Resenha: Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas

Autor: Sarah J. Maas
Páginas: 434
Ano: 2015
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia, Jovem Adulto
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Saraiva
Nota:      
Sinopse: Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.

Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira que ela só conhecia através de lendas , a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... Ou Tamlin e seu povo estarão condenados.

Resenha:Uma mistura de A Bela e a Fera e Games Of Thrones, Corte de Espinhos e Rosas é o primeiro  de uma série de 8 livros, o terceiro será lançado ainda esse ano.

Nossa história começa com Feyre, nossa protagonista, que aprende muito cedo a cuidar de si mesma e manter sua família com os animais que caça na floresta, que acaba cumprindo uma profecia ao matar um ser mágico, um feérico metamorfoseado em lobo.

Logo após, ela é levada para o mundo deles, mais precisamente na Corte Primaveril, onde o Grão-Senhor é Tamlin, um feérico poderoso que entre tantos poderes, tem o de ser metamorfosear em uma besta (lobo).

Feyre se vê envolvida num mundo que só ouvira falar em mitos e lendas, dos quais seu povo passam de geração em geração. Seres tão belos quanto poderosos, capazes dos atos mais vis, mas também de atos bondosos.
"Somos poderosos demais,entediados demais com a mortalidade para sermos reprimidos por qualquer coisa."
Na Corte Primaveril, todos usam máscaras nos rostos e Feyre suspeita que há algo mais por trás daquilo do que deixam saber. O que ela não suspeita é que a escuridão e o perigo que os rodeia é muito mais sinistra do que qualquer coisa que ela possa conhecer ou imaginar.
E no meio do caminho entre a descoberta da profecia, e da escuridão, nasce uma paixão digna de contos de fadas, avassaladora e improvável.
"Eu sabia... eu sabia que seguia um caminho que provavelmente terminaria com meu coração mortal despedaçado, mesmo assim... Mesmo assim, não pude evitar."
 Mas será que Feyre irá sucumbir à essa atração? A escuridão irá dominar todo o reino? E o que diz a profecia? Leiam e descubram!

2 comentários

  1. Oi, Karla

    Eu fiquei com um pezinho atrás depois de ver umas resenhas no YouTube, mas a sua resenha e os Quotes que você colocou me deixou com uma curiosidade de provar dessa leitura. Eu amo distopias, acho que vou tentar ler e na pior das hipóteses eu abandono se eu não gostar.

    Beijão, Mia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mia!
      Sim, soube que muitas pessoas não gostam desse livro e não consigo imaginar o porquê, mas gosto é gosto né?
      Espero que leia e goste.
      Beijos!

      Excluir