Amante Liberto - J. R. Ward

Título: Amante Liberto - Irmandade da Adaga Negra, 05
Autor: J. R. Ward
Páginas: 525
Ano: 2011
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Fantasia, Ficção, Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:       
Sinopse:
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, a guerra explode entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. O coração gelado de um predador será aquecido mesmo contra a sua vontade...
Destemido e brilhante, Vishous, filho de Bloodletter, possui uma maldição destrutiva e a capacidade assustadora de prever o futuro. Criado no campo de guerra de seu pai, ele sofreu maus tratos e abusos físicos e psicológicos. Membro da Irmandade, ele não se interessa por amor nem emoção, apenas pela batalha com a Sociedade Redutora. Mas, quando uma lesão mortal faz com que fique sob os cuidados de uma cirurgiã humana, a Dra. Jane Whitcomb, ele é levado a revelar a dor que esconde e a experimentar o verdadeiro prazer de pela primeira vez... Até que o destino, que V. não escolheu, o leva para um futuro do qual Jane não faz parte.


Leia as resenhas anteriores aqui.Resenha: 



 V é um dos guerreiros que mais amei ler. Ele tem algo que sempre me deixou curiosa desde o primeiro livro. Antes de tudo, eu sempre achei  que de alguma forma V. e Butch ficariam juntos (claro que não rolou) tipo é claro que V. o ama e não só fraternalmente. Tá vamos por partes que o babado é forte.

Primeiro, nesse livro ainda temos um pouco de V. se lamentando sobre Butch e seu recente casamento. Descobrimos que V. é um cara que tem gostos "peculiares", sim senhoras, V. tem uma veia dominadora, nível hard. Sabemos também de sua vida (bem sofrida) antes de chegar até a Irmandade. Amei saber mais sobre seu passado, seus temores, seus sonhos e as batalhas que ele teve que enfrentar.

Outra coisa que fiquei meio chocada foi: Virgem Escriba aparece D-O-N-A-D-A e diz que V. é o Primaz.
Ele terá que se acasalar com as Escolhidas, ter várias filhinhas que também serão escolhidas e seus filhos serão da Irmandade. Muita coisa né... A irmandade não é fácil. V. tem um momento de tranquilidade ao encontrar Jane, a médica que salva a sua vida. Ele acaba levando Jane para a casa da Irmandade, pois ele precisa de cuidados e tudo mais, e quem seria mais apta? Ninguém. Apenas Jane.

Jane é uma humana muuuuuuuuito inteligente e não aceita ordens, isso acaba deixando V. meio louco (mais louco), ela manda em todos e é uma loucura toootal.

O livro de V. me tocou profundamente, quando li as partes que são sobre o passado dele, me senti mergulhando profundamente na história, não consegui largar. Me emocionei muito com a história de Jane, me apaixonei por ela também, por toda a sua força e garra.
" Porque o amor, afinal , era eterno ..."
Com várias surpresas, segredos revelados e muita ação, amor e tudo mais, Amante Liberto é mais um livro da Irmandade que se tornou meu favorito. Outra coisa, que ódio da Virgem Escriba, entendedores entenderão ! Não deixe de ler essa série MARAVILHOOOOOOOOOOOOOSA!!

Beeeeijos

9 comentários

  1. Não consegui passar do segundo livro, mas com essa resenha apaixonante vou retomar a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Yohanna, o passado de V também me deixou tocada, fiquei tão triste com essas passagens e gostei mais ainda dele. Sobre V e Butch, confesso que devo ser uma das poucas que não tava torcendo pra eles ficarem juntos haha e gostei de Jane, tanto que o final me deixou dividida. Mas esse é um dos livros dessa série que li até agora (li até o do Phury) e que gostei muito e curti demais a resenha ;)

    ResponderExcluir
  3. Essa série é tão famosa e popular, acredita que ainda não li nada da série. Tenho tanta curiosidade de ler.
    Está na minha lista de desejados a séculos mas está faltando verba em casa. Mas espero começar a ler logo.
    E parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  4. Oi Yohanna, tudo bem?
    Apesar de ser tão famosa, nunca tinha lido nenhuma resenha desta série. Fui conferir as outras resenhas, e misericórdia são muitos livros hahaha até desanimei. Mesmo tendo um romancezinho eu gostei da premissa da série, mas não curto muito vampiros, então acho que não me agradaria. Gostei da resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, quero ler a série faz tempo, mas e a coragem? São muitos livros, mas pela resenha dá pra perceber que a leitura é frenética e nos deixa loucos pela continuação. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá !!
    Ganhei o primeiro livro dessa série em um sorteio mas não curti muito não!
    Eles acabaram com ideia que eu tinha de vampiros hahaha
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Sempre li vários elogios a respeito dessa série, mas nunca me interessei em ler. Acho que porque a série é muito extensa, me desanima um pouco... rsrs
    V. parece ser bem interessante! Quem sabe alguma dia não me renda aos encantos da Irmandade e me apaixone por esses personagens maravilhosos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Yahanna,
    Li apenas o primeiro livro da série A Irmandade da Adaga Negra, quero muito voltar a ler, mas ainda continuo adiando a leitura, sempre acabo dando prioridade para outros livros haha
    Acho o Vishous um personagem muito intrigante, gostei de conhecer um pouco mais da história dele.
    Tenho que voltar a ler urgentemente pois estou ficando desesperadamente atrasada, e quando engrenar de vez já sei que será viciante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Acho que li só dois livros da série e nem foi na ordem correta. De todo modo, a autora tem uma escrita muito boa, cativante. A única coisa que me incomoda é a perda de foco no meio da leitura, pois de início eu achava que o foco na irmandade e nas aventuras seriam enormes, mas a autora preferiu investir no romance.

    ResponderExcluir