A Pequena Caixa de Gwendy - Richard Chizmar e Stephen King

18 de dezembro de 2018

Título: A Pequena Caixa de Gwendy
Autor: Richard Chizmar e Stephen King
Páginas: 168
Ano:2018
Editora: Suma
Gênero: Suspense, Ficção
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Submarino
Nota: 
Sinopse: Há três caminhos para subir até Castle View a partir da cidade de Castle Rock: pela rodovia 117, pela Estrada Pleasant e pela Escada Suicida. Em todos os dias do verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos, vai pela escada, que fica presa por parafusos de ferro fortes (ainda que enferrujados pelo tempo) e sobe em ziguezague pela encosta do penhasco.Certo dia, um estranho a chama do alto: “Ei, garota. Vem aqui um pouco. A gente precisa conversar, você e eu”. Em um banco na sombra, perto do caminho de cascalho que leva da escada até o Parque Recreativo de Castle View, há um homem de calça jeans preta, casaco preto e uma camisa branca desabotoada no alto. Na cabeça tem um chapeuzinho preto arrumado.
Vai chegar um dia em que Gwendy terá pesadelos com isso.


Este livro foi cedido pela Editora Suma, porém as opiniões são completamente sinceras. Não sofremos nenhum tipo de intervenção por parte da Editora. 

Resenha: 
"Dá para usar o "se" para um monte de coisa até enlouquecer, minha garota."
Gwendy, uma menina de 13 anos com alguns quilos acima, tem o hábito de subir correndo, algo que chamam de escadaria suicida por ser ingrime e também porque quem se jogar dali com certeza morreria.

Está empenhada em perder algum peso, tentando arduamente se manter em forma para começar as aulas e não voltar a sofrer o bullying que alguns garotos fazem com ela.
Num dia qualquer, ao chegar no topo da escadaria, Gwendy se depara com um desconhecido, usando chapéu coco e uma mala nas mãos. Ela logo desconfia do estranho, que ao vê-la logo se aproxima.
"Tenho uma coisa para você. Um presente. Porque você é especial."
Ele conversa com Gwendy, tentando lhe dar uma caixa. Porém essa não é uma caixa qualquer. De lá de dentro saem minusculas formas de animais feitas de chocolate, das quais valem por uma refeição completa.

Lá também tem botões com várias cores que representam os continentes do nosso planeta, e se  Gwendy quiser muito um desejo e apertar qualquer desses botões, algo irá acontecer. mas nunca em hipótese alguma ela poderá apertar o botão preto.
Puxando a alavanca, saem moedas de prata que valem um bom dinheiro cada, e ela só pode puxar uma vez por dia.

O Sr. Farris, o homem do chapéu coco, finalmente a convence a ficar com a caixa dizendo que um dia irá voltar para busca-la.

O tempo passa, Gwendy perde peso, seus pais que estavam a beira de se separarem e virarem alcoólatras de repente se acertam e param de beber.
Ela fica popular, tira boas notas até mesmo quando erra uma questão na prova, de propósito. Porque ninguém além dela sabe a verdade por trás de tanto sucesso: a caixa misteriosa.

Ela se preocupa onde esconder a caixa com medo de alguém descobri-la. Até mesmo pesadelos permeiam seus sonhos sobre a caixa, que embora pareça inofensiva, guarda mistérios macabros.
Por exemplo, durante os anos que Gwendy fica com a caixa, ela faz um desejo apertando o botão vermelho. Um desastre em um continente acontece, e Gwendy fica terrivelmente doente. Esse é o preço que tem que pagar por usar a caixa.Será que ela conseguirá se livrar da caixa? 

Um conto que se passa na cidade de Castle Rock palco de muitas histórias de King, que transita entre o sobrenatural, suspense e ficção com grande maestria já conhecida do escritor mas que nos traz uma leveza que claramente se trata do outro autor,Chizmar, mas que não perde o brilhantismo que nos instiga a ler essa história de um folego só.

Muito bem desenvolvida, a história fala sobre superação, sobre a luz e a escuridão que há em cada um de nós e como alimentamos cada um desses sentimentos dentro de nós mesmos. A obra em si é linda, com uma excelente diagramação, com ilustrações e capa dura, para quem é fã ou quer começar a ler o autor, super indico te-lo em sua biblioteca particular.

11 comentários

  1. Olá! Achei o enredo bem interessante, de início acreditei que seria mais um livro que teria que passar, pois no momento ando fugindo do terror, mas foi bacana descobrir que teremos mais suspense, logo a curiosidade levou a melhor e já quero muito conferir a história completa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete!
      Pode ficar tranquila, não tem o terror que ele tanto aborda nas suas obras.
      Espero que leia e curta bastante, depois me diz o que achou ;)

      Excluir
  2. Oi, Karla!!
    Gostei muito da premissa do livro, não conhecia esse livro do Stephen King com Richard Chizmar. E interessante a história criada pelos autores e como a Gwendy reage a ganhar a essa caixa tão misteriosa. Fiquei muito curiosa para adquirir esse obra.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marta!
      Esse livro foi lançado tem pouco tempo e indico por ser um conto leve e de leitura fluída.
      =)

      Excluir
  3. Olá, essa capa me fez ter vontade de ler a obra assim que a vi, e agora a vontade o fazê-lo só aumentou. Gosto da forma com a qual King aborda o bulling em suas obras, e vemos claramente que a vontade de acabar com essa situação é o que motiva a protagonista a agir de determinada forma. Essa caixa mágica que Farris dá à protagonista me lembrou bastante o Death Note, visto que ambos possuem uma certa similaridade. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alison!
      Sim, lembra mesmo DN, acho que por isso gostei tanto desse livro.^^
      Bjos!

      PS: Tão legal alguém que curte Mangá e animes sempre fazendo esses links xD

      Excluir
  4. Achei legal essa ideia da caixa e todo mistério com isso, o lado sobrenatural e a garota descobrindo as coisas que tem ali. O ruim da história e os desastres e coisas dando errado devem ser bem interessantes porque fazem imaginar ate onde isso vai, o que essa caixa faz e como a garota vai resolver isso ou não. Parece fácil de ler, bem envolvente e intrigante. Dessa historia dele gostei bastante, leria fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiane!
      Sim, essa historia dele indico para quem não gosta muito de terror, é algo mais de suspense mesmo.Bem leve!
      =)

      Excluir
  5. Olá Karla!
    Adorei a genialidade da história, bem diferente de tudo que já li. Por não ser uma grande fã de terror nunca li nada de King mas esse livro com certeza despertou o meu interesse e se enquadra nos padrões de leitura. Gwendy extrapola todos os conselhos dados por nossas mães ao falar e ainda aceitar algo de um estranho. Essa caixa mágica tem muitos mistérios que precisam ser desvendados.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      Sim, ela até que fica bastante relutante em falar com o desconhecido, mas a curiosidade fala mais alto rsrsrs.
      Leia sim, depois me fala o que acho ;)

      Excluir
  6. Achei a ideia genial desse conto.
    A Gwendy é de certa forma um pouco de nós, quem não queria uma caixa dessas?
    E o desfecho pelo jeito será estarrecedor.
    Preciso ler mais do King, então acho que logo lerei esse.
    Postergo pra ler seus livros, porque sou medrosa. kkk
    bjs

    ResponderExcluir