Entre a Ruína e a Paixão - Sarah MacLean

14 de abril de 2018

Título: Entre a Ruína e a Paixão - O Clube dos Canalhas, 3
Autor: Sarah MacLean
Páginas: 304
Ano: 2016
Editora: Gutenberg
Gênero: Erótico, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: Uma noiva desaparecida na véspera de seu casamento. Um poderoso duque acusado de assassinato. Uma noite que mudou duas vidas para sempre.

Temple viu seu mundo desmoronar quando acordou completamente nu e desmemoriado em uma cama repleta de sangue. Destituído de seu título e acusado de assassinato, o jovem duque foi banido da sociedade. Doze anos depois, recuperado em sua fortuna e seu poder como um dos sócios do cassino mais famoso de Londres, sua redenção surge quando a única pessoa que poderia provar sua inocência ressurge do mundo dos mortos.

Após doze anos desaparecida, Mara Lowe se vê obrigada a reaparecer quando seu irmão perde toda a fortuna da família nas mesas do cassino do homem cuja vida ela arruinou.

Temple quer provar a todos que é inocente e, sobretudo, se vingar e destruir a vida daquela mulher, enquanto Mara precisa enfrentar o passado para recuperar seu dinheiro. Assim, os dois formam um acordo obsceno que os une em um jogo de poder e sedução.

Mas ambos descobrem que a realidade esconde muito mais do que as aparências revelam e eles se veem em uma encruzilhada na qual precisam escolher entre lavar a honra do passado e garantir o futuro ou ceder ao desejo de se entregarem de vez à irresistível atração que sentem um pelo outro, mas que pode arruiná-los para sempre.

Resenha: Terceiro livro da série O Clube dos Canalhas, Entre a Ruína e Paixão traz o mistério do assassinato de Mara Lowe.

Anos atrás, o pai de Temple ia casar com uma menina de 17 anos, na manhã do casamento Temple foi encontrado em uma cama, cheia de sangue e a noiva do seu pai havia sumido. Todos acharam que ele havia assassinado a menina, inclusive ele, que sem saber porque, não lembrava de nada do que tinha acontecido naquela noite.

Se sentindo culpado e sem querer encarar mais a sua família, os abandona, abre mão da família e do título de duque.

Tempos depois é encontrado por Chase, o misterioso dono do Cassino Anjo Caído e acaba se tornando sócio, formando então, o quarteto que integra o clube dos canalhas. Três deles já conhecemos, os três são aristocratas arruinados, e os três conseguem encontrar o amor, conseguindo junto a redenção para os seus pecados.

Mas Temple, por sentir culpa por supostamente ter matado a noiva do pai, se dedica às lutas no cassino. Noite após noite ele é desafiado pelos homens que perdem tudo nas mesas de jogos, se o derrotarem, recuperam sua fortuna. Só que ele nunca perde!

Sua vida segue desde a tragédia, nesse limbo. É temido e conhecido como O Duque Assassino, mas já acostumou com isso e já desistiu de tentar recuperar a memória do que de fato aconteceu.

Até que a noiva assassinada reaparece, vivinha. E o pior, sempre viveu bem debaixo do nariz de Temple. O irmão dela perdeu tudo o que eles tinham nas mesas do cassino e ela, que vive sob outro nome, administra um orfanato. Só que sem o dinheiro que o irmão perdeu, ela não vê outra alternativa se não se revelar e tentar fazer um acordo para recuperar o dinheiro perdido.

Então começam as brigas, ao se apresentar para Temple, este resolve que quer vingança, quer seu nome limpo e seu título imaculado, não importando as consequências que Mara terá que enfrentar. Acontece que durante o caminho da vingança, eles acabam se conhecendo melhor e Mara, sem querer, começa a conquistar o coração do temível duque assassino. Afinal, ela é a única pessoa no mundo que sabe que ele não é assassino coisa nenhuma, logo, a única que não tem medo dele!

Fica difícil dizer qual das histórias eu gostei mais até agora! Adorei todas as três e estou curiosa para conhecer Chase, o misterioso fundador do cassino mais famoso de Londres! Não tem como não se encantar por esse brutamontes, com cara de mau, comportamento de libertino, fama de canalha e coração mole! Eles são incríveis, e as damas são tudo, menos recatadas e inocentes!
São personagens cativantes e bem construídos, com diálogos divertidos e cenas de romance bem apimentadas, estou quase aprendendo a superar a minha implicância pela pimenta que mostra que o livro tem cenas mais ousadas...

Enfim, não tem como eu não gostar de romance de época. Tudo bem , na grande maioria são "mais do mesmo", ainda assim, cada livro é diferente do seu jeito e cada casal é encantador à sua maneira. É um estilo de leitura que eu não canso de ler e recomendo a quem quiser se apaixonar por mocinhas sonhadoras e mocinhos apaixonados!

"Mas ele compreendia o que era perder tudo. A vida inteira de uma pessoa mudando em um instante por causa de uma escolha que não deveria ter sido feita".

“Diga.” Não foi um pedido.
“Eu sou Mara Lowe.”
Não podia ser verdade.
“Você está morta.”
Ela meneou a cabeça e o cabelo ruivo cintilou sob a luz.
“Eu estou viva.”
Tudo nele foi silenciado. Tudo que havia fervido durante tantos anos. Tudo que ele tinha evitado, odiado e temido. Tudo ficou quieto. Até começar a rugir como o próprio inferno. Ele se virou para destrancar a porta de sua residência, precisando de algo que o afastasse da raiva que sentia.

"Todos aqueles anos ele foi consumido pela ideia de que poderia ser um assassino. Todos aqueles anos. Ela os roubou dele. Uma onda de raiva invadiu Temple, espalhando calor e desconforto. O desejo de vingança nunca foi o seu combustível, mas naquele momento, por mais que tentasse resistir, sentia a amargura da vingança em sua língua."

"Você não devia ter voltado. Mas já que voltou, seu erro será minha recompensa. E o mundo todo vai saber a verdade sobre nós."

 "Nada que você possa me dizer me fará perdoar."

"Mara olhou, e ele enxergou sinceridade ali. Se ela não queria machucá-lo, o que eles estavam fazendo? Qual era o jogo que estavam jogando."

6 comentários

  1. Oi Denise!
    Qdo leio resenhas sobre livros do gênero eu fico enlouquecida, ainda mais qdo tenho mta vontade de conhece obras de autores, este eu ainda não conheço tbm me espero mto um dia conseguir conhecer as histórias e tbm a escrita da Sarah, acompanho resenhas da série e cada vez mais tenho mto interesse em ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Como dá uma sensação gostosa em ver tantos romances de época sendo resenhados e se tornado os queridinhos de muitos leitores. O gênero andava totalmente esquecido, infelizmente.
    Ainda não pude ler nenhum dos livros desta série, mas claro que já li algumas resenhas e na minha opinião, as capas desta saga são maravilhosas!!
    A vingança até pode ser o pano de fundo central, até o amor aparecer.
    Pode até parecer clichê vendo por este lado, mas não há mal que resista a um amor que chega assim, despretensioso e de uma forma meio inusitada.
    Espero poder iniciar a série em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise.

    Acredito que os dois vão ter que enfrentar a verdade sobre o que pode ter acontecido naquele dia, que foi capaz de mudar a vida do Temple. Livrando-o assim, de toda a culpa e ressentimentos em relação à Mara.

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise!
    Assim como na resenha do segundo, gostei bastante da história do terceiro. Todo essa história da morta aparecer viva, e conquistar o coração do duque (ahhhh quero ler aushauhs).
    Enfim só de você falar estou curiosa pela resenha do quarto e futuramente compro a série pra acompanhar direitinho.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise.
    Eu gostei bastante dessa série.
    A escrita é viciante e fluida e eu adorei todos os personagens e seus conflitos. Romances de época tem uma estrutura "padrão", mas mesmo assim eu adoro esse tipo de leitura. Geralmente são divertidas e despretensiosas.
    Gostei muito de Temple e de Mara. Ela tem uma causa nobre, mas sabe que causou muitos danos ao Temple. Adorei acompanhar o desenrolar do romance entre eles.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Denise.
    Estou adorando acompanhar as resenhas das séries. De todos os enredos esse foi o que menos me chamou atenção, achei um pouco pesado e não conseguiria me apaixonar por alguém que arruinou a minha vida, mas sei que (com todos do gênero) o final será satisfatório por isso também quero ler!
    Estou apaixonada pelas capas...
    Beijos

    ResponderExcluir