Resenha: Coroa da Meia-Noite (Trono de Vidro - 2) - Sarah J. Maas

Autor: Sarah J. Maas
Páginas: 406
Ano: 2014
Editora: Galera Record
Gênero: Ficção
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon, Saraiva
Nota:  
Sinopse: Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas.
A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.

Resenha: Esse é o segundo livro da saga Trono de Vidro (leia a resenha do primeiro livro aqui) e na minha opinião, essa história só melhora!

No primeiro volume, Celaena meio que se envolveu com o Príncipe Dorian. Deixando o coitado do Chaol de lado no coração dela, cultivando com ele uma grande amizade, apenas. E devo dizer que a mim, esse romance com o Príncipe não convenceu, a coisa ali não fluía como tinha que ser. E parece que ela percebeu isso também porque tratou de acabar com esse início de romance rapidinho.

Ela agora é a assassina do rei. É obrigada pelo rei de Adarlan a matar quem ele julga necessário, só que Celaena sendo Celaena, já o desobedece aí, de cara e não mata quem deve matar, simulando mortes e enganando o rei. Ela acaba contando isso a sua grande amiga Nehemia e acaba conquistando uma aliada, mesmo sem saber. Conta também a Chaol e faz com que a partir desse momento, um romance lindo cresça entre eles.

Só que, como nada nunca é fácil na vida das mocinhas literárias, a menina sofre uma perda que mudará para sempre o seu destino. É traída, enganada por quem mais confiava. Acaba trocando os pés pelas mãos e atacando quem não poderia.

Acaba por se envolver novamente com o Príncipe, dessa vez criam uma amizade que a mim parece forte e duradoura. Vamos ver nos próximos livros já que acontecem coisas muitos estranhas e segredos a muito escondidos são descobertos!

Apesar de tanta dor e traição, o amor e a amizade se mostraram muito presente em Coroa da Meia Noite e eu achei isso muito legal, fico torcendo para que continue assim!

O final do livro trouxe segredos que ao meu ver vão mudar tudo e definir o destino de todos. Gostei bastante do desenrolar da trama e me surpreendi pra caramba também.

A única coisa que meio que me irrita é o fato de a Celaena ficar fazendo drama e tendo crises de consciência, o que não combina com o que ela faz para viver, tirando isso, amei a leitura. Esse já é o segundo livro da série que eu leio e posso dizer que cada vez me encanta mais.

Então, é redundante dizer que recomendo né???? Leia, principalmente se gosta de fantasia e que mais lembra o medieval do que o contemporâneo...super recomendado!!!!


Um comentário

  1. Oie!
    Gente,adorei sua resenha mas sou suspeita pois amo essa saga.
    Realmente o drama dá nossa protagonista é meio desnecessário...E meio que não acaba, já li até metade do quarto livro, mas como me perdi terei que recomeçar tudo de novo rsrsrs.
    Bjos!

    ResponderExcluir