Princesa das Cinzas - Princesa das Cinzas, 1 - Laura Sebastian

24 de dezembro de 2018

Título: Princesa das Cinzas -  Princesa das Cinzas, 1
Autor: Laura Sebastian
Páginas: 352
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Best-seller instantâneo do The New York Times.

Primeiro volume de uma trilogia épica.

PRINCESA
PRISIONEIRA
ÓRFÃ
REBELDE

Theodosia era a herdeira do trono de Astrea quando seu reino foi invadido, deixando um rastro de destruição.

Dez anos depois, a princesa, órfã, prisioneira e subjugada, percebe que não lhe resta mais nada, a não ser lutar pela própria liberdade.

O passado, que por tanto tempo ficou enterrado, agora precisa vir à tona para mostrar a Theodosia os caminhos que poderão levá-la de volta ao trono.

Mas Theo conseguirá ser a rainha de que seu povo precisa? Ou será que anos de humilhações transformaram a herdeira da Rainha do Fogo em meras cinzas?


Este livro foi cedido pela Editora Arqueiro, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora.


"Entretanto, enquanto a coroa da minha mãe era forjada em ouro negro e engastada em rubis, a que o kaiser me manda é moldada em cinzas e, assim que Hoa a coloca no lugar, ela começa a se desfazer, deixando rastros em meus cabelos, pele e vestido. Minha mãe era conhecida como a Rainha do Fogo, majestosa e forte. Mas eu sou a Princesa das Cinzas, uma piada viva."
Resenha: Astrea é um lugar próspero, o povo têm uma rainha, que todos amam. Alguns habitantes têm magia, que são ampliados por pedras, que retiram das minas do local.
"Sou um cordeiro na toca do leão e não sei se sou capaz de sobreviver."
Quando Theodosia tinha 7 anos, Astrea foi atacada por um povo que mais parece aqueles gafanhotos que vão de lugar em lugar destruindo tudo. Matam os habitantes locais e vivem em seu lugar até que as riquezas de terra se esgotem. Pois eles mataram sua mãe, a rainha do fogo e aprisionaram a menina. Tomaram o castelo e lá vivem, no lugar da antiga rainha, o Kaiser, que seria o então rei do seu povo aprisiona Theodosia e desde criança, desconta toda sua raiva nela. Crescendo sob contantes castigos, lhe arrancam tudo, até que a menina, agora com 17 anos e conhecida por Thora, não sabe mais que identidade têm.
“Não sou rainha de ninguém. Sou Lady Thora , Princesa das Cinzas. Não sou Ninguém.”
Ainda que tenha se submetido aos desmandos do Kaiser, vive em relativa liberdade dentro dos muros do castelo, sempre vigiada por três sombras e obviamente, ainda sendo castigada cada vez que o Kaiser acha conveniente. Ela vive então sob constante medo.

Até que Søren, o filho do Kaiser, meio que começa a demonstrar certo interesse pela menina ao mesmo tempo que o passado enfim a reencontra na forma de três pessoas que vão ajudar a menina a arquitetar um plano, usando os sentimentos do príncipe para finalmente fugir e retomar seu reino  para libertar a pequena parcela do seu povo que está viva ainda.
“A ideia de o prinz Søren nutrir sentimentos por alguém é risível. Duvido que haja coração em seu peito. No entanto, não consigo deixar de pensar em como ele me pediu que o chamasse pelo nome.”
Em meio à muitas dúvidas, ela começa e se perguntar se todos daquele povo são realmente tão ruins assim, acontece que fica difícil achar que não, quando ninguém dali jamais a defendeu... e quando ela percebe que sua liberdade só tem valor mesmo para ela e seu povo, fará de tudo para conquistá-la.
“Meu nome é Theodosia Eirene Houzzara e, como minha mãe e todas as minhas antepassadas antes dela, sou uma Rainha do Fogo, com o sangue de um deus nas veias.”
Foi uma surpresa e tanto a leitura desse livro para mim. Estava esperando algo como a Rainha Vermelha que eu sinceramente, não gostei muito, mas não foi o que eu encontrei. Theo está quebrada, é bem verdade, destruída depois de anos de maldades, mas quando reencontra seu povo e percebe que pode retomar as rédeas da sua vida, não mede esforços para fazê-lo, ainda que tenha que passar por cima de sua então "amiga" e do príncipe por quem ela nutre alguns sentimentos. Nada disso importa quando seu maior objetivo é fugir dali e libertar seu povo.

A narrativa é lenta no começo, mas só até nos acostumarmos com o ritmo que a autora impôs, os personagens são bem interessantes, construídos de forma que convence e a trama tem potencial para ainda surpreender bastante!

6 comentários

  1. Me lembra algumas série que já li também e gostei disso. A garota parece ter passado por coisas bem ruins e muitas dificuldades ao longo desses anos, mas essa força que descobre ao firmar um objetivo de ter a liberdade, de ajudar o povo dela, parece ser muito boa. Um começo mais lento e bom pra ambientar, um potencial pra coisas grandes nos próximos livros e uma personagem fácil de ao menos simpatizar pela causa já me prende. Leria.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise!!
    Ainda não li a série A rainha vermelha, então não tenho como dar opinião sobre essa série. E A princesa das Cinzas e um dos livros que mais estou curiosa para fazer a leitura. Acho que a Thora está muito quebrada pois deve ter sido difícil passar dez ano sendo castigada com frequência perdendo nesse processo sua identidade. Mas dar para notar que muitos querem que ela escape para libertar o seu povo. Enfim, estou bem interessada nessa trilogia.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise!
    Apesar da minha relutância em me jogar em mais uma série desse tipo fui fisgada por essa história. A capa é belíssima. Recentemente li a trilogia A Rainha de Tearling e captei algumas semelhanças com A Princesa das Cinzas, porém na primeira história temos pouca magia. Estou muito ansiosa para acompanhar a batalha de Theo para recuperar o seu trono e se reerguer das cinzas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu realmente esperava que houvesse uma semelhança concreta com A Rainha Vermelha e As Crônicas de Gelo e Fogo, porém é possível perceber que editora optou por colocar a citação midiática na capa para chamar a atenção dos leitores. E confesso que é ótimo saber que essa trilogia da autora possui bastante originalidade, pois assim ficamos mais entusiasmados para os próximos acontecimentos. Esse primeiro volume aparenta contar com um ritmo lento para que seja possível introduzir ao leitor todos os elementos do universo criado, porém isso não torna a leitura monótona. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Taí mais um livro que faz parte da minha listinha, mas ainda não tive oportunidade e ler. Claro que só a sinopse já me conquistou, afina amo fantasias. A história é daquelas que eu sou fascinada e vou amar conhecer mais sobre Theodosia e como ela vai crescer durante toda a leitura, até porque não é nada fácil enfrentar o que ela teve que passar durante todos esses anos.

    ResponderExcluir
  6. Denise, eu ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas gostei muito da sua. É bem o tipo de livro que eu gosto.
    Adoro esses livros que um adolescente precisa salvar o mundo kkkkkkkkkk
    Poxa, a Theodosia parece sofrer muito, mas também pelo jeito será muito batalhadora e aprenderá de mais. Pelo jeito, não será tão feliz no amor aiii....
    mas já quero!
    bjs

    ResponderExcluir