Um Sedutor Sem Coração - Lisa Kleypas

28 de fevereiro de 2018

Título: Um Sedutor Sem Coração - Os Ravenels, 1
Autor: Lisa Kleypas
Páginas: 320
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:     
Sinopse:
Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas.
A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon.
Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar.
Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?
Um sedutor sem coração inaugura a coleção Os Ravenels com uma narrativa elegante, romântica e voluptuosa que fará você prender o fôlego até o final.

Resenha:

Olha eu aqui de novo com mais um romance de época! 


– Acho que esta é a parte na peça em que o nobre herói apareceria para salvar o dia, resgatar as donzelas e colocar tudo nos devidos lugares.
Devon esfregou os cantos internos dos olhos com o polegar e o indicador.
– A verdade, West, é que eu não poderia salvar esta maldita propriedade, nem as donzelas, mesmo se quisesse. Nunca fui um herói, e não tenho desejo algum de ser.

Um sedutor sem coração é o primeiro livro da nova série da Lisa Kleyplas.
Devon herda o título de Conde, tudo estaria bem se : junto com o título não houvesse uma propriedade caindo aos pedaços, uma viúva, três jovens solteiras e dívidas, uma montanha de dívidas.

Devon é o tipo de personagem que você quer esganar, ele é egocêntrico e altruísmo não é uma palavra que cabe em seu vocabulário. A autora passa de uma forma muito singular a personalidade de Devon. Ele de fato não se preocupa com outras pessoas, ele quer continuar a viver a vida exatamente como vem fazendo durante os últimos anos e é exatamente isso que ele irá fazer.

– Seja bem-vindo, milorde. E Sr. Ravenel. Vou providenciar o mais rápido possível um inventário de tudo o que há na casa, assim o senhor poderá pilhar e saquear de forma organizada.

Kathleen é a jovem viúva do falecido Conde, Théo. Que era primo de Devon, eles não se davam bem de forma alguma, sempre brigavam e competiam por tudo. Kathleen havia se casada há apenas três dias quando seu marido cai de um cavalo e quebra o pescoço.

Infelizmente, os Ravenels sempre foram muito ardentes e impulsivos. Cediam a todas as tentações, se permitiam todos os pecados e zombavam de todas as virtudes. Como resultado, tinham tendência a morrer mais rápido do que conseguiam se reproduzir.

Quando Devon decide ir atrás do que é seu por direito, acaba encontrando uma casa caindo aos pedaços, três jovens solteiras sendo: Lady Helen e as gêmeas Cassandra e Pandora. A propriedade precisa de vários reparos e as dívidas são enormes.

Devon decide vender tudo, afinal ele não tem responsabilidade alguma com as mulheres menos ainda com as famílias que vivem nas terras.

E por um momento imaginei que ele ia fazer exatamente isso, vender tudo e ir embora sem olhar para trás e sem arrependimento algum. Mas não é isso que ele faz. Devon acaba se mostrando muito capacitado, e aos poucos começa a reerguer a propriedade, mandando seu irmão West que só vive bêbado, averiguar o que a propriedade precisa. Não só Devon mas também West acabam se tornando personagens muito queridos. West se torna um irmão para Kathleen e apesar de toda a arrogância de Devon, Kathleen se preocupa e muito com ele. Mesmo não querendo, Devon sente uma atração inexplicável por Kathleen e eles acabam se entregando, mesmo que ela faça isso de acordo com suas regras, deixando Devon com muita raiva. Kathleen tem medo de acabar quebrando seu coração, ela tem traumas e se sente culpada pela morte de seu marido.

– Milady… – O Dr. Weeks a observou por alguns segundos, os olhos cansados e bondosos. – Conheço muitos fatos científicos sobre o coração humano, e um deles é que é muito mais fácil fazer um coração parar de bater em definitivo do que evitar amar a pessoa errada.
...
Mas nada disso explicava a fascinação que ela lhe despertava… a sensação de que, de algum modo,Kathleen tinha o poder de destrancar algum sentimento totalmente novo de dentro dele, caso ela se desse ao trabalho de tentar.

De sapo, Devon se transforma em um belo príncipe. A interação do casal é muito divertida, os diálogos são explosivos . Os personagens secundários são maravilhosos, a história é cheia e altos e baixos e tem algo que não posso negar, mais uma vez Lisa Kleypas me arrancou suspiros com sua maneira maravilhosa de escrever. Terminei a leitura com aquele sorrisão no rosto! Agora estou roendo as unhas porque quero ler os próximos!

Passava metade dos dias fazendo todo o possível para enchê-la de felicidade, enquanto no resto do tempo sentia-se tentado a esganá-la.

Não deixe de conferir esse livro MARAVILHOOOOOOOOOOOOOOOOSO!
Beeeeeeeeeeeeeeeeijos :*


10 comentários

  1. Ah como eu adoro romances de época e fico vibrando quando vejo a nova safra de autoras surgindo depois que Julia mostrou todo seu brilho.
    Ainda não tive contato com as letras de Lisa, mas já li muita resenha positiva principalmente sobre esta nova série e lendo acima, a gente até entende os motivos.
    Sou fã de estórias que trazem o amor como ponto principal,mas que também apresentam diálogos engraçados e bem humorados.
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Gosto muito da escrita da Lisa Kleypas, esse livro parece ser cheio de histórias, o que acho muito bom, pois adoro conhecer vários personagens, pelo jeito Kathleen e Devon realmente vão construir seu relacionamento aos poucos, em um romance muito bonito e apaixonante. Vai ser incrível conferir como o sapo vira príncipe, já estou suspirando. E essa capa está simplesmente perfeita eu amei, não vejo a hora do meu livro chegar.

    ResponderExcluir
  3. Difícil não se interessar pelo livro depois desta super resenha e apresentação sobre o livro. Apesar de ter uma trama até meio clichê, creio que a forma que á amadurecimento entre os personagens é algo que para mim é sempre positivo no livro, e ainda mais se é divertido e leve. E por ter vários personagens atrelados ao casal principal. Com certeza foi para minha lista de desejados, apesar de estar fugindo de séries, essa quero ler em breve.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Ganhei um livro da autora, Segredos de uma noite de verão, não vejo a hora de ler e conhecer a escrita que tanto ouço flar bem, ainda mais curtindo o gênero como curto, vou amar!
    Um sedutor sem coração já está nos meus desejados, o enredo parece lindo tbm, assim que conseguir uma oportunidade qro devorar a leitura! rsrs

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Adoro aquele bom e velho personagem que tem tudo pra ser errado e odiado e acaba ganhando a gente aos poucos, mudando, mostrando mais e um outro lado. Só por isso já fiquei bem interessada nesse. E ver a interação dos dois parece ser muito bom, então só deu foi mais curiosidade ainda pra descobrir esse casal. A autora tem uma escrita que sempre me prende e acabo lendo bem rápido pela curiosidade de onde tudo vai dar. Com certeza esse é outro no estilo e acho que vou adorar ler. Sorriso na cara é quase certo no fim dos livros dela mesmo xD

    ResponderExcluir
  6. Oi Yohanna
    Devon é o típico mocinho de época que é um pé no saco até se render aos encantos de uma mulher, rsrs, não esperava menos da Lisa Kleypas.
    O enredo é sem dúvidas clichê, mas eu gostei e estou ansiosa para ler, principalmente porque a história parece não conter aquele monte de cenas hots desnecessárias (eu espero).
    Amo essa capa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Claro que esse livro é maravilhoso e lindo. Adoro as resenhas e a capa, são fascinantes. Por amar romances de época, esse livro não pode ficar de fora da minha lista de livros preferidos.

    ResponderExcluir
  8. Oi!! Eu sou apaixonada por romances de época, já li as séries 'Quatro estações" e " Os Hathaways" da Lisa, e ela é a minha autora favorita do gênero. Os livros da Lisa são para serem devorados, não vejo a hora de ler essa série!

    ResponderExcluir
  9. Yohanna!
    Que delícia ver que de sapo, Devon se transforma em belo príncipe...
    Dessa vez me parece que a Lisa trouxe uma série mais bem elaborada, com os protagonistas de temperamento forte e impulsivo, juntando além do romance, uma verdadeira aula de história sobre a revolução industrial e várias outras subtramas que devem prender do início ao final.
    “Eu escolho um homem que não duvide de minha coragem, que não me acredite inocente, que tenha a coragem de me tratar como uma mulher.” (Anaïs Nin)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Olá Yohanna,
    Gosto muito das capas dos livros de época da Arqueiro.
    Ainda não li nenhum trabalho da autora, mas ja li varias criticas positiva sobre ela.
    Gostei de saber que a autora soube trabalhar tanto os personagens principais como os secundários.
    Depois ide ler a sua resenha acho que vou ler esse livro como o primeiro da autora.

    ResponderExcluir