o que parece ou pode ser exatamente o que é. Caberá a Irene, Kai e outra personagem fazer o que for possível para que determinados livros não cheguem às mãos erradas.

“- Mas não é quem um homem compra antes que importa – disse George. – É quem continua comprado. Certo?” pág. 211

Aos poucos eu criei algumas tensões em saber se de fato era o que eu estava lendo ou que Irene estava sendo enganada, ou que ela deixou ser enganada, todavia o voto que ela tenta dar para que as coisas se resolvam me fez gostar ainda mais dela como personagem. Parece que nesse livro ela está de alguma forma mais evoluída e fluída do que no livro anterior em que pensei que ela era uma personagem que estava enfraquecendo, mas aqui ela se superou e fez a aventura vale a pena.

“- Você sabe como é o chefe quando não consegue o que quer. Ainda assim, nada de arrancar a pele das nossas costas, está bem?” pág. 253

Estou a um bom tempo lendo essa série e não vejo a hora de ter todos aqui comigo e reler cada um e apreciar as aventuras, tramas, lugares intermediários, independes. Rever as personagens mais doidas, marcantes e ludibriantes. Vale muito a pena ler cada livro, porém ainda faltam dois livros a serem lançados, então se você é ansiosa/o recomendo que aguarde. Eu como leio conforme o lançamento, por mim é tranquilo. Para quem gosta de aventuras, vampiros, dragões, mistérios esses livros são perfeitos.


Filho da Noite - Antônio Calloni

26 de junho de 2020


Título: Filho da Noite
Autor: Antônio Calloni
Páginas: 160
Ano: 2020
Editora: Valentina
Gênero: Ficção, Literatura brasileira 
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:    
Sinopse: 
Caro Leitor, você deve estar, neste momento, se perguntando sobre Filho da Noite, certo? Então... vamos lá: Desconfio que eu seja sombrio, vulgar (como sempre), lírico, erótico, engraçado, romântico (?). Desconfio que eu namore com o terror, com o suspense, com a loucura, com o estranho. Desconfio que eu tenha um final feliz. Sou um romance em duas partes que talvez se comuniquem. Filho da Noite traz uma perturbadora narrativa, cheia de detalhes, um verdadeiro delírio, ou não? O filho, o pai. O segredo, o casarão, as mãos sujas de culpa e nenhum arrependimento. Sua narrativa tem elementos de terror psicológico. Disponha-se a devorar dois livros que facilmente poderiam desmembrar-se em muitos. “Como aperitivo, adianto que a segunda parte do livro começa em clima de soft-pornô ou de romance noir. Nela, o novo protagonista parece ser dono de sua história, até cair num labirinto metafísico, espécie de looping do eterno retorno. E não me atrevo a revelar o final para não estragar a surpresa e a alegria do leitor. Toda vez que sê lê um novo livro, temos a tentação de imaginar a sua genealogia. Para ajudar a decifrá-lo, por um lado, mas também para despi-lo de sua dissonância, de sua diferença. Dentro dessa procura pela semelhança, digamos que Calloni parecia cultivar a desordem de Clarice e a liberdade linguística de Guimarães Rosa.” – Geraldo Carneiro.


Este livro foi cedido pela Editora Valentina, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 





Resenha:

“Desconfio que eu seja sombrio, vulgar...”

Filho da noite, livro do escritor brasileiro Antonio Calloni, é lançamento da editora Valentina de 2020.

O livro possui uma arte bonita, mas estranhei o rosto do autor ser tão utilizado, tanto na capa, quanto nas ilustrações dentro do livro em si. Impossível separar agora o rosto dele do protagonista. Escolha bem exótica da equipe editorial.

O escritor que é conhecido do público por diversos trabalhos como ator, tanto em televisão como teatro, foi o nome que me chamou a atenção nesse lançamento. A sinopse me deixou curiosa, porém, sem saber o que esperar do livro.

O estilo de escrita do autor me pareceu uma mistura meio teatral, meio drama, com uma pitada de conto de fantasmas. Sim, estou tendo dificuldade de colocar esse livro em um gênero especifico. Mas conhecemos através e um narrador onisciente que nos conta tudo como se estivéssemos assistindo uma peça de teatro.

Na trama acompanhamos a história de uma família, que vive em um casarão antigo. O dono, possui um segredo, e aos poucos as pistas para entendermos o que esta acontecendo vão sendo jogadas. Enquanto conhecemos sua história, da jovem que trabalha no casarão e possui um sonho, vários acontecimentos vão convergindo para um clímax. Quando as narrativas se unem e ciente dos segredos que o casarão esconde, nos vemos diante de uma história cheia de um horror e loucura peculiar.


Os personagens principais Agenor, Cinira e um que não contarei para manter o suspense, são bem interessantes, neste livro temos duas histórias, como prometido na sinopse, contudo, a meu ver, parece mais uma mesma história com linhas temporais diferentes.

O livro possui um conteúdo que precisa de aviso: conteúdo adulto, não exagerado, porém, possui conteúdo sexual, e também, violência e terror psicológico, mas nada muito pesado. 

Minha experiência de leitura desse livro foi estranha, a primeiro momento a história não prendeu minha atenção, apenas quando comecei a perceber da história de horror contada nas entrelinhas que me chamou a atenção e foi essa linha de trama que gostei mais.



Um livro nacional que recomendo para quem gosta de histórias, onde segredos estão nas entrelinhas. Um certo suspense e trama voltada ao público adulto.

Até a próxima e tenham ótimas leituras.

A Batalha dos Mortos - As Crônicas dos Mortos, 2 - Rodrigo de Oliveira

25 de junho de 2020

Título: A Batalha dos Mortos - As Crônicas dos Mortos, 02
Autor: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 312
Ano: 2014
Editora: Faro Editorial
Gênero: Ficção, Terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Americanas
Nota:  
Sinopse: Ano 2018. À passagem de um planeta próximo da órbita da Terra, o que era para ser um dia de festa...
Pessoas do mundo inteiro prepararam-se para um espetáculo astronômico mas o evento se transforma num pesadelo. Um dia após à maior aproximação do planeta, um imenso calor sobrevêm e 2/3 de todas as pessoas do mundo transformam-se em zumbis.
Em São José dos Campos, um grupo cria um centro de refugiados para milhares de pessoas não infectadas. Eles reuniram condições de sobrevivência com água, alimentos e criaram uma grande fortaleza. Agora dedicam-se a encontrar outros focos de resistência e ajudar peregrinos do grande apocalipse. Eles não sabem, mas essa pode ser a maior comunidade de vivos na face da Terra.
No entanto, próximo a eles, uma outra resistência - perversa e potente - também cresce. Um grande Comando do Exército é tomado por criminosos do presidio de segurança máxima de Taubaté. Eles resistiram aos zumbis, escravizaram outros humanos e, fortemente armados, se tornam uma ameaça letal à comunidade vizinha.
Uma batalha está para acontecer. Um cerco para salvar vidas. E em meio a isso, inúmeras histórias de pessoas vivendo em situações-limite, muito além da sua imaginação.
A série mais original sobre zumbis desde "The Walking Dead"!


Para ler a resenha anterior, clique na imagem abaixo:

                                                                                  

Resenha: Eu li o primeiro livro em 2016, lá se vão quatro anos, mas é tanto livro pra ler que eu fico meio perdida e na verdade, eu gosto muito de dar segmento à leitura quando já foram todos os livros lançados. Agora que já lançou o quinto, as duas partes dele, resolvi reler todos os que eu já havia lido, (até o quarto), para então pegar os dois últimos, em sequência...

Mas vamos ao livro.... Gente é muito bom...O Rodrigo não tem pena dos personagens e as vezes eu fico mesmo furiosa com ele, em especial quando leio a sinopse lá do quinto livro e constato que alguns que eu adoro, o cara já matou...aff... como e onde??? agora só lendo pra saber...

“Lá no fundo do coração todas as pessoas possuem um canto escuro, frio, empoeirado, onde ficam guardados todo o ódio, a fúria, o remorso e o descontentamento. E quando essa caixa de Pandora é aberta, alguém sempre sai ferido.”

