A Batalha dos Mortos - Rodrigo de Oliveira

27 de março de 2018

Título: A Batalha dos Mortos - As Crônicas dos Mortos, 2
Autor: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 312
Ano: 2014
Editora: Faro Editorial
Gênero: Ficção, Terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Americanas
Nota:  
Sinopse: Ano 2018. À passagem de um planeta próximo da órbita da Terra, o que era para ser um dia de festa...
Pessoas do mundo inteiro prepararam-se para um espetáculo astronômico mas o evento se transforma num pesadelo. Um dia após à maior aproximação do planeta, um imenso calor sobrevêm e 2/3 de todas as pessoas do mundo transformam-se em zumbis.
Em São José dos Campos, um grupo cria um centro de refugiados para milhares de pessoas não infectadas. Eles reuniram condições de sobrevivência com água, alimentos e criaram uma grande fortaleza. Agora dedicam-se a encontrar outros focos de resistência e ajudar peregrinos do grande apocalipse. Eles não sabem, mas essa pode ser a maior comunidade de vivos na face da Terra.
No entanto, próximo a eles, uma outra resistência - perversa e potente - também cresce. Um grande Comando do Exército é tomado por criminosos do presidio de segurança máxima de Taubaté. Eles resistiram aos zumbis, escravizaram outros humanos e, fortemente armados, se tornam uma ameaça letal à comunidade vizinha.
Uma batalha está para acontecer. Um cerco para salvar vidas. E em meio a isso, inúmeras histórias de pessoas vivendo em situações-limite, muito além da sua imaginação.
A série mais original sobre zumbis desde "The Walking Dead"!

Para ler as resenhas anteriores do autor, clique aqui.

Resenha: Eu li o primeiro livro em 2016, lá se vão quase dois anos, mas é tanto livro pra ler que eu fico meio perdida e na verdade, eu gosto muito de dar segmento à leitura quando já foram todos os livros lançados. Não é o caso ainda pois já lançou o quinto, mas pelo que vi é só a primeira parte, mas ainda assim, tem muito livro pela frente até eu me desesperar porque não sei o que vai acontecer...

Mas vamos ao livro....porque eu demorei tanto???? Gente é muito bom...O Rodrigo não tem pena dos personagens e as vezes eu fico mesmo furiosa com ela, em especial quando leio a sinopse lá do quinto livro e constato que alguns que eu adoro, o cara já matou...aff... como e onde??? agora só lendo pra saber...
“Lá no fundo do coração todas as pessoas possuem um canto escuro, frio, empoeirado, onde ficam guardados todo o ódio, a fúria, o remorso e o descontentamento. E quando essa caixa de Pandora é aberta, alguém sempre sai ferido.”
Bom aqui temos o nosso casal 20 Ivan e Estela, mas duros e mais terríveis do que nunca. Juntos, comandam o Condomínio Colinas, que já conta com milhares de moradores. Estela e Ivan são pais de 2 filhos biológicos e mais 8 adotivos, que ficaram órfãos desde que o Planeta Absinto se aproximou da terra, causando a infestação que matou boa parte da humanidade. Eram pessoas pacatas, pais de família, viviam uma vida normal, até que tudo mudou, Estela se tornou uma exímia atiradora, nenhum zumbi escapa de sua mira. Assim, junto com o marido e alguns soldados de confiança, tomaram quartéis dos zumbis e se armaram como puderam.

Em outro ponto, existe um lugar que foi tomado por alguns presidiários que fugiram quando o mundo acabou, a maioria não tem uma índole lá muito boa e o que eles fazem é terrível. As pessoas que os encontram, certas de que arranjaram um lugar seguro para viver, acabam virando escravas dos poucos que mandam, trabalham para eles e as mulheres à noite, são constantemente estupradas. Lá Isabel foi parar, caindo na armadilha disfarçada de segurança.

Isabel e sua irmã gêmea, Jesebel têm alguns dons desde crianças, como mover pequenos objetos e ler o que passa na cabeça das pessoas com um simples toque. São gaúchas, e viviam em Canela, até que Isabel conhece seu grande amor em São Paulo e fica por lá. Quando alguns desmaiam para acordar transformados em zumbi, o marido de Isabel em São Paulo e o pai de Jesebel em Canela, acabam tendo que ser assassinados pelas meninas, deixando-as só, a mil quilômetros de distância uma da outra.

