Resenha: Outlander: A Viajante do Tempo - Diana Gabaldon

Autor: Diana Gabaldon
Páginas: 800
Ano: 1991
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção histórica
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon, Saraiva, Submarino.
Nota:         

Sinopse: Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. 
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro das Terras Altas, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo pelo escocês. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Resenha:A história inicial acontece em 1945, após o término da segunda guerra mundial. Vamos acompanhar a história de Claire, que atuou como enfermeira na guerra e que após alguns anos está reencontrando seu marido e indo viver uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Ela e seu marido visitam um círculo de pedras onde presenciam um ritual misterioso, dias depois, quando ela retorna a este local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, em uma Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Já em 1743, Claire é "sequestrada" por integrantes do clã Mackenzie e levada ao castelo Leoch. No meio disso tudo, conhece Jaime, um jovem guerreiro escocês, e a partir daí sente-se dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será que ela continuará fiel e conseguirá regressar ao presente?

 
  
A história é muito bem construída, os personagens principalmente, quase nuca vejo uma personagem feminina tão forte quanto a Claire. Ela enfrenta tudo sem pensar nas consequências e com uma língua bem afiada, ainda mais para aquela época, tá aí uma coisa interessante em se ver/ler, a reação de pessoas de uma época bem passada se deparando com uma mulher que não se rebaixa a nada e que tem uma língua bem afiada. De todos com certeza a Claire e a Geillis Duncan são minhas personagens favoritas, a Geillis tem grandes conhecimentos de ervas etc, e por conta disso e de ser uma mulher misteriosa, as pessoas a chamavam de bruxa.

Jaime é um personagem masculino encantador, impossível não se apaixonar por ele, sério! Haha

A única coisa que posso dizer que me incomodou durante a leitura (opinião pessoal), foi o fato de ter muita cena de sexo, até certo ponto estava ok, mas depois enjoei e ficou chato! Mas isso não interfere na qualidade do livro, que por sinal é maravilhoso. Vale muito a pena tanto ler, quanto ver a série de TV que é bem fiel ao livro.

Super recomendo, o livro é tão bom que vc nem vê as quase 800 paginas dele passando!

Um comentário

  1. Talvez o ponto negativo seja justamente as cenas demasiadas de sexo, até pq é um romance histórico. Mas valeu a pena! Amoooo

    ResponderExcluir