Gritos No Silêncio - Detetive Kim Stone, 1 - Angela Marsons

17 de outubro de 2018

Título: Gritos No Silêncio - Detetive Kim Stone, 1
Autor: Angela Marsons
Páginas: 320
Ano: 2018
Editora: Gutenberg
Gênero: Crime, Ficção, Literatura Estrangeira, Suspense e Mistério
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Os segredos mais obscuros não podem ficar enterrados para sempre…

Na escuridão da noite, cinco figuras se revezam para cavar uma sepultura, um pequeno buraco em que enterram os restos de uma vida inocente. Ninguém diz nada, e um pacto de sangue os une…

Anos mais tarde, Teresa Wyatt é brutalmente assassinada na banheira da sua casa, e, depois disso, mais mortes violentas começam a acontecer. Todas as vítimas têm algo em comum, e a detetive que encabeça o caso, Kim Stone, logo percebe que a chave para deter o assassino que está semeando o pânico na cidade é resolver um crime do passado.

Só o que ela sabe é que alguém esconde um segredo e está disposto a fazer qualquer coisa para que nada seja revelado.

Resenha: 

“Todos tinham conhecimento daquela vida inocente que havia sido tirada, mas o pacto estava feito. O segredo deles seria enterrado.”

Aí está um estilo de leitura novo para mim, um que eu não achei que fosse gostar tanto aliás. Esse negócio de suspense, mistério, desconfiar de uma pessoa e de repente se ver completamente enganada só para poucas páginas depois, ou nem isso, se ver novamente enganada....gente isso é demais!!!!

"Esse era o problema das viagens ao passado. Todas as memórias felizes levavam à tragédia e à perda. Razão pela qual não as visitava com tanta frequência.”

Mas vamos lá, já começamos, no prólogo, com ação e meio (eu, como sempre boiando) sem entender...  Cinco pessoas unidas em torno de um buraco, uma cova. Elas fazem um pacto de sangue. Já percebemos que um segredo será muito bem guardado, e por muito tempo. Anos depois Teresa Wyatt é brutalmente assassinada na banheira da sua casa e já percebemos, no momento de sua morte, que ela  conhece o assassino. Depois disso começam uma série de assassinatos.

“Sentiu uma ponta gelada de metal debaixo da orelha esquerda, um antebraço no pescoço. Tentou se virar, mas a ponta da lâmina rasgou sua pele. Ele observou uma mão com luva se mover da esquerda para a direita debaixo de seu queixo. Foi a última coisa que viu.”

A detetive Kim Stone começa a sua investigação e logo de cara se vê em um orfanato, o crime que investiga a leva a outro crime, de dez anos antes e já que a detetive também cresceu em um lugar desses, logo vê que tem algo em comum com aquelas meninas que deveriam ser protegidas, mas foram negligenciadas a ponto de sua morte não ser sentida.

Agora ela terá que descobrir o que os assassinatos que está investigando têm a ver com os corpos desenterrados no terreno do orfanato e o que todos os envolvidos têm com tudo isso e nós, simples leitores temos que tentar desvendar tudo o que nos rodeia durante a leitura, que não é pouca coisa, quer ver?

Durante a leitura, vamos lendo a narrativa do psicopata que matou e enterrou as meninas no passado. Ao mesmo tempo temos duas irmãs gêmeas e eu era capaz de jurar que uma delas era a assassina até um certo momento, depois comecei a imaginar que uma irmã tinha matado a outra por causa das narrativas, para logo achar que não tinha irmã nenhuma até descobrir que a própria detetive era gêmea e que o irmão dela havia morrido, só para perceber que, meu deus a minha mente é meio psicopata!!!! kkkkk....

Bom, se eu continuar falando, vou acabar contando quem são os psicopatas, ou quem é, ou se eu sou...bom...vou parando por aqui então!

Adorei a detetive Kim. Uma mulher inteligente, forte, corajosa e teimosa. Não esconde seus sentimentos e vai até onde pode para descobrir a verdade. É uma policial dedicada e apaixonada que passou poucas e boas na infância e ainda assim soube ver o lado bom que a vida podia lhe oferecer. É uma personagem que convence, assim como todos os personagens secundários. O enredo é perfeito, é um livro de suspense que traz questões sociais muito bem abordadas. A maneira que o assassino via as suas vítimas e as suas justificativas são chocantes, uma leitura recomendadíssima.


5 comentários

  1. Oi, Denise,

    Se antes eu já desejava ler esse livro, agora desejo mais ainda!

    O mistério e todo o emaranhado de respostas que a autora joga com êxito,
    evidencia uma história bárbara e meticulosamente elaborada.

    ResponderExcluir
  2. Olá! O livro parece ser muito bom, o enredo é bem construído e prende o leitor, gostei desse clima de mistério e suspense, e também adoro ser surpreendida e perceber que o que eu achava não era bem o que aconteceu, é tão frustrante, mas ao mesmo tempo muito legal, afinal prova que o autor cumpriu muito bem seu papel.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Uau, já me deixou interessada por esse livro..Li dois livros sobre investigação, assassinato e me deixou muito curiosa por esse gênero..Já irei anotar esse também!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. O que eu mais curto nesse estilo literário é justamente a capacidade dos enredos de nos engajarem e surpreenderem a todo momento. Acho que esse é uma trama bastante intrincada, cheia de elementos que precisamos encaixar em seu devido lugar se quisermos realmente entendermos o que está se passando. Além disso, a força e segurança que emana da protagonista é um ponto que me atrai muito na leitura, isso sem falar das histórias paralelas que se desenrolam a partir da principal. Acho que será uma leitura bastante marcante.

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise!
    Aah eu tô louca pra ler esse livro, ganhei mas ainda não chegou, tô contando so segundos pra conhecer a personagem.
    Bjs

    ResponderExcluir