Ambas tentam sobreviver como podem, Isabel que acabou indo parar junto dos criminosos, se torna "escrava" lá, tendo que trabalhar de dia e se tiver sorte, não ser estuprada à noite, até que conhece Canino, um ex detento também, porém não tão perigoso quanto os outros, parece que ele tem um bom coração, só escolheu o caminho mais fácil...Mas bom, ele acaba dando proteção à Isabel, se apaixonam e tudo corre bem, na medida do possível. Só que Emmanuel, o chefe psicopata dos criminosos, por prazer, não pode ver ninguém bem e decide que vai acabar com a felicidade de Canino, fazendo da vida dele e de Isabel um inferno.
"No dia seguinte, Ivan, Estela, Isabel e centenas de soldados partiriam rumo a Taubaté. Emmanuel estava prestes a encarar o inferno em sua própria casa."
Quando ele prepara uma armadilha que quase a mata, ela decide que é hora de fugir, o que não vai ser fácil já que, quem  é pego fugindo é usado como exemplo, punido com a morte. Mas ela consegue, e encontra o Condomínio Colinas, lá ela relata sua vida com os presidiários, fazendo com que Ivan e Estela resolvam dar um basta em tais atrocidades, indo à Taubaté e resgatando os reféns de Emmanuel. Ao mesmo tempo que Isabel descobre que Jesebel ainda está viva, em Canela, precisando ser resgatada.

Uma batalha sangrenta acontece. Muitas vidas são perdidas dos dois lados. Emmanuel é um doido, sádico e psicopata que não mede sua maldade. Ivan e Estela vão ter que lutar muito para conseguir realizar seu objetivo, além disso, uma Isabel totalmente revoltada nutre um ódio por Ivan. Ela quer salvar Canino, ao mesmo tempo quer que resgate sua irmã, não entende que não é possível viajar uma distância tão longa para regatar uma única vida. age como se fosse obrigação do pessoal do condomínio, perder dezenas de pessoas para salvar uma única e isso fez eu pegar uma implicância com ela que eu não sei se serei capaz de superar!

Mas bom, tudo acaba, da pior e da melhor maneira possível, amigos são feitos no caminho, vidas são perdidas e quando pensamos que tudo está calmo na pacata vida dos sobreviventes...eis que uma ameaça maior surge: Um ser jamais imaginado, um zumbi que pensa! Mas isso fica lá para o terceiro livro "A Senhora dos Mortos"!

Não tem como eu não amar esse tipo de leitura, além do mais, a escrita do autor é maravilhosa, fluída, perfeita! Os personagens são ótimos, tanto na bondade quanto na maldade, são realistas, muito bem construídos, os cenários, são narrados de maneira impecável. Queria ver se haverá ambientação aqui no Rio Grande do Sul, espero que sim...hehe... Enfim, leitura super recomendada!

8 comentários

  1. Ainda não consegui ler nenhum dos livros da saga dos mortos, mas claro que já li e vi algumas boas resenhas de todos os livros.
    Fiquei meio perdida em relação aos nomes dos personagens, confesso. Mas nada que tenha tirado a vontade de conhecer um a um.
    Sabe o que é melhor em tudo isso? É nacional!!!
    E enche de orgulho.
    Lerei com certeza todos os livros.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Denise.

    Mostrar o após de algo catastrófico ter acontecido e ver as pessoas más e zumbis tomarem conta da cidade, é assustador, algo aterrorizante mesmo, que deixa o leitor com muitas expectativas (ou com um pouco de esperança de que tudo vai ficar bem), pois o destino da população se torna algo incerto!

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise!
    Sou doida pra ler os livros do Rodrigo!
    Fico namorando as resenhas de cada livra da série, eu tenho um deles mas preciso ler os anteriores, espero que consiga em breve, pois não vejo a a hora de me aventurar nessas histórias, eu amo esse tema.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise :)
    Não conhecia o autor e nem a série de livros e confesso que quando a li a sinopse não esperava muita coisa. Conforme fui lendo sua resenha fiquei pensando que daria um ótimo filme, principalmente com essa questão da guerra entre esses dois lados de humanos e não zumbis. Além do que a história das irmãs me prendeu.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não conhecia a série e confesso que o enredo não me instigou. O gênero não é o dos meus favoritos. E fujo quando se tratam de batalhas sangrentas, zumbis então (socorro).

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise.
    Ainda não li nada do autor, mas vi várias críticas positivas sobre essa série.
    Não é muito o meu tipo de leitura, então não me interessei pela premissa de mundo apocalíptico, luta pela sobrevivência entre humanos e zumbis.
    Fiquei bem feliz ao saber que é uma boa série nacional. Os fãs do gênero têm uma ótima opção de leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Denise
    Entendo você, eu tenho uns 20 livros pra ler e por mais que tenha alguns que eu queira MUITO, eu demoro um pouquinho mais.
    Que trama no livro inteiro, parece que aqueles livros que é ação do inicio ao fim e que fazem o leitor não desgrudar da cadeira até terminar. E tem de tudo, tem batalha, tem refens, tem muito sangue, altas emoções!
    Não leio tanto o gênero mas tenho um amigo que ama muito e com certeza vou indicar pra ele caso ele não conheça.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Denise!
    O Rodrigo é um expert em matar as personagens pelo que vejo nas resenhas.
    Na verdade na verdade não li ainda nenhum dos livros da série, entretanto gosto demais de ficção futurista, tenho certeza que apreciarei a leitura.
    Já anotei aqui como desejado.
    “Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!” (Desconhecido)
    BOA PÁSCOA!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir