Resenha: A 5ª Onda - Rick Yancey




Autor: Rick Yancey
Páginas: 368
Ano: 2013
Editora: Fundamento
Adicione: Skoob



Sinopse: Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora inicia-se A QUINTA ONDA. No alvorecer da quinta onda, em um trecho isolado da rodovia, Cassie foge deles. Os seres que parecem humanos, que andam pelo campo matando qualquer um. Que dispersaram os últimos sobreviventes da Terra. Cassie acredita que, estar sozinho é estar vivo, até que conhece Evan Walker. Sedutor e misterioso, Evan Walker pode ser a única esperança de Cassie para resgatar seu irmão — ou até a si mesma. Mas Cassie deve escolher entre a esperança e o desespero, entre a rebeldia e a entrega, entre a vida e a morte. Entre desistir ou contra atacar.
Resenha: Cassie... "... não Cassie de Cassandra, ou Cassie de Cassidy, Cassie de Cassiopeia." é uma menina normal, apaixonada pelo garoto bonito da escola... Vive com a família, estuda, se diverte! Até que de repente, em um dia normal sua vida vira de cabeça para baixo, os "outros" invadem a terra...sim!!! ETs! E eles não vieram conversar!

Eles  começaram a "visita" matando 7 bilhões de pessoas.

Bom, a partir de uma série de acontecimentos tudo muda e de repente Cassie está sozinha num mundo destruído, inicia uma busca alucinada pelo seu irmão, e eis que durante essa busca, conhece uma pessoa disposta a ajudá-la. Mas, quem é ele? Será que ela pode confiar nele? Ele é misterioso e a maneira como se conheceram não é nada convencional!

"O objetivo não era nos salvar. Também não era nos escravizar ou agrupar em reservas. O objetivo era nos matar. A todos nós."

Quando a 4ª onda chega, não se pode mais confiar em ninguém! O inimigo pode estar disfarçado, infiltrado em qualquer lugar e depois de passar por solidão, doenças, desconfianças, fica difícil, quase impossível confiar em quem quer que seja, amigo, inimigo ou família.

"Nós éramos como os japoneses que sobreviveram à primeira explosão da bomba de Hiroshima. Não compreendíamos por que ainda estávamos ali e não tínhamos certeza de querer estar."

Uma coisa que gostei foi de como a protagonista é forte. Não vemos uma menininha desamparada e chorona, Cassie é decidida...Ela tem seus momentos, claro, mas no todo ela trás uma força e determinação que não é comum às mocinhas.

"Então, a porta se abriu, e o sr. Faulks nos disse para irmos até o ginásio de esportes. Achei que foi uma medida esperta. Levar todos a um lugar para que os alienígenas não precisassem desperdiçar munição."

Em meio  a isso tudo, como eu já disse, de uma maneira nada convencional, ela conhece Evan - Um Silenciador - Isso mesmo um "ET".

Evan é diferente dos outros humanos infectados. Ele não gosta de matar e a forma como ele é descrito faz com que o leitor simpatize com ele.

"- Entendi tudo errado. Antes de achar você, pensei que a única forma de me manter inteiro era encontrando um motivo para viver. Não é assim. Para continuar inteiro, é preciso encontrar alguma coisa pela qual se está disposto a morrer."

Então, como se já não fosse suficiente um ET apaixonado, um irmão desaparecido, um mundo destruído, eis que surge Ben, a antiga paixonite da escola, e essa aparição, na minha opinião foi a mais surpreendente. A  evolução de "Ben" para "Zumbi" foi perfeita, e nesse cenário onde os nomes não importam mais e sim os apelidos, como Zumbi, Dumbo, Pão de Ló, Nugget, Teacup e Especialista se desenrola um cenário feio...As crianças são poupadas da morte apenas para  treinar e se tornar soldados dos "outros" .

Depois de “a chegada” (como Cassie chama a invasão) o mundo foi devastado, o que sobrou da população mundial luta para sobreviver.

Essa invasão ela foi dividida em ondas.
A 1ª onda: Apagam-se as luzes.
A 2ª Onda: Começa a destruição com tsunamis, terremotos.
A 3ª Onda: Pestilência.
A 4ª Onda: O silenciador.
Então inicia-se a 5ª Onda.

A obra prende o leitor, cativa, pois queremos saber o que vai acontecer a seguir e a seguir. É uma leitura que vale muito a pena. Não sei se é por eu ser apaixonada pelas distopias, mas o fato é que eu simplesmente me apaixonei pela leitura e estou mais que ansiosa pela sequência!!!!

3 comentários

  1. Não sei se saber que o Evan é um ET era spoiler, mas saber disso me deixou com vontade de ler! Ainda bem que logo logo sai o filme *-*, já que minha fila de leitura está sem fim AUHAUH.
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise,
    Apesar de sempre ver resenhas positivas sobre esse livro, não me sinto impelida a lê-lo.
    Acho que é demais um ET apaixonado, um irmão desaparecido, um mundo destruído e ainda surge mais? Seria muita informação pra mim :(
    No mais, adorei sua resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu to looooouca para ler o livro, desde a primeira resenha já me chamou atenção e isso só aumenta a cada resenha que leio. E eu surtei mais ainda qdo vi que vai ser adaptado. Amei a resenha e espero ler o quanto antes
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir