Entre o Amor e a Vingança - Sarah MacLean

31 de março de 2018

Título: Entre o Amor e a Vingança - O Clube dos Canalhas, 1
Autor: Sarah MacLean
Páginas: 304
Ano: 2015
Editora: Gutenberg
Gênero: Erótico, Ficção, Literatura Estrangeira, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:   
Sinopse: O que um canalha quer, um canalha consegue...

Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury.

Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres.

Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança - o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles, até mesmo seu coração.

Uma já conhecida mocinha da autora está de volta, a Penélope, que teve o seu noivado rompido quase dez anos e alguns livros atrás agora está solteirona e o noivado desfeito a afetou muito mais do que imaginara a princípio. Sua reputação ficou meio manchada e por consequência, a das suas irmãs também. E agora ela recebeu um ultimato do seu pai, precisa casar e sem escolher muito  já que está com 28 anos, velha então para que alguém queira casar com ela. Seu pai aumentou seu dote, e aí começam os seus problemas...

Dez anos atrás o marquês de Bourne perdeu tudo, ficou apenas com seu título e uma moeda, perdeu em uma aposta à qual foi inocentemente levado a jogar até o limite, até as terras que seu pai havia deixado para o rapaz ao falecer ele perdeu. Isso o deixou destruído, assim ele se afastou de todos, da sociedade Londrina, de seus amigos e de si mesmo.

O tempo passou, ele se tornou sócio da casa de jogos mais famosa de Londres, prosperou, refez e depois dobrou sua fortuna, mas da vingança pelo que tinham feito, ele jamais desistiu. Assim, quando o pai de Penélope junta ao dote da filha exatamente as terras que o marquês havia perdido, ele não pensa duas vezes e vai ao encontro da antiga amiga com um único propósito, casar com ela e recuperar suas terras.

O pai da garota ganhou as terras da mesma maneira que o homem que causou a ruína do marquês: em um jogo de cartas. Acontece que, como foi ganho, viu a oportunidade de aumentar o dote da filha, só não pensava que em questão de dias, o antigo dono viria reivindicar as terras e a dama!

Eles eram amigos de infância e Penélope imagina que o antigo amigo ainda é o mesmo. Não é! Ele mudou, e muito. em seu coração agora só há espaço para vingança, não interessa quem ele tiver que derrubar para isso, mesmo que seja sua própria esposa.

Sim, eles casaram e agora a vida simples e fácil do marquês não existe mais, e se ele pensa que sua nova esposa vai ficar quieta em casa esperando que ele cumpra a sua vingança, ahhh, ele está tão enganado!

Penélope é impossível, já está casada mesmo, o que ela tem a perder? O marido já a despreza - isso, pelo menos, é o que ela imagina - então ela agora vai fazer o possível para viver algumas aventuras e durante esse trajeto, fazer o marido desistir da vingança, se apaixonar por ela e abrandar seu coração, e essa caminhada será recheada de brigas, romance, diálogos divertidíssimos e algumas cenas bem quentes, afinal, ela merece né????

Eu já havia lido uma série anterior da autora (Leia todas as resenhas já publicadas no blog aqui) e adorei, tinha esquecido o quão divertidos os diálogos e principalmente, as brigas, são!

Quem me conhece sabe que eu não sou lá muito fã das cenas picantes, passo longe do hot, mas em romance de época já vi que tenho que me acostumar porque não tem jeito, as cenas estão nos livros. Mas bom, tirando esse pequeno detalhe, eu amei a leitura. A escrita da autora tem uma fluidez maravilhosa, os personagens são bem estruturados, o romance convence e a leitura acaba sendo rápida e prazerosa! Recomendo e vou ler os próximos é já!

"Eu jamais jamais irei me casar com alguém como você. Você se esqueceu de tudo o que foi? De tudo o que você poderia ter sido? Parece ter sido criado por lobos."

"Ela tinha os olhos azuis mais lindos do mundo. Um homem poderia se perder naqueles olhos".

"A pior parte é que, se eu não mandar de volta, eu vou querer mantê-la aqui. E você vai me odiar por isso."
Ele fechou os olhos e sussurrou: "Você merece coisa melhor." Então, muito melhor do que eu.
"Michael", disse ela suavemente, "não há ninguém melhor. Não para mim."

 "Pode reivindicar direito sobre minha vida, meu dote e minha pessoa, milorde. Mas ainda sou dona dos meus pensamentos, não?"

"Você quer mais a sua vingança."
"Quero as duas coisas. Quero tudo."
"Ah, Michael, quem foi que lhe disse que podia ter tudo?"

8 comentários

  1. Oi, Denise.

    Ao meu ver, essa vingança do marquês é infundada, e ele acabou caindo na própria teia e descobrindo sentimentos pela esposa que não faziam parte do seu plano inicial, e que não imaginava que iria sentir. A convivência mudou isso.

    Ao mesmo tempo, a Penélope mostra ser uma mulher com bastante precisão e segura de si mesma por decidir conquistar e mostrar o outro lado da moeda para o marquês, nesse jogo que visa conquistá-lo.

    ResponderExcluir
  2. Eu ao contrário, adoro as cenas picantes nos livros, ainda mais nos romances de época, pois quando a autora ou autor quer,há também aquela jogada de romance, amor, conquista e eu adoro sempre o desfecho final.
    Não conhecia o livro,mas claro que nesta fase onde os romances de época chegaram para ficar, já quero muito conhecer Penélope que além de ser toda cheia de vontades, é também uma mulher bem à frente do seu tempo.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Denise sempre leio posts positivos sobre a escrita da autora e confesso que sou doida pra conhecer já que adoro o gênero, é um dos que mais leio.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise!
    Já ouvi falar bastante da autora mas nunca li nada dela apesar de amar romances de época. Achei a história mais diferente do que o normal em que a personagem quer arranjar um marido e etc e curti a mudança, pelo que você contou achei muito interessante. Assim que tiver a oportunidade eu lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Denise.
    Já li essa série da autora e gostei muito.
    A escrita dela é viciante e gostei bastante dos personagens. São bem construídos e adoro os diálogos. Penélope e Bourne é meu casal favorito.
    Espero que você goste bastante dos outros 3 livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu adoro a escrita da Sarah MacLean, ela consegue misturar muito bem o romance, aventura e humor, fazendo com que a leitura seja realmente muito rápida, Penélope é uma personagem linda, e fiquei muito feliz ao saber que ela teria um livro seu, me divertir muito com ela e o marquês, esse é o meu favorito dessa série.

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise :)
    Dizem que a Sarah MacLean é uma das melhores no gênero romance histórico, mas ainda não li nada dela(embora tenha vontade).
    Uma história que envolve amor + vingança + redenção? Estou dentro hahaha

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Denise!
    Adoro os romances de época e os ambientados no século XIX ainda mais, me fascinam e cativam.
    Apesar de não gostar muito de livros quando tem vingança.
    Quero muito poder ler, ainda por cima com essa capa vermelha, linda!
    “Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!” (Desconhecido)
    BOA PÁSCOA!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir