Estilhaça-me - Tahereh Mafi

5 de junho de 2018

Título: Estilhaça-me - Estilhaça-me, 1
Autor: Tahereh Mafi
Páginas: 304
Ano: 2018
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Aventura, Distopia, Fantasia, Ficção científica, Jovem adulto, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar:  AmazonSubmarino
Nota: 
Sinopse: Um toque é o bastante. Com apenas um toque, Juliette Ferrars é capaz de fazer um homem adulto se ajoelhar de dor e implorar por misericórdia. Um único toque de Juliette pode matar. Ninguém sabe por que a garota tem um poder tão impressionante, o qual ela acredita ser uma maldição, um fardo que uma pessoa sozinha seria incapaz de carregar. Contudo, o Restabelecimento enxerga essa característica como um dom e passa a vê-la como uma oportunidade – uma oportunidade de usá-la como arma letal. Porém, Juliette tem seus próprios planos.

Resenha: Mais uma série que estava esperando a anos para ser lida, enfim, começada!
Não posso dizer que amei não, mas depois eu conto as minhas queixas...

Juliette não pode tocar em ninguém, nunca pôde tocar em ninguém sem que seu toque, matasse. Ela viveu com isso desde que se entende por gente e nem mesmo seus pais suportaram viver com ela. Por isso, eles a abandonaram, entregaram a menina para viver em manicômios, locais de detenção juvenil, enfim, qualquer lugar que ela ficasse isolada de qualquer pessoa, para que seu toque não pudesse matar mais ninguém.

O mundo como conhecemos não existe mais, começou a deteriorar, as nuvens estavam da cor errada, os pássaros não voavam mais, a comida estava escassa, estava tudo se destruindo rapidamente. Então surge o Restabelecimento. Um regime de governo que parece uma mistura de ditadura com comunismo, só que...quem só perde são os cidadãos comuns. A Elite é a elite, vive no luxo, mandando e desmandando. Instituindo toques de recolher, racionando a comida, decidindo onde os cidadãos podem viver e como devem viver.

Warner lidera o Setor 45. É um homem rude, que não ri, temido por todos e tem a obediência dos seus soldados, algo notável para um homem maduro né??? Pois é, só que ele tem 19 anos. Ahhhh...nos livros, tudo pode!!!

Bom, o garoto...ops...Warner decide que vai usar Juliette como arma, imagina o tipo de tortura que o toque dela pode causar? Warner imaginou e o Restabelecimento comprou sua ideia e ela acaba se vendo livre da sua cela, em um quarto na espécie de fortaleza que o Warner vive. Lá ela reencontra Adam, um garoto que a conheceu quando ainda criança e um dos únicos que já a olharam com carinho. Os dois acabam se envolvendo e Juliette, que vinha com a cabeça toda destruída, se achando a pior pessoa do mundo, aos poucos começa a se sentir mais humana, menos letal, já que é só não tocar em ninguém para nada acontecer. Acontece que Warner, decidido que está, faz da vida dela um inferno, levando-a ao limite, ele faz de tudo para ver o que ela pode fazer, ainda que a única coisa que ela não queira fazer, seja machucar alguém. Então ela e Adam resolvem tentar fugir....

Boomm, agora vamos à reclamações, 19 anos??? Líder Supremo malvado e temido por todos??? Tááá... Até passa, mas o que me irritou verdadeiramente foi a forma da autora escrever. Ela tem um hábito chato e repetitivo, que acontece muito, de repetir palavras e frases. Três Vezes! Além de meio que "divagar" demais, figuras de linguagem são um recurso usado em demasia pela autora. Além de tudo isso, ela gosta demais de riscar palavras, as vezes frases inteiras!

Não sei se assim ela pretende mostrar mais a cabeça da Juliette, já que a história é narrada por ela, ou se é a escrita dela que á assim, o fato é que eu não gostei nenhum pouco e espero de verdade que isso mude, caso contrário, minha avaliação continuará sendo negativa nesse ponto. Sei que há muitos elogios à série e pelo jeito eu sou uma minoria, mas não tem jeito, pra mim não funcionou.

A história é legal, tem tudo pra ser ótima, com uma pegada de X-Man que eu adoro, bastante romance que eu também gosto muito e a possível formação de um triângulo amoroso, que eu não gosto não...hehe... Enfim, se ignorar a forma que a autora escreve, isso se você implicar com isso tanto quanto eu, a história tem tudo pra ser boa, eu recomendo, ainda que implicando, nunca consigo deixar de gostar de uma fantasia bem elaborada!


