Reino de Cinzas - Trono de Vidro, 6 - Sarah J. Maas

25 de abril de 2019

Título: Reino de Cinzas - Trono de Vidro, 6
Autor: Sarah J. Maas
Páginas: 1050
Ano: 2019
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: A conclusão épica e inesquecível da série Trono de Vidro.

Trancada em um caixão de ferro, Aelin luta para permanecer forte e resistir às torturas de Maeve, pois sabe que a sobrevivência de seu povo depende disso. Mas a cada dia que passa, parece mais difícil manter a determinação. Em Terrasen, Aedion, Lysandra e seus aliados se esforçam para conter a ameaça iminente, porém a força dessa aliança pode não ser o suficiente para barrar as hordas de Erawan e proteger Terrasen da destruição total. Enquanto isso, do outro lado do oceano, Rowan não irá desistir de encontrar seu amor, sua parceira, sua rainha.

À medida que os fios do destino se entrelaçam no explosivo final da série Trono de Vidro, todos devem lutar se quiserem uma chance de sobreviver.
Como todos sabem, estamos fazendo a Leitura Coletiva dessa série, e nesse último post, resolvemos juntar tudo. Então, você conhecerá a opinião da Vivian, escrito em cinza, a cor do blog mesmo, porque a resenha é dela.  A da Márcia, lá no final, em azul, e a minha, Denise, em vermelho pelo meio do caminho, já que sou enxerida mesmo...

Se você quiser saber mais sobre a leitura coletiva, clique na imagem abaixo:



E para ler as resenhas anteriores, clique nas imagens: 

    

Resenha:

“Era uma vez, em uma terra há muito queimada até virar cinzas, uma jovem princesa que amava seu reino...”

Minha Jornada lendo os livros de Trono de Vidro, se iniciou em janeiro de 2019, assim como quem não quer nada, eu comecei a ler, então fui invadida por uma paixão, e quando em fevereiro, as meninas do Blog Eu pratico Livroterapia, se uniram a mim em uma leitura coletiva, a experiência se tornou única. (A minha começou em 2016, li tudinho...até que não tinha a conclusão. Para quem já leu, dá pra imaginar ter que esperar todo esse tempo para saber como a Aelin se virou depois de tudo o que tinha acontecido no livro anterior?)

Ler cada um dos livros da série e ter a oportunidade de poder trocar com elas meus surtos: As alegrias e as tristezas, os risos e as lágrimas foi incrível. (E elas sempre querendo me arrancar spoiler e depois brigando para eu calar a boca!)

Agora eu, Denise, Márcia e Fabby chegamos ao final dessa jornada, o último livro, encontrou em nossas vidas dia 15 de abril, Denise o devorou em horas... (totalmente justificável, afinal, eu estava esperando a mais de 2 anos né...) Eu e Márcia terminamos praticamente juntas, e quantas emoções foram essa leitura!

Posso dizer que não esquecerei essa jornada e já estou pronta para começar a próxima com elas. (Eu também!!!)

Por termos adquirido o livro em pré-venda, essa resenha será mais de nossas impressões na leitura do que falar sobre os segredos e encerramento da Jornada de Aelin Coração de Fogo e sua Corte que veio para mudar o mundo. Evitaremos o máximo os spoilers. (Difícil, a vontade que tenho é de contar tudo, mas vou ser forte!!!)

E mais uma vez vamos nos unir nessa resenha para dar o nosso adeus a essa série linda.

“Um farol brilhando forte nas sombras das montanhas, nas sombras das forças que os aguardavam, era Aelin iluminando o caminho para o norte.”

Nos livros anteriores conhecemos a assassina mais temida de Adarlan, Cealena Sardothien, uma jovem de dezessete anos que possui um passado misterioso e mesmo sendo a mais perigosa assassina do reino se encontrava presa nas Minas de Sal de Endovier, pagando por “seus crimes” como escrava, então ao ser retirada de lá pelo príncipe herdeiro de Adarlan, Dorian Havillard, para ser a sua campeã em um torneio, ela recebe a oportunidade de ter a sua liberdade de volta, e com isso conseguir a vingança contra aqueles que a traíram. Mas nada era como se parecia, Cealena, não era apenas uma assassina, e sim uma princesa de Terrassen, um reino tão mítico que gerou lendas e lendas, porém, que fora dizimado pelo rei de Adarlan, quando este resolveu dominar o mundo conhecido. Por dez anos Aelin, se escondeu sob o nome e manto da assassina e viveu tentando fugir dos horrores que recaíram sob seu reino e sua família.

