O Rei Corvo - Os Garotos Corvos 4 - Maggie Stiefvater

19 de dezembro de 2019

Título: O Rei Corvo -  Os Garotos Corvos 4
Autor: Maggie Stiefvater
Páginas: 378
Ano: 2016
Editora: Verus
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: O aguardado volume final da Saga dos Corvos, uma conclusão espetacular à história mítica e sombria criada por Maggie Stiefvater. Nada que está vivo é seguro. Nada que está morto é confiável. Há anos Gansey iniciou uma jornada para encontrar um rei perdido. Um a um, ele atraiu seus amigos para essa missão: Ronan, que rouba coisas de sonhos; Adam, cuja vida já não é sua; Noah, cuja vida não é mais vida; e Blue, que ama Gansey... e tem certeza de que está destinada a matá-lo. O fim já começou. Sonhos e pesadelos estão convergindo. Amor e perda são coisas inseparáveis. E a busca pelo rei se recusa a ser fixada em um caminho. A busca pelo rei adormecido vai chegar ao fim em Henrietta — mas não sem perdas, desejos, revelações e uma verdade brutal. Com O rei Corvo, Stiefvater conclui uma verdadeira obra-prima.
Resenha: Está resenha é um Adeus, a Quadrilogia Os Garotos Corvos da talentosa escritora Maggie Stiefvater. Publicado no Brasil pela editora Verus, que fez um excelente trabalho de tradução e arte. Todos os livros tem capas belíssimas, e diagramação muito bonita. 
Como encerra uma saga spoilers dos três primeiros livros, cujas resenhas vocês podem encontrar clicando na imagem deles abaixo:

                             

“- Blue! Seus garotos estão aqui na frente, acho que vão enterrar um corpo.
De novo?, pensou Blue.”

Alguns livros entram em nossas vidas de formas silenciosas e vão crescendo dentro de nós. É assim que eu me sinto ao ler ou reler esses quatros livros incríveis.

Blue, Gansey, Ronan, Adam e Noah, são agora queridos amigos que habitam meu coração, cujas histórias me tocaram e emocionaram.

Em Os Garotos Corvos eu os conheci, cada um deles ganhou uma semente do meu afeto.
Em Ladrão de Sonhos, Ronan usou sua magia e as plantou com sucesso e partir daquele momento esses sentimentos só cresceram.

Vamos recapitular brevemente os três livros anteriores?

Gansey, morreu... Porém foi ressuscitado por um poder que ele jamais imaginou que poderia existir, isso o levou em uma jornada, pelo mundo para compreender de onde vinha esse poder que havia sussurrado em seu ouvido enquanto estava entre a vida e a morte:

“Você vai viver por causa de Glendower. Alguém na linha ley está morrendo quando não deveria, e assim você vai viver quando não deveria”

A partir desse momento toda sua vida se redefiniu, ele não podia seguir os planos de ouro para a sua vida que sua família e ele assim o esperavam, ele podia estar destinado para a grandeza, mas agora ele necessitava de respostas, por que ele tinha sido salvo?



Sua busca o levou então ate a Academia Aglionby onde se tornou um aluno e por isso um Garoto Corvo, onde conheceu Ronan e Adam e Noah.
Os três se tornaram seus amigos e se muitos o viam como realeza, aqueles três seriam então seus cavaleiros.

Ronan, dono de segredos tão maravilhosos que quando o conhecemos, finalmente podemos mensurar como ele é: Uma criatura extraordinária, apesar de imersa em dor, ironia e uma raiva incandescente, que são seus escudos em uma tentativa de proteger o gentil garoto que teve sua vida toda estraçalhada no momento em que um assassino de aluguel destruiu a vida de seu pai.

Adam, diferente dos amigos, por ser um fruto da cidade, e não da parte e sim da mais pobre, porém que cuja pobreza, não é de longe seu maior problema, tendo a vida toda imersa em abusos e violência vinda daqueles que deveriam o proteger, ele luta e trabalhar ardorosamente para pagar seus estudos e sair daquela cidade e de toda a dor e nunca mais olhar novamente para seu passado.

E por ultimo temos Noah, aquele que morreu antes do tempo, aquele cuja vida foi dada a Gansey, e por isso a cada momento, se encontra perdendo mais partes de si mesmo, e se tornando algo que ele teme mais do que tudo, porém, é a amizade que sente por seus companheiros que o mantêm ali, usando a energia das linhas leys e sendo um fantasma que passa por vivo. Que surpresa foi descobrir sobre ele não?

E quando os quatro já eram uma família, eles encontram Blue, nossa protagonista, ou seria correto que Blue os encontrou? A única não médium de uma família de mulheres com variados graus de mediunidade, ela tem o peculiar poder de ampliar os poderes das pessoas ao seu redor, e ela mesma tem apenas duas verdades na vida. Não beije seu verdadeiro amor, pois isso o matará. E não se envolva com Garotos Corvos.

A partir que ela é levada para a busca de Gansey, as linhas do destino que foram tecidas co cuidado os unindo vão se mesclando ainda. Segredos foram desvendados, magias foram realizadas, sacrifícios foram feitos.

Em três livros vemos esses cinco jovens crescendo, amadurecendo e enfrentando horrores que eles jamais esperavam, mas vimos também muito amor surgindo, suas raízes se estendendo profundamente. Ao ponto em que percebemos que todos estavam irremediavelmente apaixonados uns pelos outros e aquele amor iria iluminar a todos.

Agora chegou o momento de darmos adeus a esses personagens, e a todos os demais que também nos conquistaram.

Na busca pelo Rei Mítico, eles descobriram muitas coisas, uma delas era que haviam três adormecidos. Um para eles despertarem e obterem um pedido (Pedido que eles desesperadamente precisam, apesar de nem todos estarem sabendo o quão esse pedido será necessário), um para eles ignorarem se possível, e um para NUNCA despertarem.

E eles falharam, despertaram Gwendolin e agora ela esta enlouquecendo eles de certa forma, apesar de não ser esse o problema, não acharam o Rei, e permitiram que as pessoas erradas despertassem aquele que não deveria ser despertados.

Com isso a teia de poder frágil que mantém Cabeswater viva, está prestes a ruir e trazer tragédias a todos. Aqueles mais ligados a ela estão ainda mais em perigo. Adam que se tornou as mãos e olhos da floresta, esta em risco. Ronan o sonhador, cuja centelha de vida está intimamente ligada a ela, pode se desfragmentar. Gansey, Blue, Noah, estão desesperados para salvá-los e a todos que amam.

E os adultos da trama, que amamos também, estão em risco. Medo, temor e união marcam o ultimo livro dessa saga tão intensa.

Tudo isso enquanto precisam lidar com os próprios sentimentos que assim como as tragédias se aproximam são colocados ainda mais em evidencia.

O Rei Corvo, foi definitivamente o mais desesperador, livro da saga. As sombrias manifestações de poder de um Cabeswater em desequilíbrio atacada por uma entidade maligna, foram de quebrar meu coração, chorei com eles, e segurei suas mãos quando os corações deles se partiram.

“Ao lado de Blue, Adam estremeceu violentamente. Blue o enlaçou com um braço. Era terrível imaginar que, enquanto Gansey e ela almoçavam, Ronan e Adam perambulavam juntos através de uma paisagem infernal. Os mágicos galantes de Gansey, ambos derrubados pelo horror.”

 Mas sorri muito com eles, vibrei quando irmãos fizeram as pazes, quando primeiros beijos foram dados, dei muitas risadas com a amizade entre Ronan e Blue, que são meu bromance favorito do livro, amei, cada relacionamento que existe entre eles.

“... – Fui suspensa – respondeu Blue.
- Não acredito – disse Ronan com admiração – Sargent sua Babaca.
Ainda que de forma relutante, Blue permitiu que trocassem um cumprimento de punhos cerrados enquanto Gansey a olhava...
... - Não quero falar sobre isso.
- Eu quero.
- Bom, eu não. Não tenho orgulho disso.
Ronan deu um tapinha na perna de Blue.
- Eu terei orgulho por você”

Espero que todos tenham a oportunidade de ler esses livros e conhecer o talento de Maggie Stiefvater, ela cria personagens com camadas e camadas de personalidade, cujas almas são tão vibrantes que nos conquistam, cada sorriso deles, são uma vitoria.



Não posso falar muito mais desse último livro, pois tudo pode ser um spoiler gigantesco. Além de que ele é uma história onde tramas são encerradas, segredos são finalmente expostos e tudo é explicado. Onde mais uma vez o que triunfa é a amizade. Onde as perdas são dolorosas, e onde nossos queridos personagens precisam mais do que nunca um do outro.
Uma história que diz respeito a todos eles. O valente rei e seus magos...

“Querer viver, mas aceitar a morte para salvar os outros: isso era coragem. Essa é a grandeza de Gansey...”

Um excelente encerramento para o ciclo dos Garotos Corvos, porém...
Uma fagulha brilhante que vai nutrir e dar vida a muitos outros livros, e sim... Haverá outros nesse mesmo universo. E eu já estou aguardando eles com o coração repleto de carinho.

Até a próxima e tenham ótimas leituras.

10 comentários

  1. Acredita que nunca li nenhum dos livros da saga dos Garotos Corvos? E acabo sempre me arrependendo, principalmente quando chego num lugar assim e com uma resenha assim ;/
    Lendo que todos os jovens além de terem sua importância, cada uma à sua maneira, também conseguiram evoluir e crescer em cada nova batalha.
    Aliás, esta série de livros merecia se tornar um seriado né??
    É tudo tão lindo, tão intenso que não dá para ler a resenha e não imaginar isso na telinha!!!
    Adorei e prometo a mim mesma,começar a ler os livros em breve!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ângela
      Se puder leia essa série
      É uma das minhas favoritas da vida. Realmente me encantou.
      E sim. Merecia muito um seriado! Impossível não imaginar Os Garotos Corvos na telinha 😍

      Excluir
  2. Olá!
    Já tinha visto os demais livro, não tinha ideia que tinha mais um outro volume, fiquei agora curiosa pela historia. Tem uma ótima premissa, uma trama que em encanta. Espero muito conseguir ler e conhecer a trajetória desses personagens.

    blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  3. Vivian!
    Entendo que não dá para contar muito sobre o último livro que encerra a quadrilogia.
    Mas desde o primeiro livro, fiquei bem interessada em poder conhecer esses garotos e acompanhar suas sagas no decorrer dos livros.
    Adoro uma fantasia bem escrita.
    Pena que chegou ao fim.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Nada melhor do que ver uma série que tanto gostamos chegar ao fim com grande estilo e bem finalizada.
    Não conhecia a série, mas lendo essa resenha fiquei tentada em conhecer as aventuras desse cinco amigos e descobrir como toda a aventura termina.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Engraçado como me apaixonei por essa turma e esses livros fácil, fácil! Esse encerramento já me deixou aqui com um sorrisinho bobo (e a esperança que tudo tenha dado certo) e saber que apesar do “encerramento”, ainda teremos um pouco mais desse mundo mágico também é uma grata surpresa! Espero poder finalmente ler (e sorrir para valer) o mais rápido possível!

    ResponderExcluir
  6. Não conhexia essa série ainda, mas achei as capas lindas. Fantasias não faz muito meu estilo, é difícil encontrar algum livro que me agrade. Vou ler as demais resenhas da série, e quem sabe eu leia futuramente.

    ResponderExcluir
  7. Olá! ♡ Eu acho as capas dos livros dessa série tão lindas! Já quero todos na estante rsrs! ♡
    Nunca li nada da autora, mas o que não me falta é vontade! Faz tempo que quero fazer a leitura dessa série e agora que li sua resenha tenho certeza de que devo inicia-la o mais breve possível ♡
    Que bom que esse último livro encerrou a série com chave de ouro, é maravilhoso quando isso acontece ♡
    Não vejo a hora de ler esses livros e conhecer todos esses personagens maravilhosos que a autora criou e a linda amizade que existe entre eles ♡
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  8. Oiii ❤ Eu tenho muita vontade de ler essa série, já que já ouvi críticas positivas sobre ela e elogios sobre a escrita da Maggie Stiefvater.
    Eu acho essas capas tão lindas que seriam livros que eu compraria pela capa.
    Gostei que as histórias e trajetórias dos personagens emocionam, gosto de personagens que se infiltram no coração do leitor e que tem enfoque na amizade também.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  9. Eu já tinha ouvido falar nessa série de livros mas nunca cheguei a procurar sobre o que era mas eu já tive um pequeno contato com a autora desse livro lendo o trabalho a corrida de escorpião que ela publicou alguns anos atrás e mesmo não conhecendo tanto esses a nova série delas tenho certeza que se daria uma ótima da Caixa

    ResponderExcluir