Bom aqui temos o nosso casal 20 Ivan e Estela, mas duros e mais terríveis do que nunca. Juntos, comandam o Condomínio Colinas, que já conta com milhares de moradores. Estela e Ivan são pais de 2 filhos biológicos e mais 8 adotivos, que ficaram órfãos desde que o Planeta Absinto se aproximou da terra, causando a infestação que matou boa parte da humanidade. Eram pessoas pacatas, pais de família, viviam uma vida normal, até que tudo mudou, Estela se tornou uma exímia atiradora, nenhum zumbi escapa de sua mira. Assim, junto com o marido e alguns soldados de confiança, tomaram quartéis dos zumbis e se armaram como puderam.

Em outro ponto, existe um lugar que foi tomado por alguns presidiários que fugiram quando o mundo acabou, a maioria não tem uma índole lá muito boa e o que eles fazem é terrível. As pessoas que os encontram, certas de que arranjaram um lugar seguro para viver, acabam virando escravas dos poucos que mandam, trabalham para eles e as mulheres à noite, são constantemente estupradas. Lá Isabel foi parar, caindo na armadilha disfarçada de segurança.

Isabel e sua irmã gêmea, Jezebel têm alguns dons desde crianças, como mover pequenos objetos e ler o que passa na cabeça das pessoas com um simples toque. São gaúchas, e viviam em Canela, até que Isabel conhece seu grande amor em São Paulo e fica por lá. Quando alguns desmaiam para acordar transformados em zumbi, o marido de Isabel em São Paulo e o pai das duas em Canela, acabam tendo que ser assassinados pelas meninas, deixando-as só, a mil quilômetros de distância uma da outra.

Ambas tentam sobreviver como podem, Isabel que acabou indo parar junto dos criminosos, se torna "escrava" lá, tendo que trabalhar de dia e se tiver sorte, não ser estuprada à noite, até que conhece Canino, um ex detento também, porém não tão perigoso quanto os outros, parece que ele tem um bom coração, só escolheu o caminho mais fácil...Mas bom, ele acaba dando proteção à Isabel, se apaixonam e tudo corre bem, na medida do possível. Só que Emmanuel, o chefe psicopata dos criminosos, por prazer, não pode ver ninguém bem e decide que vai acabar com a felicidade de Canino, fazendo da vida dele e de Isabel um inferno.

"No dia seguinte, Ivan, Estela, Isabel e centenas de soldados partiriam rumo a Taubaté. Emmanuel estava prestes a encarar o inferno em sua própria casa."

Quando Emmanuel prepara uma armadilha que quase a mata, ela decide que é hora de fugir, o que não vai ser fácil já que, quem  é pego fugindo é usado como exemplo, punido com a morte. Mas ela consegue, e encontra o Condomínio Colinas, lá ela relata sua vida com os presidiários, fazendo com que Ivan e Estela resolvam dar um basta em tais atrocidades, indo à Taubaté e resgatando os reféns de Emmanuel. Ao mesmo tempo que Isabel descobre que Jezebel ainda está viva, em Canela, precisando ser resgatada.



Uma batalha sangrenta acontece. Muitas vidas são perdidas dos dois lados. Emmanuel é um doido, sádico e psicopata que não mede sua maldade. Ivan e Estela vão ter que lutar muito para conseguir realizar seu objetivo, além disso, uma Isabel totalmente revoltada nutre um ódio por Ivan, ainda que passageiro. Ela quer salvar Canino, ao mesmo tempo quer que resgate sua irmã, não entende que não é possível viajar uma distância tão longa para regatar uma única vida. Age como se fosse obrigação do pessoal do condomínio, perder dezenas de pessoas para salvar uma única e isso me fez pegar uma implicância com ela que eu não sei se serei capaz de superar!

Mas bom, tudo acaba, da pior e da melhor maneira possível, amigos são feitos no caminho, vidas são perdidas e quando pensamos que tudo está calmo na pacata vida dos sobreviventes...eis que uma ameaça maior surge: Um ser jamais imaginado, um zumbi que pensa! Mas isso fica lá para o terceiro livro A Senhora dos Mortos, que aliás eu já comecei a ler!

Não tem como eu não amar esse tipo de leitura, além do mais, a escrita do autor é maravilhosa, fluída, perfeita! Os personagens são ótimos, tanto na bondade quanto na maldade, são realistas e muito bem construídos, os cenários são narrados de maneira impecável. Queria ver se haverá ambientação aqui no Rio Grande do Sul, espero que sim...hehe... Enfim, leitura super recomendada!