13 comentários

  1. Oi Denise, pensei logo em Vampira quando vi o que a protagonista faz haha... Mas então, essa série é mesmo muito elogiada mas ainda não tive a oportunidade de lê-la e achei os pontos que você destacou e que não te agradaram bem colocados, se surgir a chance de ler, vou sem tantas expectativas e eu também não gosto de triângulo :/ :D

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise.

    A Juliette me passa a imagem de uma boa pessoa, apesar de ter sofrido grande rejeição em sua vida. Além disso, o enredo e os elementos contidos no mesmo, são originais e diferenciados.

    A idade do Warner realmente não encaixa na história. Pra mim, isso não é nenhum pouco cômodo.

    E, opa! Falou em triângulo amoroso, eu já quero ler... 😍😍😍

    ResponderExcluir
  3. Olá, Denise!
    Ainda não li essa série, mas vejo falar muito.
    O enredo do livro é muito interessante dos pontos negativos que você destacou não gosto quando as frases são riscadas e muitas frases repetidas é ruim.
    Amo X-Man e tenho certeza que apesar da escrita da autora vou adorar essa série.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Hahaha Tááá!rs
    Li este primeiro livro já tem um bom tempo e acabei não dando sequência na época aos demais, nem me recordo os motivos. Mas eu na época, achei isso de repetir meio chato.rs
    Não que o enredo não fosse bom, era maravilhoso e Juliette é realmente uma personagem muito forte e dona de si.
    Há falhas? Muitas..mas eu ainda assim, quero poder terminar a trilogia(se minha memória não estiver falha)
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Eu também não sei lidar muito bem com repetições de frases :') Apesar disso o enredo tem tudo para prender a minha atenção e realmente espero, como você disse, que a escrita da autora mude na questão da repetição nos próximos livros porque gostei bastante e pretendo tentar ler. Juliette parece ser uma ótima companhia.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Denise! A primeira vez que conheci essa série foi quando ela foi publicada pela novo conceito, coloquei na lista de desejados mas nunca comprei, espero que com essas novas edições eu finalmente compre.
    Realmente, os livros de fantasia tem uma mania muito chata de colocar pessoas jovens com muito poder nas mãos, a pessoa com 19 anos já está em uma posição tão alta, como? E repetições de frases enchem muito o saco kakak. Vou conhecer a história para tirar minhas conclusões, mas depois dessa resenha vou com menos sede ao pote kkkk

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise,
    Que pena que a história se tornou um pouco irritante por conta desses detalhes que a autora criou, mas eu confesso que gostei bastante do enredo apresentado. Sobre o malvadão ter 19 anos só, bem, podemos pensar que ele já foi criado assim desde infância, mas que é estranho, isso é...
    Eu espero que os próximos livros se tornem menos irritantes, rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Denise,
    Li esse livro quando foi lançado pela outra editora com a outra capa e lembro que eu tinha gostado bastante da estória.
    A repetições da palavras me incomodou um pouco, mas quanto às palavras ou frases riscadas eu lembro de ter gostado e achado bem diferente (foi o primeiro livro que eu li que tinha isso.)
    Reli esse livro essa semana pq finalmente consegui emprestado o segundo e o terceiro. Espero consegui ler o quarto em breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá Denise! Como tu não gota de triângulo amoroso? Eu adoro, apesar da clichesice, mas se for bem construído vale a pena. Não conhecia a série, porém essas distopias me fascinam pelos múltiplos caminhos que a sociedade pode trilhar nu futuro próximo, mas nenhum me pareceu bom até o memento rsrs. Apenas essa escrita repetitiva que me deixa com o pé atrás, mas a trama é bem atraente. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Denise!
    Acho que já falei que essa é uma das melhores séries no estilo que já li.
    Esse exemplar especificamente, onde vamos conhecendo os protagonistas, seus poderes e etc... gostei, mas achei algumas partes bem repetitivas.
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  11. Imagino que a história deva ser muito boa mesmo. Que pena que a autora te messa mania de repetir palavras e frases, mas pela estória vale a a pena mesmo. Espero começar essa série em breve porque isso de romance com pessoas com poderes eu amo!

    ResponderExcluir
  12. É legal ver a resenha de uma série e poder acompanhar o que você foi achando ao longo da leitura. Deu pra perceber que a evolução da escrita da autora foi grande porque aqui você deixa claro que não gostou e na ultima resenha já fala melhor.
    Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  13. Oi Denise!
    Acompanho resenhas da série e confesso que msm alguns pontos negativos na leitura eu tenho mta curiosidade de conhecer, a escrita parece ter agradado a maioria, espero e conseguir em breve.
    bjs!

    ResponderExcluir