A Senhora dos Mortos - Rodrigo de Oliveira

30 de março de 2018

Título: A Senhora dos Mortos - As Crônicas dos Mortos, 3
Autor: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 278
Ano: 2015
Editora: Faro Editorial
Gênero: Ficção, Literatura Brasileira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: E subiu da terra outra besta... e falava como dragão. Apocalipse 13:11
Um ser humano dotado de um dom extraordinário, ao ser contaminado por zumbis, se transforma no maior flagelo da humanidade. Sua memória, dos últimos momentos humanos, está mais viva do que nunca. E, agora, tudo o que ela quer é vingança e destruição.
Aqui se desenrola a jornada de uma líder do mundo zumbi, formando o seu exército a partir da cidade de Canela, e atacando os focos de resistência em Porto Alegre rumo à São José dos Campos. E, a cada lugar por onde passa, cresce o número de seguidores. ... Assim começa uma vertiginosa corrida contra o tempo para impedir que sua força se torne indestrutível, decretando o fim dos humanos na Terra.
Aqui os sobreviventes do apocalipse zumbi tentarão coordenar uma ação conjunta para tentar descobrir algum ponto fraco e destruir A Senhora dos Mortos antes que seja tarde demais.
Se lutar contra bandidos bem armados em A Batalha dos Mortos foi tenso, aqui você vai descobrir o que é enfrentar um ser dotado de poderes para destruir o que restou de uma terra já arrasada.
A cada novo volume, mais surpresas nesta série!

Para ler as resenhas anteriores do autor, clique aqui.

Resenha: Depois da guerra sangrenta que encerrou A Batalha dos Mortos, jamais imaginaria que o autor fosse capaz de criar algo mais terrível, mas conseguiu. Me surpreende??? Não mais! Agora as atrocidades que ele transpõe para o papel não me surpreendem mais, sobretudo depois de eu ler a sinopse do quinto livro...mas essa ira descontrolada minha para com o autor vai esperar, afinal esse aqui ainda é o terceiro livro né...vai saber se até lá eu não entenda porque ele assassinou tanta gente legal...nos livros futuros...e nesse aqui também!!!

Mas bom, vou contar um pouco da história ao invés de extravasar minha fúria...gente que drama estou fazendo....kkk

Então, no livro anterior conhecemos Isabel e Jesebel, as gêmeas que tinham certos poderes enquanto humanas, acontece que como expliquei na resenha anterior, Jesebel fora deixada na cerra gaúcha, sozinha, para morrer, acabou virando zumbi e seus pequenos dons se transformaram em grandes poderes. Agora a zumbi pensa, manipula objetos com a mente e está sedenta por vingança. Jurou que vai matar Ivan, Estela e todos que os cercam , além, é claro de Isabel, já que se ela virar zumbi, pode se tornar tão poderosa quanto a irmã.

A sede por morte de Jesebel não tem fim e no caminho, segue arrasando por onde passa! Foi muito interessante porque ela saiu de Canela, na Serra Gaúcha, eu moro no RS e passo várias vezes pelo caminho que o autor descreveu. Gente, nunca mais vou ver esses lugares sem lembrar do que Jesebel fez à eles, achei isso incrível! Depois ela e sua horda de zumbis chegaram à Florianópolis, outro lugar onde conheço bem, caramba, as descrições da Ponte destruídas me fizeram imaginá-la assim e de novo, nunca mais vou revê-la sem lembrar das páginas lidas!

A cada nova cidade, a zumbi dava um jeito de entrar em contato com Ivan, via rádio e descrever toda a destruição que causava. Cansado de ver tantas mortes e decidido a acabar com Jesebel antes que ela chegasse ao Condomínio Colinas, onde estavam sua família , seus amigos e sobretudo, Estela agora grávida, decide que vai encontrar a zumbi.

Canino que outrora fora deixado à própria sorte, quando Ivan e sua equipe invadiram e libertaram os reféns dos presidiários reapareceu e agora conta com uma força extra para proteger o condomínio.

O encontro entre Ivan e Jesebel em Curitiba foi um verdadeiro massacre, ele a subestimou, perdeu muitos amigos e agora está na hora de Estela se retirar para algum lugar. Sem o marido ao seu lado, pois não se sabe se ele sobreviveu e quase às vias de dar a luz, outro problema surge e agora eles terão que lidar com algo pior do que um inimigo. Um amigo que se virou contra eles.

Minha nossa. problemas e mais problemas rondam esse pessoal e quando a gente pensa que vai acabar, aparecem mais. Em tempos de invasão zumbi, nem sempre os zumbis são o problema e eles verão isso da pior forma possível....

E, chega de falar porque vou acabar falando demais. Poucos nacionais me deixaram tão apreensiva, irritada e satisfeita quanto os livros do Rodrigo. A escrita dele é maravilhosa, seus personagens são bem construídos, os cenários, maravilhosos e todo esse conjunto, permite que tenhamos uma leitura fluída, divertida e aterrorizante! Super recomendado!

8 comentários

  1. Oi, Denise.

    Diante de tantas coisas, tantas desgraças, para o Ivan agora, não deverá ser fácil ter que enfrentar esse ser movido pela vingança. E com isso, causando destruição e espalhando o caos, naquelas pessoas que buscam sobreviver.

    ResponderExcluir
  2. Como ainda não li nenhum livro da saga dos Mortos, fiquei meio confusa com a resenha e nomes dos personagens.
    Mas não há como negar que as capas de todos os livros são fantásticas e Rodrigo se tornou um autor dos mais queridos entre os fãs!
    Espero poder conhecer o trabalho do autor em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Adoro autores que quando a gente pensa que não pode piorar eles pioram (falou aqui a fã do Raphael Montes hehe).
    Eu também gostei da ideia, mas é como eu falei na resenha do segundo, não me prende tanto o gênero e por isso gosto de indicar pra quem curte mesmo o gênero.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Denise!
    Embora não tenha lido nenhum dos livros dessa série, já tive oportunidade de ler um ouotro livro do autor e fiquei estarrecida, imagino que esse siga a mesma escrita e proporcione ao leitor muita 'bagaceira' e a ira de Ivan.
    Quero poder ler.
    “Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!” (Desconhecido)
    BOA PÁSCOA!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise!
    Eu tenho um dos livros da crônica vol 4 infelizmente não consegui ler os anteriores ainda, mas espero mto conseguir em breve, pois qro mto conhecer a escrita do autor já que amo o gênero e confesso que a expectativa de ler é gigante!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise.
    Que bom que você se surpreendeu positivamente com essa série.
    Não sou muto fã de histórias com zumbis, mas vi várias resenhas positivas sobre a escrita e o desenvolvimento da história dessa série.
    Com narrativa envolvente, bons personagens e ótimas reviravoltas, não tem como a história ser ruim, não é mesmo?
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Esse é um enredo que não chama muito minha atenção, não sou muito fã de zumbis, mas acho bacana um autor nacional que aborde esse tema, pois demonstra que temos bons autores para todos os gostos e públicos, e pelo visto ele vem fazendo isso muito bem, já que você gostou bastante de todos os livros.

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise!
    Eu conheci essa série por causa da resenha anterior e fiquei bem curiosa! Adoro quando os autores usam lugares aqui do Brasil porque nos faz nos sentir ainda mais próximas da história, né?
    Eu tenho uma relação de amor e odio com autores que não tem medo de matar personagens kkkkkkkk não gosto nem de pensar se algum favorito meu morrer.

    Bjs

    ResponderExcluir