Só que pessoas cruzaram sua vida, e isso mudou tudo, começando por Dorian, que ela deveria odiar e nunca conseguiu, por Chaol, por Nehemia que foi sua primeira amiga em anos, todos eles mudaram Aelin, lhe deram coragem para parar de fugir e não mais se esconder. Se preparando para enfrentar o mal encarnado ela partiu em jornadas por reinos, conheceu seu parceiro e aquele que sempre estaria ao seu lado, o príncipe feérico Rowan, recuperou sua outra metade, seu primo e melhor amigo Aedion, encontrou uma amiga que seria uma eterna poderosa aliada Lysandra, e fez elos que vão durar séculos com sua corte, os lendários guerreiros feéricos Gavriel, Fenrys e Lorcan. Transformou inimigo em aliados. Bruxas que viviam uma vida, presas em um círculo de dor e violência, encontraram forças para se permitir que sentissem mais do que lhe sempre foi permitido, fossem livres para escolher seus destinos. (Muito legal ver a evolução das bruxas. Eu não gostava delas, até que conseguiram me arrebatar de vez). E várias vidas que ela tocou durante seus dias como assassina vieram a ela em busca de algo que ela prometeu:

“ Um mundo melhor.”

E este livro foi à jornada da fé de cada aliado de Aelin, suas amigas, mulheres tão poderosas: Manon, Elide, Nesryn, Yrene, Lysandra, Evangeline, Borte, Hasar, Ansel, os guerreiros que dariam suas vidas por Terrassen e pelo mundo. Aedion, Ren, Murtagh, Dorian, Gavriel, Fenrys, Lorcan, Rowan, Chaol, Galan, o Khagnato, os assassinos silenciosos e o povo feérico.

Todos se uniram diante do mal impronunciável: Contra Erawan e Maeve, os inimigos reais que se esconderam por milênios manipulando e usando todos os povos para seus fins malignos.

Reino de Cinzas nos leva até Aelin aprisionada em um caixão de ferro, (imagina ter que esperar dois anos para saber como ela saiu dessa? ) sofrendo as mais terríveis torturas. Enquanto seu parceiro e uma parte de sua corte ia em seu resgate, outra parte seguia em direção a Terrassen, para lutar contra as ordas de Erawan que se reunia para os destruir.


Temos então vários pontos de vistas durante este livro, (isso não confunde, mas nos deixa ávidos pelo próximo ponto de vista, depois o próximo...) enquanto Aelin lutava por sua vida, Rowan e os demais a procuravam, vemos Chaol e Yrene, levando os exércitos do khaganato e as preciosas curandeiras para a guerra, temos Dorian, Manon e suas treze bruxas na jornada para encontrar as Crochans e a terceira chave da Wyrd, a qual precisam para pagar uma dívida antiga e terem chances de vencer essa guerra. Enquanto isso Aedion comanda a Devastação e os aliados que Aelin conseguiu em uma tentativa de proteger o reino contra a orda de Erawan, um exército que não se cansa, cem mil vezes maior e possuídos por demônios e príncipes Valgs. (parece muito né? mas cada um desses grupos é importante, e quando eles finalmente se juntam, é mágico!)

“Vamos tornar esta luta digna de uma canção – falou ele”

Lágrimas e sangue são derramados neste último livro, corações são quebrados e perdas que nunca vão ser superadas marcam as linhas dessa guerra, e por Sarah ser uma autora tão incrível, acabamos por sentir cada uma dessas perdas, chorar com os personagens, porque eles são tão incríveis que suas dores se tornam as nossas, e felizmente, suas alegrias e triunfos também.

“Nós somos as Treze – disse ela – De agora em diante até que a Escuridão nos clame.”

Um livro de personagens fortes que lidam com pesos e responsabilidades. Um historia de uma Rainha Prometida, de uma corte para mudar um mundo, de amigos cujos corações são mais fortes de qualquer metal, de amantes que se encontraram mesmo e meio de toda a destruição e dor e construíram algo melhor um para o outro.

Um livro de sacrifícios...

Muitos...

“Meu preço é inominável...”

Como podem ver Reino de Cinzas foi uma leitura emocionante, uma miríade de emoções nos tomou durante a leitura e foram dias falando disso em nosso grupo, que todos tenham a maravilhosa experiência que foi ler esta série e se preparem pois este foi um final épico. (Preciso concordar. Se ler esse livro foi maravilhoso, ler em conjunto então foi algo que superou todas as minhas expectativas. Poder falar, rir, chorar e surtar no grupo com as meninas foi uma experiência que levarei para sempre comigo.)

“Seu nome era Aelin Ashryver Whitethorn Galathynius... Coração de Fogo... Espírito que não pôde ser Quebrado. A que não se rende...”

Ler este livro foi muito emocionante, primeiro por que se tratava do último da série; segundo por que era cada situação que nossos heróis passavam. Meu coração acelerou várias vezes,  de medo,  de tristeza... de alegria. Fazia tanto tempo que uma história mexia assim comigo. (digo o mesmo...)



Aelin foi o maior exemplo de mulher forte e perspicaz que já tive a oportunidade de ler (conhecer). Mesmo quando tudo estava praticamente perdido,  ela lutava como se fosse vencer, não deixava o pessimismo a dominar. Uma rainha do início ao fim; uma mulher que soube valorizar todas as pessoas que cruzaram seu caminho... (e quem imaginaria que pessoas que pareciam não fazer diferença da história nos livros anteriores, se tornassem fundamentais para que a guerra fosse ganha).

E essa foi a atitude que a ajudou no final.  Ajudar, eis que foi a gota que a incentivou a lutar por sua terra; ajudar aqueles que não tinham forças para se defender... Ajudar sua terra a se libertar de forças sombrias; Ajudar povos a reconquistar suas pátrias... Este livro não se tratou apenas de finalizações,  ele também nos mostrou que a união,  a coragem e o amor são a mistura perfeita para a Vitória.


"Era uma vez, em uma terra há muito transformada em cinzas, uma jovem princesa que amava seu reino..."

Mas querem saber qual minha maior emoção? 
Hahaha a leitura coletiva,  sim, ler com pessoas tão loucas quanto você pela história,  foi a coisa mais prazerosa que fiz. Eu e a Vivian (loucas bipolares por spoilers) quase deixávamos a Denise louca. (Viram??? confessou...hahah) Ela é a maquina de ler do blog,  le tão rápido que não dá pra acompanhar. (Cadê um emoticom fazendo cara de drama aqui???)

E nós a reles mortais, a enlouquecíamos pra saber coisas que iriam acontecer mais para a frente no livro. Riamos, xingávamos, chorávamos... Tudo juntas, assim como a Aelin e sua corte, unidas pela leitura, juntas por Trono de Vidro.  Agora quem vai nos segurar quando decidirmos qual será nossa próxima leitura coletiva?🤣 (Espero que ninguém porque eu amei fazer isso e pretendo encarar logo nossos próximos surtos).

Enfim gente, não fizemos post de leitura coletiva desta vez para encerrarmos de uma maneira diferente, trazendo nossas opiniões para vocês já na resenha!

Leiam, se puderem, leiam essa série, surtem como surtamos, se apaixonem pelos personagens, chorem com eles, e depois contem-nos o que acharam! Nós, com certeza, levaremos essa história e essa leitura coletiva para sempre no coração!

16 comentários

  1. As opiniões se completaram e deve ser muito bacana ter com quem dividir os surtos causados por uma leitura que parece levar a uma gama de emoções <3 Gostei muito de acompanhar os posts dessa leitura coletiva, como já disse anteriormente ainda não comecei a ler essa série. Mas já vou preparando o coração para quando iniciá-la. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma grande emoção ler está história com amigas, acredito que além dos livros serem muito bons, poder ter essa troca com elas tornou memorável a experiência. Sim, prepare seu coração!

      Excluir
  2. Fazer uma leitura assim com outras pessoas envolvidas pra falar de uma série desse jeito deve ser muito gostoso. É uma série de surtos e emoções e só imagino o monte de coisas e teorias e trocas de ideia que dá pra fazer. Já deu pra perceber que o final é muito bom, cheio de lágrimas de tristeza e de alegria. Ah tô bem ansiosa pra ver se leio esses benditos logo. Esse ano vai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me emocionei muito com essa leitura coletiva, a troca de experiências e emoções com elas foi incrível, Cristiane, leia, os livros são maravilhosos. Uma grande história mesmo.

      Excluir
  3. Olá Meninas! Estou me sentindo nostálgica só de saber que acabou! Sarah J. é maravilhosa, mestre contemporânea da fantasia, já sou fã. Enquanto leio Tomo 2, na esperança de conseguir os demais livros para finalizar a série fico imaginando que final épico nos aguarda. Eu simplesmente amei a ideia da leitura coletiva, é sempre bom vibrar com os amigos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, sim, acabei de ler e já estou com saudades de todos os personagens, e a leitura coletiva tornou essa experiência ainda melhor. Foi maravilhoso. Que possa ler em breve esse último livro, prepare seu coração!

      Excluir
  4. Finalmente chegou ao fim. Só posso imaginar que todo o enredo de Trono de Vidro tenha sido uma montanha-russa de emoções. Li o primeiro livro e parei. Vou retormar agora e ler todos os livros seguidos, sem ter que esperar por nenhum lançamento. Prefiro assim! kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nil, faz muito bem! Eu li todos esse ano, mas a Denise, esperou anos para lançarem este último, eu teria morrido de agonia e ansiedade... Pois que finais de livros a Sarah escreve, te deixam desejando já ter o próximo. Beijos

      Excluir
  5. Oiee!
    As vezes acho que sou a única pessoa que não leu essa série.
    Por não ser o tipo de leitura que me prende desde o começo não me vi tentada a ler, vejo que tem muitos fãs e que o pessoal ama de paixão, mas não é o meu caso, então deixo pra quem curte a leitura.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Iêda

      Eu sou super fã de fantasia e series épicas, mas eu passei anos só ouvindo falar dessa série.
      Quando eu li foi uma surpresa maravilhosa ❤
      Beijos

      Excluir
  6. Olá! Deve ter sido realmente incrível (e inesquecível) realizar essa leitura coletiva (que venham mais), e mais ainda aguardar por tanto tempo (acho que não conseguiria) essa continuação, afinal só lendo as resenhas já fiquei aflita, imagina esperar, esperar e esperar (como dizem por aí “Haja coração amigo”). Sem dúvida a série esta na minha meta de leitura desse ano e quero assim como vocês surtar (e muito) durante a minha leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elizete! Não esqueça de quando ler vir nos contar!!!

      Essa série ganhou meu coração de uma forma incrível ❤

      Excluir
  7. Oi, Vivian
    Adorei esse último post sobre a série Trono de Vidro.
    Como a Denise aguentou vocês pedindo spoiler e depois não querendo mais spoilers kkkk (Tô brincando).
    Quero muito poder ler essa série o quanto antes.
    Uma pena chegar ao fim, mas ainda bem que a autora mesmo com tantos personagens não se perdeu na trama.
    Qual será o próximo livro ou série para leitura coletiva? Vou adorar acompanhar.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luana, acredito que você vai amar esses livros. São muito bem escritos e com personagens cativantes.
      Denise sofreu conosco, e nos torturou também porque olha... que ansiedade.
      Amei essa leitura e já começamos a próxima com a Saga Lux da editora Valentina.
      Beijos e espero te ver sempre por aqui!

      Excluir
  8. Em primeiro lugar parabéns a todoa. O blog é lindo e tudo que escreveram define bem a serie. Aelin é aquela mulher que não tem medo de mostrar a que veio.
    Beijos Vivi e novamente oarabens.
    Mary Lhenihan <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary ❤
      Obrigada, o blog é um sonho mesmo ❤
      Estes livros foram leituras maravilhosas. Aelin ficará para sempre em nossos corações 😙

      Excluir